Rosalba puxa Carlos Eduardo em Mossoró, mas não subestime o antipetismo

Carisma de Rosalba se une ao antipetismo para reforçar Carlos Eduardo (Foto: Assessoria)

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) subiu de 10% para 22,5% em Mossoró na pesquisa Consult. Um crescimento de 11,5% que o afastou de Robinson Faria (PSD) num comparativo com a pesquisa do dia 8 de setembro.

Carlos encostou em Fátima Bezerra (PT) que subiu de 21% para 27,5% em Mossoró.

Há méritos de Rosalba nisso? Claro que há. Ela é a maior eleitora da cidade e ainda sustenta 40% de aprovação mesmo fazendo uma gestão decepcionante (ver AQUI). Diria que o carisma pessoal da prefeita faz muito a diferença em favor de Carlos Eduardo. São quase que diárias as ações de campanha do pedetista na cidade com a presença dela. Ele está ausente na maioria delas, diga-se.

Mas existe um fator que vai além do carisma de Rosalba: o antipetismo. Muitos eleitores manifestam voto útil em Carlos Eduardo Alves apenas para evitar a chegada do PT ao Governo do Rio Grande do Norte.

Esse eleitorado não segue a liderança do rosalbismo e não pode ser confundido com a zona de influência da prefeita. O antipetismo é forte e influente em Mossoró.

O antipetista vota em Carlos Eduardo, mas nem todo antipetista segue a orientação da prefeita.

Diria que o teto de transferência de voto de Rosalba para Carlos Eduardo em Mossoró estaria na casa dos 40% do eleitorado. Se ele tirar mais do que isso pode anotar: tem influência do antipetismo. Se tirar menos é o antipetismo misturado com rosalbismo. Nunca deixará de ser os dois perfis somados.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *