Menos de dez dias das convenções chapas majoritárias estão próximas de serem fechadas

O histórico recente da política do Rio Grande do Norte é marcado por decisões tomadas em cima da hora literalmente minutos antes das convenções. Este ano aos poucos as chapas estão sendo formadas e com alguma antecedência.

As convenções começam no dia 20 de julho e as principais candidaturas estão com as chapas encaminhadas.

Pela esquerda a senadora Fátima Bezerra é candidata ao governo com o vice, Antenor Roberto, indicado pelo PC do B. A chapa para o Senado tem o nome da deputada federal Zenaide Maia (PHS) e o médico Alexandre Mota caminha para ser o segundo integrante.

O prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) trabalha para ter um vice indicado pela prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (PP). Caso ela decline, o plano B seria o deputado federal Felipe Maia (DEM). Os senadores do pedetista são Garibaldi Filho (MDB) e Antônio Jácome (PODE).

O governador Robinson Faria (PSD) é quem está mais distante de formar uma chapa. Ainda não tem um vice fechado, mas a tendência é que nome venha do PSDB. Dois nomes despontam: o ex-prefeito de Lajes Benes Leocádio e o empresário Haroldo Azevedo. Por enquanto, Robinson tem apenas um senador: Geraldo Melo. Existe a possibilidade de o governismo não ter um segundo nome para o Senado.

No Solidariedade o candidato ao Governo é o ex-prefeito de Olho D’água Breno Queiroga. O vice ainda não está definido. A ex-atleta Magnólia Figueredo é um nome para o Senado e o outro tem grandes chances de ser o Capitão Styvenson Valentin.

No PSOL o candidato ao Governo é o professor Carlos Alberto e a vice é a sindicalista Aparecida Dantas. Os senadores são os professores Telma Gurgel e Laílson Almeida.

No dia 20 de julho começam as convenções partidárias que vão homologar as candidaturas.

Compartilhe: