Mandato de Beto Rosado é desaprovado por 73,70% dos leitores do Blog

DSC_0179

Mais de 500 leitores do Blog do Barreto votaram na enquete do grupo da nossa página no Facebook que avaliou o desempenho do deputado federal Beto Rosado (PP), único político com base em Mossoró na Câmara dos Deputados. Foram 73,70% pessoas críticas a atuação do pepista.

Nas justificativas a maioria dos leitores apontaram comportamento dele em votações da reforma trabalhista como peso importante. “Deputado que vota a favor de cortes da massa trabalhadora! Quem VOTA não Volta!”, disse Ranieri Barbosa Lira.

Outros 24,40% declararam aprovar o mandato do deputado federal como Ewerton Medeiros. “Eu aprovo. Dentre as várias emendas destinadas à Mossoró, a que mais me chamou atenção foram os R$ 250.000 para o Hospital Veterinário da UFERSA. Enquanto discente da Universidade supraticada, seria covardia minha não reconhecer”, justificou.

Ainda tivemos 1,9% disseram não ter opinião formada.

Emendas

Pessoas ligadas ao parlamentar ainda tentaram convencer os leitores a votarem aprovando o mandato listando algumas emendas.

Abaixo a lista de emendas:

Mossoró recebe R$1,1 millhão para manutenção unidade de saúde;

 

Mossoró receberá 10 passarelas na BR-304;

 

Mossoró receberá R$ 2,7 milhões para reformar 16 UBS;

 

Mossoró receberá R$ 790 mil de emenda de Beto para infraestrutura viária;

 

Comunidade de Saúde de Mossoró recebe R$ 700 mil de emenda destinada por Beto;

 

Mossoró recebe R$ 1,1 milhão para construção e equipamentos de UBS;

 

Mossoró recebe R$ 500 mil para infraestrutura urbana;

 

Mossoró recebe R$750 mil aquisição de maquinas e equipamentos agrícolas;

 

Liga do Câncer de Mossoró recebe R$ 315 mil para compra de equipamentos;

 

Aquisição de duas ambulâncias e uma Van para transporte eletivo de pacientes, R$ 530 mil;

 

Aquisição de 10 gabinetes odontológicos, R$ 250 mil;

 

Mais de 8 milhões destinado para Mossoró em 2017;

 

Beto viabiliza emenda de R$ 700 mil para construção de Faculdade pela UERN, no Orçamento de 2018, mais uma emenda de R$ 1 milhão para finalizar o projeto.

Compartilhe:

Blog do Barreto pergunta: você aprova ou desaprova o mandato do deputado federal Beto Rosado?

Beto_Brasilia

Na semana passada o grupo do Blog do Barreto no Facebook realizou uma enquete perguntando qual o político com mandato mais ingrato com o eleitor mossoroense. Por um lapso de memória do editor desta página o nome do deputado federal Beto Rosado (PP) ficou de fora.

Mas em respeito ao alerta de vários leitores decidimos fazer uma enquete com o nosso público a respeito do desempenho do parlamentar que nas eleições de 2014 obteve 64.445 votos sendo 15.321 deles em Mossoró.

Beto cumpre o primeiro mandato político. Votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff, aprovou a reforma trabalhista e se posicionou contra a reforma da previdência.

Vote AQUI

Compartilhe:

Fábio Faria usa tática manjada para disfarçar insucesso na tentativa de tomar o PP do rosalbismo

Rosalba-Ciarlini-Ciro-Nogueira-Beto-Rosado-Betinho-Rosado-Carlos-Augusto-Rosado-07-03-18

A tática é manjada. O político faz uma manobra, o assunto vaza e ele não desmente. Aí a articulação não obtém êxito e ele vai às redes sociais ou mídia convencional dizer que é tudo mentira e culpa os jornalistas por “notícias maldosas”.

Foi assim que fez o deputado federal Fábio Faria (PSD). O anúncio de que ele estava tentando tomar o PP do rosalbismo não teve desmentido imediato. Pelo contrário, ele deixou o assunto correr.

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) arrumou uma viagem de trabalho, mas na verdade foi resolver a vida partidária de seu grupo. Foto com o presidente nacional do PP, o senador do Piauí, Ciro Nogueira, e articulação derrubada.

Restou a Fábio Faria ir ao Twitter culpar a imprensa e dizer que é amigo e admira o deputado federal.

Mas não adianta arengar com os fatos. Horas depois sai a informação de que a cunhada de Rosalba e tia de Beto Rosado, Isaura Amélia, está entregando o comando da Fundação José Augusto.

O assunto é tratado como “rompimento” do rosalbismo com o governador. Na verdade, é só uma entrega de cargo porque essa aliança política nunca existiu de fato pela mais absoluta falta de afinidade política.

Quem quiser acreditar em Fábio Faria acredite.

Compartilhe:

Candidatura de Fábio Dantas ao Governo é articulada de cima para baixo

Fábio-Dantas-vice-governador

O presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) e o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) são os fiadores da inclusão do vice-governador Fábio Dantas (PC do B) na lista de governadoráveis que não para de crescer.

O projeto em curso tenta ocupar um vácuo bem ao estilo “novo” travestido de velho. Nos bastidores as informações sobre as articulações são variadas e imprecisas, mas uma coisa é certa: o trabalho está sendo feito para valer. Se vai se converter em chapa nas convenções de julho só o tempo dirá.

Especulou-se que seria formada uma chapa Fábio Dantas para o governo tendo um vice indicado de Mossoró que seria o deputado federal Beto Rosado (PP) mais Garibaldi Filho (MDB) e o empresário Luís Roberto Barcellos preenchendo as vagas para o Senado.

A interlocutores Garibaldi bem ao seu estilo disse nunca ter sido conversado sobre esse assunto. Por Mossoró, a informação é que o ex-deputado federal Betinho Rosado descarta ver o filho vice.

Oficialmente Fábio Dantas está rompido com o governador Robinson Faria (PSD) alegando não ter condições de esperar pela decisão do chefe do executivo estadual de ir ou não à reeleição.

O destino do vice-governador deverá ser o PSB e o da esposa dele, a deputada estadual Cristiane Dantas (PC do B), o PPL. Segundo o Portal Agora RN, Ezequiel ofereceu a Fábio Dantas o apoio de 89 prefeitos e 14 partidos, formando um dos palanques mais poderosos do pleito de 2018. O próprio Ezequiel pode ser candidato ao Senado caso não avance a aproximação com Garibaldi.

Como se vê mais um projeto político de cima para baixo tenta se impor ao povo do Rio Grande do Norte.

É muita falta de sintonia com os anseios dos potiguares!

Compartilhe:

Beto Rosado admite desunião da bancada federal e reconhece postura omissa

WhatsApp Image 2017-12-28 at 08.36.33

O deputado federal Beto Rosado (PP) foi o entrevistado ontem no Meio-Dia Mossoró da 95 FM. Sincero, ele admitiu que a bancada federal do Rio Grande do Norte é desunida.

Para reforçar a tese ele relatou a luta para manter o sal potiguar protegido da concorrência chilena. “Recolhi as assinaturas da bancada federal para convencer o presidente a renovar o decreto. Quando deu certo ficaram reclamando porque puxei para mim a conquista”, frisou.

Ele também admitiu que nessa questão do aporte financeiro a bancada federal potiguar foi omissa, mas negou que exista qualquer tipo de boicote ao governador. “Eu nunca fui chamado para participar das audiências, mas mesmo assim defendo que a bancada inteira se reúna com o presidente”, acrescentou.

Compartilhe:

Uma vergonha em forma de bancada federal

16-9-1024x576

O governador Robinson Faria (PSD) é o culpado pelos atrasos salariais, mas não é o único responsável por isso. Ele tem companhias importantes nessa tragédia chamada Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Desde segunda-feira ele está em Brasília em uma articulação desesperada para garantir recursos para pagar os salários de novembro, dezembro e 13º. Está nas mãos do presidente Michel Temer que promete editar a Medida Provisória enviando os recursos para o sofrido elefante apenas no dia 25 de dezembro. Uma decisão com requintes de crueldade para o servidor que vai passar a noite de natal sem ter o que comer.

Qual membro da bancada federal apareceu para reforçar a luta do governador? Apenas o filho dele em Brasília. Se Robinson não os convidou pouco importa. Momentos como esse são para separar políticos e estadistas. No Rio Grande do Norte a picuinha sempre tem mais força entre os nossos políticos.

Se Robinson não pediu ajuda aos seus pares pouco importa. Mas a sensação que tenho, com base no que ouço nos bastidores, é a da existência de forças ocultas para que esse aporte não seja feito.

Os senadores Garibaldi Filho (PMDB) e José Agripino (DEM) deveriam ser os mais cobrados. São os mais importantes aliados do presidente Temer no Estado. Não abrem a boca para falar no assunto. Não há registro de nenhuma palha ser movida pela dupla. Até parece que não são responsáveis por esse caos também pelas péssimas administrações que fizeram no passado. A crítica vale para os seus bambinos travestidos de deputados federais Walter Alves (PMDB) e Felipe Maia (DEM) que preferem seguir com seus inúteis mandatos.

Melhor deixar Robinson “sangrar” sozinho como se isso não afetasse milhares de famílias nesse período de fim de ano.

Um desconto para a senadora Fátima Bezerra (PT) e aos deputados federais Antônio Jácome (PODE), Rafael Mota (PSB) e Zenaide Maia (PR). Na oposição eles têm pouco a influir, mas poderiam ao menos usar suas vozes para abordar essa questão dos atrasos salariais indo além do tom politiqueiro.

Os deputados federais Beto Rosado (PP) e Rogério Marinho (PSDB) passam a impressão que só são governistas na hora de aprovar projetos para prejudicar a classe trabalhadora.

Bancada federal desça desse muro da vergonha, reaja!

Compartilhe:

PP indica Beto Rosado para Comissão de Orçamento

Beto_Comissão

O deputado federal Beto Rosado (PP) passa integrar, em 2017, uma das comissões mais importantes do Congresso Nacional. Ele foi indicado pelo Partido Progressista (PP) para a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), composta por deputados federais e senadores.

A Comissão é responsável, dentre outras atribuições, por analisar o Orçamento Geral da União, que contém as previsões de receitas, despesas e utilização dos recursos pelo Governo Federal. “Vamos atuar na CMO analisando todas as questões financeiras referentes aos Projetos que nela tramitam”, destacou o parlamentar.

O deputado também foi indicado para a Comissão de Minas e Energia (CME) e a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR).

Compartilhe:

Beto Rosado se posiciona contra lista fechada e defende voto distrital

Beto_Brasilia

Entrando no debate sobre a Reforma Política, que começa a ser debatida no Congresso Nacional, o deputado federal Beto Rosado (PP), anunciou, nesta quarta-feira (22), posição contrária ao sistema de listas fechadas para a eleição do parlamento, proposto por parte dos deputados federais e dirigentes partidários. “O sistema de lista fechada para as eleições do parlamento  cassa o direito de livre escolha do eleitor”, declarou Beto Rosado.

O parlamentar defendeu o sistema do voto distrital, no qual os eleitores escolhem diretamente os representantes de cada região. “O mundo desenvolvido se movimenta para implantar o voto distrital, como já ocorre na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos da América. Precisamos garantir a representatividade e a participação política do eleitor”, argumentou.

Compartilhe:

Recursos para construção de unidades básicas de saúde começam a ser liberados

Beto Rosado

O município de Mossoró recebeu, nesta sexta-feira (16), parcela de R$ 205 mil, em recursos pagos pelo Governo Federal de emendas destinadas pelo deputado federal Beto Rosado (PP) no Orçamento Geral da União (OGU) para a construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

O dinheiro já está disponível no Fundo Municipal de Saúde. A verba total das emendas de Beto para a execução dos projetos é de R$ 624 mil. O parlamentar enfatizou que Mossoró precisa voltar a ter o atendimento de qualidade à população que já foi marca do município no passado.

“Mossoró é uma cidade de história na Saúde Pública. Foi na nossa terra que surgiu o modelo de Unidade de Pronto Atendimento (UPA) implantado em todo o País. Precisamos lutar para que tenhamos um bom atendimento e essas novas UBS contribuirão para isso”, ponderou Beto Rosado.

Compartilhe: