A biografia autorizada de Bolsonaro, segundo Jair

Bolsonaro era mais conhecido no exército pela atuação como atleta reserva (Foto: reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro tem delírios sobre a própria biografia. Bem ao estilo de papo de botequim ele sai por aí contanto lorotas sobre si para impressionar (ao menos ele pensa que impressiona) seus interlocutores.

Quantos “tiozões do pavê” não são assim? Aumentam as histórias ou até mesmo inventam. Quando era adolescente cansei de ouvir “coroas” contando histórias do tipo “quando era da sua idade comia todas”.

Pois bem na biografia autorizada por Bolsonaro (textos em itálico) segundo Jair começa mais ou menos assim.

Nascido em 21 de março de 1955 nascia em Glicério (SP) Jai Messias Bolsonaro um homem predestinado a defender a nossa pátria e governar o país.

Aos dez anos ele trabalhou no “Bar do Seu Ricardo” em Sete Barras (vídeo abaixo) e ali aprendeu os valores bem diferentes dos da esquerda vagabunda que não gosta de trabalhar. Ali aprendeu a ter ordem e disciplina e para se militar foi um pulo.

Versão real história nas palavras de Renato Bolsonaro, irmão do presidente: “Meu pai tinha o estilão dele, boêmio. Mas nunca deixou um filho trabalhar, porque achava que o filho tinha que estudar” (fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/07/05/interna_politica,768510/irmao-de-bolsonaro-ja-disse-meu-pai-nunca-deixou-um-filho-trabalhar.shtml).

Bolsonaro aos 15 anos já estava na luta armada pelo lado do Exército e teria ajudado a prender o líder comunista Carlos Lamarca atuando como informante cujo codinome era “Moleque Sabido”.

“Em 1970, eu já estava na luta armada e conheço tudo o que está acontecendo no Brasil”, disse certa vez o presidente (Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/06/esta-chegando-a-hora-de-tudo-ser-colocado-no-devido-lugar-diz-bolsonaro-apos-decisoes-do-supremo.shtml).

Versão real da história: não indícios de que Bolsonaro tenha ajudado os soldados que caçaram Carlos Lamarca. (Fonte: https://epoca.globo.com/bolsonaro-o-moleque-sabido-que-ajudou-na-captura-de-lamarca-22971054).

Mas a luta do jovem Jair contra os comunistas não parou por aí. Ainda adolescente ele enfrentou o jornalista Alfredo Sirkis na luta armada fato que o orgulha tanto a ponto de relatar ao ex-vice-presidente dos EUA Al Gore (vídeo abaixo). “Lá atrás fui inimigo do Sirkis na luta armada”, regozijou-se.

Versão real da História: Sirkis após atuar na luta armada contra a Ditadura Militar Sirkis deixou o Brasil em 1971 e se exilou no Chile. Bolsonaro só entrou no exército em 1973 quando o jornalista era correspondente do jornal francês Libération na capital do país andino. (Fonte: https://noticias.uol.com.br/colunas/rubens-valente/2020/08/26/bolsonaro-forcas-armadas-ditadura.htm). Já Bolsonaro era famoso por ser atleta (reserva) na carreira militar (Fonte: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/03/28/pentatleta-bolsonaro-era-reserva-e-ganhava-laranja-como-incentivo.htm).

Esse é o nosso magnífico capitão.

Compartilhe: