Garibaldi quebra o silêncio sobre Alcaçuz e se diz injustiçado

Em entrevista ao repórter Erisberto Rego da TCM, o senador Garibaldi Filho (PMDB) finalmente falou sobre as críticas à localização do presídio de Alcaçuz construído no governo dele em 1997 e palco de uma das maiores barbáries já vistas no Rio Grande do Norte. Ele se disse injustiçado.

O parlamentar ainda falou da política potiguar dizendo que o PMDB será oposição ao governador Robinson Faria (PSD) até o final da gestão dele, mas ponderou que é necessário reconhecer as dificuldades provocadas pela crise econômica que o Estado enfrenta.

Ele também comentou a respeito das citações feitas ao presidente Temer e ao ex-deputado federal Henrique Alves.

Abaixo a entrevista:

Nota do Blog: a entrevista foi gravada antes do pronunciamento de padre Flávio Augusto (ver AQUI)

Compartilhe: