Assembleia cede R$ 2 milhões do orçamento próprio para o combate ao coronavírus

Ezequiel fez anuncio hoje (Foto: ALRN)

O combate ao coronavírus no Rio Grande do Norte recebe apoio financeiro de R$ 2 milhões, anunciado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB) para o combate ao coronavírus.

Em seu pronunciamento – exibido nas redes sociais do Legislativo – o presidente comenta a pandemia e os efeitos no mundo, dirigindo as ações aos norteriograndenses. “O mundo vive a maior crise dos últimos tempos por causa do Coronavírus. A sociedade merece ações responsáveis e rápidas no combate à pandemia e por isso, como presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, juntamente com os 24 deputados estaduais e servidores, anunciamos a destinação de R$ 2 milhões e noventa mil reais para leitos de UTI do Hospital da Polícia Militar e milhares de equipamentos de proteção individual para atender os profissionais de saúde, segurança e a população nos hospitais regionais, referenciados para a Covid-19”, destaca.

O apoio financeiro da Assembleia Legislativa nas ações de combate ao Coronavírus contempla recursos fundamentais para o amplo funcionamento dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Polícia Militar, em Natal. Os leitos receberão pacientes em tratamento da doença. A liberação do funcionamento das UTIs ocorre no momento em que a Assembleia, Governo do Estado, poderes e instituições atuam em parceria na ampliação de leitos nas unidades hospitalares do Estado.

O presidente da Assembleia Legislativa reafirma a importância da medida urgente, com aporte financeiro feito de maneira imediata pelo Legislativo. “O Legislativo se une no combate ao Coronavírus com ações parlamentares e com todo esforço no Poder Legislativo. Reduzimos as despesas e suspendemos temporariamente os projetos. Dando condições para o apoio financeiro que irá garantir mais leitos de UTI e equipamentos de segurança fundamentais para a saúde da população”, aponta o presidente.

Além do suporte financeiro, os deputados da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte destinaram emendas para a saúde; solicitaram mais de 30 requerimentos e se solidarizaram com a população.

Compartilhe:

Decreto da quarentena deve ser prorrogado no RN

Cipriano Maia informa que decreto será prorrogado (Foto: reprodução)

O secretário estadual de saúde pública Cripriano Maia informou em entrevista a Intertv Cabugi que o decreto da quarentena em nível estadual será prorrogado.

A decisão deve ser mantida até o final de abril.

A prorrogação deve ser mantida também para as escolas como a própria governadora Fátima Bezerra (PT) se manifestou nas redes sociais.

O Rio Grande do Norte registrou o 77º caso confirmado nesta segunda-feira, 30. A expectativa é de que o pico das transmissões seja ao longo do mês de abril.

O secretário informou que em média estão sendo realizados 100 teste para o covid-19 no Rio Grande do Norte.

Compartilhe:

RN chega a 68 casos confirmados de Covid-19

O boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública aponta que o Rio Grande do Norte chegou a 68 casos confirmados de Covid-19.

Os números atualizados apontam para 1.414 suspeitos, 367 casos já descartados e 1 óbito ocorrido ontem em Mossoró.

Na capital do Oeste são 16 casos confirmados. Os dois mais recentes são uma mulher de 31 anos e homem com 47 anos.

As outras cidades com casos confirmados são Parnamirim (9), Assú (1), Caicó (1), Macaíba (1), Monte Alegre (1), Passa e Fica (1), São Gonçalo do Amarante (1), São José de Mipibu (1), Tibau (1).

Compartilhe:

RN chega a 45 casos confirmados de Covid-19. Números praticamente triplicam em Mossoró

Entenda o perigo da covid-19 se comparada a outras doenças | Poder360

O Rio Grande do Norte agora tem 45 casos de Covid-19 coronavírus. Natal segue sendo a cidade com o maior números de confirmações totalizando 22.

Mossoró que até ontem tinha cinco casos confirmados agora tem 14, praticamente triplicou. Parnamirim segue em terceiro com seis confirmações.

A novidade nos números divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública neste sábado é que os casos confirmados deixaram de estar limitados aos três maiores municípios do Rio Grande do Norte.

Macaíba, Monte Alegre, Passa e Fica confirmaram seus primeiros casos do novo coronavírus.

As informações completas, com os dados atualizados no RN sobre a Covid-19, serão divulgadas no novo boletim epidemiológico ainda neste sábado (28).

Compartilhe:

RN chega a 14 casos de Covid-19

O Rio Grande do Norte registrou o 14º caso de Covid-19. O boletim atualizado ontem trouxe mais uma notificação em Parnamirim.

A capital do Estado tem nove casos confirmados. Os outros são quatro em Parnamirim e um em Mossoró.

O novo caso é de sexo feminino, reside em Parnamirim, tem 29 anos e tem histórico de viagem para Fortaleza onde manteve contato com estrangeiros.

O próximo boletim será divulgado ainda hoje.

Compartilhe:

Confirmado o primeiro caso de Coronavírus em Mossoró

O perfil da Secretaria Estadual de Saúde Pública no Instagram acaba de confirmar o primeiro caso de Coronavírus em Mossoró.

Trata-se de um homem de 55 anos com histórico de contato com caso suspeito de Covid-19.

Ainda foram confirmados mais dois casos de duas mulheres de Parnamirim e Natal respectivamente. Ambas tiveram contatos com casos suspeitos de Covid-19. Com isso o Rio Grande do Norte tem nove casos confirmados.

“As amostras foram processadas pelo Laboratório Central do RN e os casos são de residentes dos municípios de Natal, Parnamirim e Mossoró. Todos passam bem e estão seguindo as recomendações de isolamento preconizadas”, informa o perfil da Sesap.

“Importante ressaltar que após reunião de análise técnica realizada na tarde deste sábado (21), a Sesap permanecerá coletando as amostras dos pacientes que se enquadrarem na definição de caso suspeito, conforme nota técnica 7 (disponível no site em saude.rn.gov.br), além das amostras dos pacientes graves hospitalizados com sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave”, complementa.

Confira o perfil dos novos casos:

– Residente de Parnamirim, com 28 anos, do sexo feminino. Possui histórico de contato com caso confirmado de Covid-19.

– Residente em Natal, com 41 anos, do sexo feminino. Possui histórico de contato com caso confirmado residente de Recife.

– Residente de Mossoró, com 55 anos, do sexo masculino. Possui histórico de contato com caso suspeito de Covid-19.

Compartilhe:

Cinco novos casos de Covid-19 confirmados no RN

Por meio de seu perfil no Instagram a Secretaria Estadual de Saúde Pública anunciou mais cinco casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte. São quatro pacientes em Natal e um em Parnamirim. Eles passam bem e estão seguindo as recomendações de isolamento.

Destes quatro amostras foram processadas pelo Laboratório Estadual em Saúde Pública do RN e uma por laboratório privado. O Rio Grande do Norte tem seis casos confirmados, sendo um já curado.
Perfil dos pacientes
– Paciente de Parnamirim, com 31 anos, do sexo masculino. Possui histórico de viagem a Fortaleza e teve contato com estrangeiros.

– Paciente de Natal, com 30 anos, do sexo masculino. Histórico de contato com caso suspeito de Covid-19.

– Paciente de Natal, 49 anos, do sexo feminino. Histórico de contato com casos suspeito

– Paciente de Natal, 37 anos, sexo feminino. Histórico de viagem ao Rio de Janeiro e Santa Catarina.

– Paciente de Natal, 70 anos, sexo masculino. Com histórico de contato com caso suspeitos (exames realizados em laboratório privado

Compartilhe:

Primeiro caso de Coronavírus do RN é confirmado

Resultado de imagem para coronavírus

Abaixo nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde Pública e da Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmando o primeiro caso de Coronavírus do Rio Grande do Norte.

NOTA TÉCNICA

A Secretaria de Estado da Saúde Pública e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmam, na noite desta quinta-feira (12/03), o primeiro caso importado do novo Coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Norte.

Trata-se de paciente com histórico de viagem à Europa (França, Itália e Áustria), de 24 anos do sexo feminino. A referida paciente passa bem e está seguindo as recomendações de isolamento preconizadas em Natal, onde reside. As análises laboratoriais foram realizadas pelo Instituto Evandro Chagas, no Pará, referência nacional para os exames do covid-19.

Importante destacar que a paciente foi contaminada na Europa, ou seja, ainda não temos transmissão local no RN – quando ocorre de pessoa a pessoa. A paciente começou a manifestar os sintomas da doença, ao retornar ao Estado procurou assistência médica. Desde a notificação, todas as medidas de controle e prevenção da doença vêm sendo tomadas pelas Secretarias de Estado e Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

As Secretarias reforçam a necessidade da população manter as medidas de higiene que protegem não só para o covid-19, mas para diversos vírus de transmissão respiratória que circulam em nosso território, como sarampo e a influenza. Os potiguares também devem ficar atentos às informações oficiais, evitando propagar fake News.

Por fim, A Sesap-RN e a SMS Natal reafirmam que este não é um momento para pânico. O Estado vem intensificando a articulação com os municípios para operacionalizar o plano de contingências que prevê a ampliação das ações assistenciais, de vigilância e de educação em saúde. Trabalhando arduamente para atender os casos suspeitos por covid-19 independente de confirmação, buscando, assim, evitar novos adoecimentos.

Natal, 12 de março de 2020.

Cipriano Maia de Vasconcelos

Secretário de Estado da Saúde Pública do RN

George Antunes de Oliveira

Secretário Municipal de Saúde do Natal

Compartilhe:

Semana começa com fantasma do Coronavírus em Mossoró

Resultado de imagem para coronavírus

A primeira notícia do dia é desanimadora. A Secretaria Municipal de Saúde informa que um homem, uma mulher e um adolescente que chegaram recentemente da Itália estão sob investigação.

O trio pode reunir os primeiros casos de Coronavírus em Mossoró e no Rio Grande do Norte.

Eles estavam sendo atendidos num hospital privado que comunicou ao Município.

Compartilhe:

RN descarta dois casos suspeitos de Coronavírus

Ainda restam três casos suspeitos (Foto: Ascom/Sesap)

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e secretarias municipais de Saúde de Natal e Parnamirim reuniram a imprensa, na manhã desta sexta-feira, 28, para comunicar os casos classificados como suspeitos de infecção humana pelo Covid-2019 (Novo Coronavírus) no Rio Grande do Norte, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS).

Até o momento a situação epidemiológica é de três casos classificados como suspeitos. As amostras coletadas nestes pacientes foram enviadas ao Instituto Evandro Chagas, no Pará, e deverão ter os resultados liberados no prazo de sete dias úteis. As três pessoas estão em isolamento domiciliar, com estado de saúde bom, apresentando sintomas leves, como tosse e coriza. Todos os casos têm histórico de viagem à Itália.

Na tarde de ontem (27) havia cinco casos suspeitos em investigação, informados no banco de dados do Ministério da Saúde. Dois foram excluídos por terem diagnóstico positivo para a Influenza B (gripe). A investigação no caso de uma criança foi concluída e o caso foi excluído, ou seja, não chegou a ser notificado como suspeito por não se enquadrar nos critérios do MS.

O protocolo define que a coleta é feita após o primeiro relato dos sintomas, e uma análise inicial é feita no Laboratório Central do RN, o Lacen. Caso seja detectado outro vírus respiratório, diferente do coronavírus, o caso é considerado descartado. Em caso de resultado negativo ou inconclusivo para influenza, a amostra é enviada para o laboratório de referência nacional, o Instituto Evandro Chagas, no Pará.

O infectologista André Prudente lembrou que os critérios do Ministério da Saúde foram ampliados. “Neste momento é natural que mais casos se enquadrem como casos suspeitos por se tratarem de pessoas que estiveram em outros países  e contraíram influenza, mas precisam ser investigadas [para o novo coronavírus]”, explicou.

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, ressaltou que o Hospital Giselda Trigueiro e o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes são unidades de referência para os casos que necessitem de internação. “A rede municipal de saúde está sensibilizada para o atendimento e coleta de material para exames”. A partir de hoje a Sesap vai emitir boletins epidemiológicos com atualização dos casos no RN.

Texto: Assessoria/Sesap.

Compartilhe: