Robinson está sofrendo de “Mossorófobia”

mossorofobia

São sete meses sem por os pés em Mossoró. Algo jamais visto por parte de um governador do Rio Grande do Norte desde a redemocratização. Robinson Faria (PSD) é praticamente um segundo prefeito de Natal, pouco sai da capital.

Ir a Mossoró é motivo de preocupação para o governador. Até mesmo passar por cidades próximas tem sido delicado. Ele chegou a adiar uma ida a Baraúna prevista para amanhã. Segundo o Blog de Barreto apurou ele deixou para ir à cidade para 3 de novembro. A agenda tinha vazado para a imprensa mossoroense.

O governador está sofrendo de “Mossorófobia”. A causa é o medo de manifestações, vaias e da impaciência do decepcionado eleitor mossoroense. A ausência também se dá pela associação com a imagem com o ex-aliado Francisco José Junior (PSD).

Nos bastidores fontes rosalbistas deixam escapulir que à prefeita eleita não estaria muito motivada a andar com Robinson Faria na cidade por conta da alta desaprovação do chefe do executivo estadual.

Alie-se a isso o fato de Robinson simplesmente não ter o que mostrar. À imprensa de Natal não tem se furtado a dar entrevistas. Com relação a Mossoró ele tem recusado sistematicamente os convites para conversa ainda que por telefone.

O governador não quer falar sobre a crise profunda na saúde na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Não quer dar satisfação sobre a paralisação das atividades da UERN.

O político Robinson Faria ainda não entendeu que a causa da “Mossorófobia” é ele mesmo.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *