Robinson quer aumentar desconto da previdência dos servidores estaduais

robinson_pagamento

Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Nunca o surrado ditado fez tanto sentido no Rio Grande do Norte. O governador Robinson Faria (PSD) se colocou como um “amigo” dos servidores. A fama fazia sentido afinal de contas na ostentação da Assembleia Legislativa dava para conceder gordos reajustes aos já privilegiados servidores do parlamento.

Mas no Governo do Estado o buraco é mais embaixo, coisa de tocar a crosta terrestre. O chefe do executivo estadual administra uma folha que vai completar um ano sem pagar em dia. Quando esteve pagando dentro dos prazos constitucionais ele fez usando os recursos do fundo previdenciário.

Mas quem vai pagar a conta? O servidor estadual. Robinson quer aumentar os descontos da previdência de 11% para 14%. Qual a vantagem para o sofrido barnabé? Ter a aposentadoria garantida no futuro. Nada além disso.

O governador precisa massacrar ainda mais o servidor para mostrar serviço ao presidente Michel Temer que exige dos Estados um pacote de maldades contra o trabalhador para enviar ajuda aos governos falidos como o do nosso sofrido elefante.

E você, vai ficar parado?

Compartilhe:

Governo paga servidores que recebem até R$ 3 mil na terça

O Governo do RN continua o pagamento da folha na próxima terça-feira (7), quando deposita os vencimentos de 52.325 servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem até R$ 3 mil, representando um total de R$ 87.347.603.29.

Os 24.029 servidores da Educação e Administração Indireta que possuem recursos próprios já receberam seus vencimentos no dia 24 de fevereiro, o que equivale a R$ 49.327.698,92. Ao todo, o Governo pagará até a terça  R$ 136.675.302,21 que corresponde a 70% da folha do Estado.

Para os servidores que ganham acima de R$ 3 mil, o pagamento será anunciado em breve, a partir da disponibilidade de recursos.

Compartilhe:

Governo do Estado começa a pagar salários de fevereiro hoje

O Governo do RN começou o pagamento da folha de fevereiro nesta sexta-feira (24), quando foram depositados os vencimentos dos 24.038 servidores ativos da Educação e da Administração Indireta que possui recursos próprios, uma soma equivalente a R$ 78,3 milhões.

O Governo segue acompanhando as receitas para anunciar o pagamento dos salários dos demais servidores o mais breve possível, a partir da disponibilidade de recursos.

Compartilhe:

Governador em exercício sanciona reajuste do magistério

Fábio Dantas

O projeto de lei do Governo do Estado que reajusta os vencimentos básicos do Magistério em 7,64% foi aprovado por unanimidade em sessão plenária na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (22), e sancionado imediatamente pelo governador em exercício, Fábio Dantas. A Lei Complementar nº 592 será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de amanhã (23).

“O Governo do Estado está instituindo o piso nacional da categoria, seguindo a legislação federal. É uma forma de reconhecer a importância dos nossos professores para a educação pública”, afirmou Fábio Dantas.

O reajuste beneficia professores e especialista de Educação que desempenhem atividades de docência ou as de suporte pedagógico à docência nas Unidades Escolares de Educação Básica e da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), incluindo as Diretorias Regionais de Ensino e Cultura (DIREC). Estão contempladas as funções da direção; administração; planejamento; inspeção; supervisão; orientação e coordenação.

Acompanharam a sessão, a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, e representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte/RN).

Compartilhe:

Novo secretário de recursos hídricos toma posse

Posse do Secretário Ivan Jr. SEMARH_Aline Bezerra_01

O governador em exercício, Fábio Dantas, deu posse a Ivan Lopes Júnior, para exercer o cargo de titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), no início da tarde desta terça-feira (21).

Ivan Júnior é farmacêutico bioquímico, formado pela Universidade Potiguar e possui especialização em saúde pública pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Na política, foi prefeito por duas vezes do município de Assú (2009/2016) e presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) em 2016. Além disso, ele também foi presidente dos Consórcios de Gestores e Resíduos do Vale do Açu.

Compartilhe:

Robinson rebaixa o discurso do “governo técnico”

Robinson discurso

A política é carregada de simbolismos. O governador Robinson Faria (PSD) sempre disse que faz um “governo técnico”.

Pois bem… agora ele vai tirar o extremamente técnico Mairton França do comando da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos Mairton França.

No lugar dele o extremamente político ex-prefeito de Assu Ivan Junior, por força do deputado federal Fábio Faria (PSD).

Mairton foi convidado para ser o adjunto da pasta, segundo o jornalista Marcos Dantas.

É literalmente o técnico sendo rebaixado para dar lugar ao político.

Compartilhe:

Indicado de Silveira perderá secretária estadual

Ivan Junior
Ivan Junior substituirá Mairton França, segundo mídia natalense

Nos bastidores o assunto já vinha sendo abordado. Ora o assunto ganhava força, ora perdia. Mas enfim o professor Mairton França deixará a Secretaria Estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente. A informação foi divulgada pelo site O Potiguar.

O substituto é o especulado de sempre: o ex-prefeito de Assu Ivan Junior.

Mairton assumiu a pasta por indicação do ex-prefeito Francisco José Junior (PSD), mas há meses tentava se desvincilhar da ligação para seguir na pasta.

Nota do Blog: perde o governo Robinson Faria (PSD). Mairton é um profundo conhecedor da área.

Compartilhe:

Gastos com poderes separam PB que adianta salários do RN que atrasa

coutinho

Um levantamento publicado pelo cientista político Daniel Menezes no site O Potiguar serve para entender o espanto provocado nos servidores públicos potiguares após o governador paraibano Ricardo Coutinho (PSB) anunciar nas redes sociais que iria pagar adiantados os salários de fevereiro para que todos passem o carnaval com dinheiro no bolso.

Qual o milagre de um Estado um pouco mais populoso que o Rio Grande do Norte (3,4 milhões x 3,9 milhões) conseguir pagar adiantado os salários enquanto o nosso sofrido elefante sofre com os constantes atrasos?

Lá os poderes custam menos. Sem contar que o servidor público é massacrado com salários ainda menos que os daqui. Lá o gasto com folha é de 48% contra 54% aqui.

Se o Rio Grande do Norte gastasse menos com poderes teria mais orçamento e com mais orçamento mudaria o percentual com os gastos com a folha. O autor do levantamento que analiso entende que os gastos elevados com a folha colaboram para os atrasos, penso diferente. Bastava os poderes colaborarem que o quadro mudaria. Mas quem quer abrir mão de privilégios?

Simples? Vamos comparar: a Assembleia Legislativa da Paraíba, por exemplo, mesmo tendo bem mais parlamentares (39×24) custa R$ 48 milhões a menos. Qual o segredo? Um deputado estadual paraibano custa praticamente a metade de um potiguar (R$ 131 mil x R$ 67 mil).  A poupança da Assembleia Legislativa do RN, notória pelos seus servidores fantasmas, é de quase R$ 100 milhões.

No judiciário não é diferente. A Justiça mais ineficiente do país (a do RN, claro) custa R$ 150 milhões a menos que a paraibana. Aqui o TJ faz caixa e ri do povo potiguar guardando R$ 560 milhões para nada.

No Rio Grande do Norte 25,08% do que se é arrecadado pelo executivo é repassado ao Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e Assembleia Legislativa. Na Paraíba esse percentual é de 19,83%.

Os números, repito, foram apresentados pelo cientista político Daniel Menezes (ver estudo completo AQUI).

Compartilhe:

Governo termina de pagar a folha na sexta-feira

O Governo do RN conclui a folha de janeiro nesta sexta-feira (17), quando deposita o complemento salarial dos servidores ativos, inativos e pensionistas que recebem acima de R$ 4 mil. É importante destacar que o grupo desta faixa salarial já havia recebido, desde o dia 11, uma parcela de R$ 4 mil. A soma dos valores pagos nesta sexta-feira chega a R$ 64 milhões.

Por solicitação dos representantes de sindicatos e associações de servidores, o Governo vem pagando a folha sem distinção entre ativos, inativos e pensionistas.

A Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças segue focada acompanhando as receitas do Estado e espera, o mais breve possível, recolocar os salários dos servidores e demais compromissos em dia.

Compartilhe:

Vereadores tentam assumir espólio de Francisco José Junior no governo Robinson

Blog Carol Ribeiro

Alguns vereadores de Mossoró, tanto da oposição quanto da bancada governista, estiveram em Natal e pleitearam apoio do governador Robinson Faria. Para apoio leia-se empregos, cargos, para os seus, aqueles que trabalharam junto a cada um na campanha eleitoral de 2016, mas que ainda não tiveram espaço para se acomodarem na administração municipal.

Pessoas ligadas ao governador estiveram em Mossoró na última semana fazendo um balanço dos espaços que existem por aqui, dando sinais de que o gestor pode atender ao pleito dos possíveis novos aliados na segunda maior cidade do RN.

Ainda em início de gestão, quem realmente fica com Rosalba Ciarlini? Vereadores da bancada que buscam apoio de Robinson precisarão, em algum momento, definir um lado. Afinal, 2018 está bem aí e é pouco provável que Rosalba e Robinson estejam juntos nessa caminhada político-eleitoral (veja aqui).

E é aí que a bancada governista pode ser reduzida. O esperado “apoio” de Rosalba para permanecer na bancada governista está vindo lento, na opinião de alguns vereadores. E, enquanto Carlos Augusto cozinha em banho-maria, tanto os seus quanto os vereadores da oposição que o governismo cogita em atrair para si, os edis já buscam uma outra sombra onde abrigar os seus.

Nota do Blog: há um vácuo de poder na representação do governador em Mossoró. A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) não quis os espaços e os ex-presidente da Câmara Municipal Jório Nogueira (PSD) não tem quadros suficientes para ocupar os espaços.

Compartilhe: