PSDB sai de 0 a cinco deputados estaduais e se torna maior bancada da Assembleia Legislativa

PSDB_bancada

Nas eleições de 2014, o PSDB teve apenas 15.291 votos para deputado estadual. Essa foi a soma dos cinco candidatos mais os votos de legenda. Um número inferior ao total de votos de Carlos Augusto Maia (que recentemente trocou o PT do B pelo PSD) que teve 20.140 sufrágios.

Em menos de um mês o partido que não tinha nenhuma cadeira na Assembleia Legislativa passou a contar com cinco. A “tucanização” teve início com José Dias que saiu do PSD, depois veio o presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza que saiu do PMDB trazendo consigo Márcia Maia (ex-PSB), Raimundo Fernandes e Gustavo Carvalho. Estes últimos integravam o PROS.

Por muito pouco o PSDB não ganhou um sexto deputado estadual. Por conta da conjuntura política em Caicó, onde o partido já tem um candidato a prefeito (no caso o vereador “Batata”),Vivaldo Costa não trocou de partido e segue no PROS.

Alheio a artificialidade do crescimento do PSDB potiguar, o deputado federal Rogério Marinho comemorou o crescimento da legenda no evento que marcou as novas filiações. “Sejam todos muito bem-vindos. Não tenho dúvida que vocês viram para somar e crescer juntos conosco. Tenho muito orgulho de pertencer a este partido, de defender esta bandeira, e de poder representar a população do Rio Grande do Norte neste momento histórico, e ter a oportunidade de dizer, na hora certa, que eu quero Dilma fora, Lula fora, que quero meu Brasil de volta”, frisou.

Mas o peso decisivo para o salto tucano no parlamento estadual foi provocado pela chegada de Ezequiel Ferreira de Souza, confirmando a tese de que o maior partido da Assembleia é o do presidente da casa.

Em discurso, o parlamentar disse que chega para “somar”. ““Acredito que o mandato político é para trabalhar pelo bem comum. Mais que a quantidade, a filiação do grupo de deputados chama a atenção pela qualidade e a experiência dos nomes que chegam para somar e engrandecer o PSDB. Agradeço o gesto do deputado federal Rogério Marinho, do presidente do PSDB no RN, Valério Marinho e da executiva nacional, pelo convite para nossa filiação partidária”, avaliou.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *