Sede própria da Câmara Municipal é a primeira obra conhecida no empréstimo de R$ 150 milhões

A revelação é de fonte insuspeita: Izabel Montenegro (MDB), presidente da Câmara Municipal de Mossoró. Durante a sessão de hoje ela disse que parte dos R$ 150 milhões que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) quer pagar com a Caixa Econômica Federal é para construir uma nova sede para o legislativo mossoroense, sonho antigo da edilidade.

Durante toda a sessão de hoje na Câmara Municipal houve debate sobre o tema. Governistas defendem a proposta e oposicionistas fazem questionamentos.

O Projeto de Lei 1.214/2019 não veio acompanhado de anexos e não são conhecidos vários detalhes como a lista de obras pretendidas e garantias de que o pagamento do empréstimo não vai afetar a folha de pagamento tendo em vista que a fonte de pagamento é o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A Câmara Municipal funciona há mais de 20 anos no prédio onde funcionou um hotel. O aluguel pago gira em torno de R$ 25 mil/mês.

Compartilhe:

Comments

comments

2 opiniões sobre “Sede própria da Câmara Municipal é a primeira obra conhecida no empréstimo de R$ 150 milhões

  • 22 de outubro de 2019 em 22:06
    Permalink

    Bruno, o governo federal editou uma portaria recentemente na qual deixa de ser garantia de pagamento o FPM.

    Resposta
    • 22 de outubro de 2019 em 22:47
      Permalink

      Pois a PMM vai ter que refazer o projeto.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *