Rosalba se cala sobre possível saída da Petrobras do RN

Rosalba se cala sobre saída da Petrobras (Foto: arquivo/Blog do Barreto)

A prefeita optou pelo silêncio em relação a notícia de que a Petrobras deixará o Rio Grande do Norte até agosto do ano que vem.

A prefeita que usa a mídia parceira para atacar o PROEDI alegando que Mossoró vai perder receitas não se incomoda com a troca de mais empregos por menos empregos com substituição da Petrobras por empresas privadas que contratam menos gente e não tem o mesmo compromisso social que uma estatal do nível da “Peroba”.

Esse debate não interessa a prefeita. Ela sabe bem o quanto seu DNA está colocado nas consequências que virão, então é melhor fingir que Mossoró não será a cidade mais prejudicada do Rio Grande do Norte com a saída da Petrobras.

Explico: nos últimos 30 anos, Mossoró foi governada por 15 pela prefeita. Ela ainda acumula mais oito anos como senadora e governadora. Você é capaz de apontar alguma política pública preparada por ela para o pós-Petrobras?

Não tem. A prefeita não promoveu a atração de indústrias, não provocou o surgimento de uma nova cadeia produtiva. A oposição deveria estar batendo nesta tecla no debate público.

Petróleo é uma riqueza natural finita e todos sabiam que Mossoró precisava se planejar para o futuro.

O processo de saída da Petrobras do RN não começou hoje. Vem desde a descoberta do Pré-Sal.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *