Souza articula proposta com setor salineiro

O deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”, tem reunião nesta segunda-feira (15), às 19h, no Garbos Hotel em Mossoró.

Será uma reunião fechada para discutir termos de um projeto de lei relativo à atividade produtiva do sal, em toda sua cadeia econômica – da colheita ao processo industrial.

O encontro deriva de reunião ocorrida no último dia 14 de janeiro na sede do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (IDEMA), em Natal, provocada pelo próprio deputado Souza. A comitiva de empresários e dirigentes sindicais do setor foi recebida por Rondinelle Oliveira, diretor geral da autarquia, e membros de sua equipe.

À ocasião foi apresentada uma pauta de reivindicações do segmento e aberto canal para outros pleitos. Um deles é o reenquadramento da indústria do sal como uma “atividade mineral”.

O RN produz 95% do sal marinho do país, que existe de forma explorada economicamente desde o início de 1600. Apenas sete municípios produzem o produto no RN, mas a cadeia produtiva gera mais de 15 mil empregos diretos e por volta de 70 mil indiretos.

O salário mínimo no setor é acima de R$ 1,5 mil, movimentando um transporte diário com cerca de 450 carretas/dia. O segmento contribui com cerca de 5.3% da contribuição tributária do estado potiguar.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *