PMM afirma que já pagou mais de R$ 4 milhões em débitos com terceirizadas

A Secretaria de Administração e Finanças da Prefeitura de Mossoró informa que está pagando dese janeiro os débitos com as empresas terceirizadas que prestam serviço ao Município. Já são acumulados R$ 4.011.386, 21 pagos nos três primeiros meses de 2017.

São contas de 2016 e até de 2015 que estavam em aberto.

As principais empresas que receberam os pagamentos são: Art Service, Prime, Garden, Master e Imperial. De acordo com o secretário Ronaldo Cruz, os processos estavam liquidados e, portanto, aptos a serem pagos.

Os demais contratos estão em fase final de análise por uma comissão que foi formada com esse objetivo.

A Prefeitura informa ainda que a revisão e análise de todos os contratos firmados pelo Município são ações determinadas pelo Decreto 5025, que visa avaliar a situação financeira e priorizar demandas da atual administração.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “PMM afirma que já pagou mais de R$ 4 milhões em débitos com terceirizadas

  • 25 de março de 2017 em 13:37
    Permalink

    Bruno boa tarde, Gostaria de saber como está sendo pago esses atrasados, pois trabalhei na Art Service de 01 de agosto de 2013 a 10 de março de 2016, assinei o aviso prévio (trabalhado) em fevereiro de 2016 dei baixa na CTPS em 10 de março de 2016, uma maneira de receber via mandado Judicial o seguro desemprego mais o FGTS e os 40 % da multa. Só que ao receber o FGTS fui informado pela que CAIXA ECONÔMICA que dos 31 meses trabalhados faltava 20 meses que a empresa não recolheu. Estou sem receber 20 meses do FGTS, setembro, outubro, novembro e dezembro de 2015 mais janeiro fevereiro e março de 2016, 7 meses de férias proporcionais mais 1/3, 13o salário 2015/2016, 7 meses do cartão alimentação mensal de 250,00 reais. Portanto, pra onde está indo esse dinheiro que a prefeitura diz que está repassando as terceirizadas ?. Com a palavra a Prefeita e as terceirizadas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *