Rosalba se defende de acusação sobre Hospital da Mulher

A assessoria de comunicação da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) faz contato com este jornalista para se manifestar a respeito da denúncia do Ministério Público de que ela teria envolvimento com o desvio de R$ 11 milhões do Hospital da Mulher.

Abaixo nota de esclarecimento:

“É importante ressaltar nesse processo que investiga a terceirização do hospital da mulher – ação judicial de 2013 –  que a autoria do suposto desvio de recursos na ação teria sido cometido pela empresa Marca e não pela ex-governadora Rosalba que não tem absolutamente nenhuma relação com a empresa. Apenas como chefe do executivo seguiu a decisão técnica da secretaria de Saúde para a implementação do hospital.  Ressaltamos ainda que foi a ex-governadora Rosalba quem ordenou por iniciativa própria realizar auditoria que constatou exatamente os supostos abusos da empresa terceirizada que a ação trata quando surgiu notícia de má conduta da mesma em desfavor do município de Natal e a substituiu imediatamente, tendo sido todas as providências pertinentes homologadas pelo Poder Judiciário no mesmo ano acerca do correto funcionamento do hospital da mulher, criado para suprir a grave situação de assistência materno-infantil de Mossoró que, antes do necessário hospital, carregou a mácula de ver suas crianças precisando nascer em Russas-CE pois a 2ª maior cidade do estado do Rio Grande do Norte chegou a não ter condições de realizar um mero parto e muito menos de atender nascidos que precisavam de U.T.I. Neonatal. A ex-prefeita está absolutamente tranquila para esclarecer estes fatos, segue normalmente seu dia-a-dia como médica na cidade e Mossoró conhece seu comportamento no trato com a coisa pública. Realmente há uma tentativa de exploração política desse tema uma vez que se aproxima a época de eleição municipal e adversários tentam explorar e deturpar fatos com o intuito de denegrir a reputação e o reconhecimento justo ao trabalho que Rosalba Ciarlini desempenhou por esta cidade. Agradecemos a oportunidade de esclarecimento”.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *