Procurador do município considera positivo procedimento do MPC

Raul é procurador-geral do Município (Foto: cedida)

Em conversa com o Blog do Barreto o procurador-geral do município Raul Santos explicou que a abertura do Procedimento Instaurátorio Prévio (PIP) pela procuradora de contas Luciana Ribeiro Campos não visa investigar o decreto de calamidade administrativa e financeira assinado pelo prefeito Allyson Bezerra (SD).

Ele disse que a iniciativa é vista como positiva e tomou a iniciativa de marcar uma reunião como a procuradora. “Segunda ou terça. Estou esperando ela confirmar a data”, acrescentou.

Raul declarou que a iniciativa dará mais transparência. “A gente receptivo as recomendações das instituições”, reforçou.

De acordo com o procurador o decreto não visa criar artifícios, inclusive não altera as regras para licitações, algo comum neste tipo de situação. “O nosso decreto proíbe dispensa de licitação”, disse.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *