Segundo processo é interrompido com quadro favorável a Rosalba

O processo 54754 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi interrompido com pedido de vistas da ministra Luciana Lóssio.
O julgamento está 1×0 pela devolução da elegibilidade de Rosalba e manutenção da cassação de Cláudia Regina.
O relatório da ministra retoma a sentença original da então juíza Ana Clarisse Arruda, da 34ª Zona Eleitoral, que determinava a cassação de Cláudia e apenas multa para Rosalba.
O julgamento sobre o caso do avião deverá ser retomado em 15 dias porque o ministro Admar Gonzaga Neto, que substitui Henrique Neves que alegou suspeição (como o Blog do Barreto já tinha adiantado), não poderá estar presente na próxima semana.
Na terça-feira outros 10 processos estão previstos para serem julgados.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *