Secretário confirma pagamentos fora do expediente bancário para garantir shows

No quarto e último áudio sobre o caso Ferdebez trazemos declarações do secretário municipal de fazenda Jerônimo Rosado afirmando que em meio às pressões foi obrigado a fazer pagamentos fora do expediente bancário, o que não comum. Conforme as palavras do auxiliar do prefeito Francisco José Junior era “ou paga isso ou não sobe no palco”.

O secretário afirma que nunca tinha visto uma situação dessas em 29 anos que trabalha nas finanças do município onde é funcionário de carreira.

Em outro trecho, Carlinhos Ferdebez dá a entender que no dia da abertura do Mossoró Cidade Junina o aditivo já estava sendo usado. Trocando em miúdos: o orçamento do evento estourou antes da data. “Foi feito um aditivo que foi homologado no dia 8 de julho, mas ele começou a ser usado no ‘Pingo da Mei Dia’”, frisou.

Para o empresário que cita nomes, há um trabalho para prejudicar o prefeito na Secretaria Municipal de Cultura. “Não sei o que a cultura tem contra ele (prefeito), mas que tem, tem”, disse.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *