Professor afirma que estava afastado para cursar mestrado durante recadastramento

Através de um amigo em comum, o professor Frank Werlly Mendes de Brito, enviou uma nota a respeito da citação do nome dele na lista de possíveis servidores fantasmas lotados na Prefeitura Municipal de Mossoró. Segue a nota abaixo:

dff4c436-9a9b-4738-8d94-6573da7aede7

“Primeiramente, venho agradecer a solidariedade de colegas que tem me ligado preocupados e de certa forma indignados com tal notícia veiculada nos canais de informação, principalmente a Internet. Para ciência de todos, trago em anexo o recorte do JOM 268, que traz a publicação da minha portaria de liberação e concessão de bolsa-capacitação. Observo ainda que essa portaria é de fato a definitiva, já que foram publicadas anteriores de modo incorreto. No meu caso, eu estava (já que já estou de retorno assim que retomarem as aulas) de licença para capacitação, com LIBERAÇÃO TOTAL – já que cursei mestrado na UFPB. Estava assim afastado por direito, com todo respaldo.

Sem mais, expresso minha lamentação diante de um ato tão irresponsável, o de espalhar informação falsa sobre minha pessoa e também de outras, denigrindo nossas imagens diante de web-leitores mossoroenses, e agradeço a esse nobre jornalista pela oportunidade que está dando para nos defendermos”.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *