Carlos Eduardo tenta barrar pesquisa na Justiça Eleitoral

Agora RN

A coligação 100% RN, encabeçada pelo candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), tentou evitar – sem sucesso – que a última pesquisa do Instituto Seta fosse divulgada. O pedido foi negado pelo juiz Almiro Lemos na quinta-feira, 13, véspera da publicação dos resultados pelo Blog do BG.

A representação formulada pela coligação questionou três pontos da pesquisa: baixo valor para contratação do levantamento; ausência de dados obrigatórios no registro; e a utilização de dados populacionais obsoletos para composição da amostra de entrevistados.

A pesquisa Seta foi mais barata que a média das demais pesquisas registradas no Rio Grande do Norte até o momento. Enquanto o levantamento da Seta foi contratado pelo Blog do BG por R$ 10 mil, a Certus fez o último levantamento divulgado pela Federação das Indústrias por R$ 32 mil. O Ibope, que deverá divulgar novo levantamento na sexta-feira, 21, foi contratado pela InterTV Cabugi por mais de R$ 65 mil.

Ao analisar esse fato, no entanto, o juiz Almiro Lemos entendeu que o valor cobrado pela Seta não foi desproporcional ao serviço e que não há tabelamento de valores a serem cobrados pelos institutos. “Não há parâmetro possível de comparação entre um instituto de pesquisas local com o maior instituto de pesquisas do País”, escreveu o magistrado.

Quanto à não apresentação de dados obrigatórios, o juiz decidiu que a indicação de bairros e municípios visitados pelos entrevistadores não precisa ser apresentado no ato de registro do levantamento, e sim até o sétimo dia seguinte ao registro da pesquisa. Esse prazo se esgotou no último final de semana.

Em relação ao terceiro argumento, o juiz Almiro Lemos afirmou que “não há qualquer fundamento para o uso de dados do TSE em detrimento de dados do IBGE, uma vez que não é objetivo do órgão eleitoral a apuração de dados de recenseamento”. “Não há que se falar em falta de atualização em virtude de uso dos dados do censo de 2010, uma vez que é este o mais atual existente”, assinalou Almiro Lemos.

Com a recusa da liminar, o levantamento foi publicado na última sexta-feira, 14. Na pesquisa estimulada para o Governo do Estado, Carlos Eduardo aparece com 16% das intenções de voto, atrás de Fátima Bezerra (PT), que tem 32%. O terceiro colocado foi Robinson Faria (PSD), com 12%. Considerando que a margem de erro foi de 3%, Carlos Eduardo e Robinson estão empatados tecnicamente. Brenno Queiroga (Solidariedade) e Heró Bezerra (PRTB) somaram 1% cada. 32% dos entrevistados declararam que pretendem votar em branco ou nulo e outros 6% não souberam ou não quiseram responder ao levantamento.

Com a divulgação da pesquisa na sexta-feira, a coligação desistiu do processo.

O levantamento do Instituto Seta contratado pelo Blog do BG está no centro de outra polêmica levantada pelo Agora RN na semana passada. O jornal mostrou que a mulher do cientista político Daniel Menezes, diretor-geral do instituto de pesquisas, Ingrid Paiva, ocupa um cargo comissionado na Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, principal reduto eleitoral da candidata ao Senado Zenaide Maia (PHS).

A pesquisa Seta/BG mostrou crescimento das intenções de voto de Zenaide Maia. A deputada federal, que surgia na terceira posição em outros levantamentos, apareceu com 15% na estimulada, atrás apenas de Styvenson Valentim (Rede), que lidera com 21%. Candidato do MDB, Garibaldi Alves Filho tem 14%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de setembro. Foram ouvidos 1.300 eleitores em todas a regiões do Estado. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob os protocolos BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

 

Compartilhe:

Carlos Eduardo Alves rebate Ministério Púbico

Carlos Eduardo garante inocência

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) rebateu a notícia (ver AQUI) de que teria recebido propina para dar aumento das passagens de ônibus na capital.

Abaixo a nota em que ele se defende;

 

EM RESPEITO À VERDADE

 

Fui prefeito de Natal durante 12 anos. Durante esse tempo, a Prefeitura autorizou reajustes na tarifa de transporte coletivo para atender aumento de custo com trabalhadores, combustível e demais insumos. Reajustes que sempre seguiram parâmetros técnicos e somente autorizados depois de aprovados por um conselho formado por 31 integrantes da prefeitura, empresas e usuários. Em todo esse período nunca houve uma denúncia de irregularidades nesse assunto;

Em 30 anos de atividade política, exercendo cargos de Deputado Estadual, Secretário de Estado, Vice-Prefeito e Prefeito de Natal por quatro vezes, nunca respondi a nenhum processo de improbidade ou por desvio de conduta ética. Sei que isso deve incomodar a quem não pode dizer a mesma coisa.

 

Considero estranho que, a pouco mais de 20 dias antes da eleição, surja a abertura de um inquérito para investigar aumento de tarifa no transporte coletivo, autorizado em maio de 2018, quando nem prefeito eu era mais;Tampouco acredito que o prefeito Álvaro Dias tenha cometido qualquer ilicitude;

Informo que minhas contas de campanha estão disponíveis no TRE e nelas NÃO EXISTE e nem EXISTIRÁ qualquer doação de empresa de ônibus;Podem verificar.

Uma investigação isenta provará essa verdade. E uma divulgação pelos veículos de comunicação igualmente comprometidos com a verdade e desvinculados de interesses ocultos, haverão de reparar esse equívoco.

 

Carlos Eduardo

Candidato a Governador

Coligação 100%RN

Compartilhe:

Natal começa a fazer as pazes com Carlos Eduardo Alves

Carlos Eduardo se recupera em Natal

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) começa a fazer as pazes com eleitorado de Natal. Ele começou a campanha enfrentando a mágoa dos natalenses que não concordavam com sua renúncia para disputar o Governo e dos insatisfeitos com o último ano da gestão.

Agora ele assume a liderança na capital com 30,1% segundo a pesquisa Consult divulgada pelo Blog do BG. Ele vinha se mantendo em empate técnico com a senadora Fátima Bezerra (PT) que tem 23,4%.

O governador Robinson Faria (PSD) segue mal em Natal com apenas 9,9%.  Brenno Queiroga (SD) tem 2,6, Dário Barbosa (PSTU) aparece com 0,5% e Freitas Junior (REDE) tem 0,3%.

Heró Bezerra (PRTB) e Carlos Alberto (PSOL) não pontuaram na capital.

O cenário em Natal melhorou para Carlos Eduardo e o levou a subir (dentro da margem de erro) na pesquisa Consult em nível estadual. Isso pode ajudá-lo a ir a um segundo turno, mas até aqui ele perde nas demais regiões, o que atrapalha. A capital tem 557.109 eleitores sendo o maior colégio eleitoral do Estado.

Nota do Blog: a tendência de Carlos ser puxado por Natal para o segundo pode ser interrompida pela denúncia de que ele teria recebido propina para aumentar as passagens de ônibus quando prefeito (ver AQUI).

Compartilhe:

MP investiga pagamento de propina a Carlos Eduardo em troca de aumento de passagem de ônibus

Carlos Eduardo será investigado pelo MP (Foto José Aldenir/Agora RN)

Agora RN

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu um inquérito civil para apurar o suposto pagamento de propina, em forma de doação eleitoral, ao ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) e ao atual prefeito, Álvaro Dias (MDB).

A investigação aponta que Carlos Eduardo, que é candidato ao Governo do Estado nas eleições deste ano, e Álvaro Dias teriam acertado o recebimento de propina para autorizar o aumento da tarifa do transporte público em Natal.

Segundo o inquérito, aberto com o número 116.2018.000456, a autorização para o aumento da passagem foi feita em troca de recursos a serem utilizados, em forma de doação eleitoral, para a candidatura de Carlos Eduardo Alves ao Governo do Estado e de Adjuto Dias, filho de Álvaro Dias, para deputado estadual. O inquérito foi aberto no dia 28 de agosto e está sob sigilo.

Ainda de acordo com a investigação relatada no documento do MPRN, que é conduzida pelo promotor Márcio Cardoso Santos, o pagamento de propina teria sido feito pelo empresário Agnelo Cândido, que é o atual presidente do Sindicato das Empresas do Transporte Urbano de Natal (Seturn).

Caso seja comprovado o pagamento de propina aos agentes públicos, Carlos Eduardo Alves e Álvaro Dias podem ser indiciados pelo crime de improbidade administrativa.

O promotor responsável pelo caso solicitou informações ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre as doações realizadas para a campanha dos Carlos Eduardo Alves e Adjuto Dias até o momento.

A tarifa do transporte público de Natal foi reajustada em 8,96% no último dia 20 de maio. Com isso, a passagem pulou de R$ 3,35 para R$ 3,65.

Compartilhe:

Fátima é a única candidata a apresentar crescimento acima da margem de erro entre primeira e terceira pesquisa Certus/FIERN

A senadora Fátima Bezerra (PT) é a única candidata a apresentar curva ascendente entre a primeira pesquisa Certus/FIERN realizada em abril deste ano e a pesquisa realizada no mês de agosto, mas divulgada hoje pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN).

Na primeira sondagem ela tinha 25%, agora ela apresenta 32,84%. Arredondando pode-se dizer que ela cresceu 8% em quatro meses, crescendo acima da margem de erro.

Já Carlos Eduardo Alves (PDT), seu principal adversário, vem oscilando positivamente, mas dentro da margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

O governador Robinson Faria (PSD) melhorou 3% em quatro meses, um desempenho também dentro da margem de erro, mas acima do de Carlos Eduardo.

Confira os números:

 

Candidato Abril Julho Agosto

 

Fátima Bezerra 25,60% 29,15% 32,84%

 

Carlos Eduardo 14,54% 15,39% 15,74%
Robinson Faria 5,04% 6,31% 8,37%

 

Carlos Alberto 1,13% 0,82% 1,06%
Nenhum 31,49% 34,11% 29,08%

 

Não Sabe 8,87% 10,43% 9,28%

 

Compartilhe:

Pesquisa Certus/FIERN: Fátima vence simulações de segundo turno com ampla vantagem

A senadora Fátima Bezerra (PT) vence todas as simulações de segundo turno com ampla vantagem sobre seus dois principais adversários na corrida ao Governo do Estado.

A menor diferença é com Carlos Eduardo Alves (PDT): 45,39% x 26,17%. A maior é sobre o governador Robinson Faria (PSD): 52,62% x 12,98%.

No confronto entre Carlos e Robinson, o ex-prefeito leva a melhor com 43,97% contra 14,40%.

A pesquisa Certus/FIERN ouviu 1.410 pessoas entre os dias 24 e 27 de agosto com margem de erro 3% para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%.

Ela está registrada na Justiça Eleitoral sob os números RN-06196/2018 e BR-07862/2018.

Confira todos os números da Pesquisa Certus/FIERN

Fátima x Carlos Eduardo Alves

Fátima x Robinson

Robinson x Carlos Eduardo

Compartilhe:

Candidatos ao Governo encontram dificuldades em Mossoró

Candidatos ao Governo encontram dificuldades em Mossoró

Blog Carol Ribeiro

Em quase duas semanas de campanha eleitoral, os candidatos ao governo ainda não conseguiram adentrar o reduto mossoroense.

O cenário é imprevisível e as estratégias adotadas têm mantido os postulantes distantes do povo.

Dentre os três candidatos com maior capital eleitoral, Fátima Bezerra (PT), que se mantém à frente nas pesquisas, com intenções de voto em torno de 28%, não tem palanque em Mossoró, e manter o desempenho positivo na cidade depende somente do trabalho pessoal dela.

Carlos Eduardo (PDT) tem como única estratégia o apoio da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), sem qualquer contato com o povo mossoroense até agora, e nem com a imprensa.

Já o governador Robinson Faria (PSD) tem tentado chegar no povo mossoroense, mas amarga muita dificuldade por causa da rejeição que não consegue reverter, apesar da rede de apoios partidários que montou em torno de si.

Cenário Político

O assunto foi conversado no programa Cenário Político desta segunda-feira (27), que teve como convidado o jornalista Bruno Barreto.

Bruno Barreto explicou: “Mossoró virou o triângulo das bermudas dessa eleição. (…) Fátima Bezerra foi a mais votada em Mossoró em 2014 pro senado, mas em um outro contexto, hoje não tem o apoio do prefeito e sim, é adversária.”

“Carlos Eduardo age como se Mossoró fosse uma cidade de menor porte onde o prefeito manda e todo mundo vota. A maior eleitora pessoa jurídica da cidade (a prefeita) está num cenário de má avaliação”

“Robinson apontou 70% de aprovação na última pesquisa da Seta. Um cenário devastador para o governador”.

Assista ao programa abaixo

Compartilhe:

Rosalba não consegue levar Carlos Eduardo ao topo em Mossoró. Fátima lidera com o dobro das intenções de votos

Com o filho na chapa, Rosalba não eleva Carlos Eduardo

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) ainda não conseguiu levar o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) ao topo das pesquisas de intenção de voto para o Governo do Estado dentro dos limites de Mossoró.

Na sondagem do Instituto Consult divulgada pela 98 FM ontem há um item que mostra a senadora Fátima Bezerra (PT) com 23,3% das intenções de voto em Mossoró. Carlos Eduardo a metade com 11,7%.

O governador Robinson Faria (PSD), cujo vice é o mossoroense Tião Couto (PR), tem 7,5%.

A decepção até aqui é maior para Rosalba. Prefeita em quarto mandato, ex-senadora, ex-governadora e considerada a maior eleitora de Mossoró, ela não consegue elevar o desempenho de Carlos Eduardo mesmo emplacando o filho dela, Kadu Ciarlini, como vice na chapa.

A impopularidade da atual prefeita é parte da explicação para o fenômeno, claro.

TIÃO

Já Tião não nutria tantas expectativas. Além de novato na política ele se encaixou ao lado de um governador com altos índices de desaprovação e com a mancha dos salários atrasados.

Compartilhe:

Carlos Augusto reivindica (e consegue) apoio de Izabel para Beto

O líder do rosalbismo Carlos Augusto Rosado fez um apelo ao senador Garibaldi Alves Filho (MDB) e ao ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) para que a presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) apoiasse a candidatura do deputado federal Beto Rosado (PP) a reeleição.

A presidente da Câmara Municipal estava direcionando o apoio ao deputado federal Walter Alves (MDB), que também tenta a reeleição.

Agora mudou de posição.

Ao Blog Izabel negou que tenha existido influência dos líderes da família Alves. “Não houve nenhuma pressão, lhe garanto. Decidi por que acho importante termos pelo menos um Federal de Mossoró”, frisou.

Nota do Blog: o deputado estadual de Izabel Montenegro é Hermano Morais (MDB) cuja base eleitoral é Natal.

Compartilhe:

Rosalba exonera filha

Filha de Rosalba deixa cargo

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) exonerou Lorena Ciarlini do cargo de secretária municipal de desenvolvimento social. A decisão tem a finalidade de deixar a jovem com dedicação exclusiva a campanha eleitoral deste ano.

No lugar dela assume a professora Fernanda Kaline que já vinha atuando com adjunta dando suporte a filha de Rosalba no comando da pasta.

O irmão de Lorena, Kadu Ciarlini (PP), é candidato a vice-governador na chapa de Carlos Eduardo Alves (PDT) e o primo, Beto Rosado (PP), é candidato à reeleição de deputado federal.

Compartilhe: