Larissa Rosado é acomodada na Assembleia Legislativa

Larissa será chefe de gabinete da presidência da Assembleia (Foto: autor não identificado)

A ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) não ficou muito tempo fora da Assembleia Legislativa. Segundo a jornalista Thaísa Galvão em seu blog, a tucana será chefe de gabinete da casa.

Larissa é amiga pessoal do presidente da mesa diretora Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) e após exercer quatro mandatos conhece bem o funcionamento do parlamento estadual.

Compartilhe:

O político mais poderoso do RN

Ezequiel cercado por jornalistas. A pauta da política potiguar passa por ele (Foto: João Gilberto)

Difícil lembrar a última vez que a Assembleia Legislativa teve uma eleição da mesa diretora para segundo biênio de legislatura sem antecipação. Mas ontem todos os recordes foram batidos.

Num mesmo dia, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) foi eleito e reeleito. Foi uma monstruosa demonstração de poder do parlamentar.

Foram 23 votos a favor nos dois pleitos. Ezequiel se deu ao luxo de se abster nos dois casos.

Ezequiel não é parlamentar federal nem tem um capital eleitoral de mais de um milhão de votos. Se optasse por Brasília, seria mais um no meio de 513 deputados federais. Se se elegesse senador seria mais um entre 81 senadores.

Se fosse um governador com mais um milhão de votos, Ezequiel seria vítima da volatilidade eleitoral causada pela máquina de triturar biografias que se tornou a cadeira de governador do Rio Grande do Norte.

Ezequiel formou a maior bancada de deputados estaduais na legislatura passada. Reuniu nada mais nada menos que oito deputados. Cinco deles se reelegeram na coligação mais disputada da corrida a Assembleia Legislativa.

Mais votado em sete de outubro (58.221 votos), Ezequiel contribuiu para que outro mais votado, Benes Leocádio (PTC), se elegesse deputado federal com 125.841 sufrágios.

No dia 31 de janeiro de 2023, Ezequiel acumulará oito anos como presidente da Assembleia e por ele passarão todas as reformas do Governo Fátima Bezerra (PT). Unanimidade entre seus pares, influente junto aos poderes, cortejado e com boa penetração entre todos líderes políticos do Rio Grande do Norte. Assim, o tucano acumula poder que pode lhe levar a voos mais altos como conseguiu Robinson Faria (PSD) no passado.

Se sobreviver às investigações das quais é alvo, Ezequiel Ferreira de Souza ditará, sem dificuldades, os rumos da política potiguar nos próximos quatro anos.

Compartilhe:

Ezequiel é eleito e reeleito presidente da Assembleia no mesmo dia

Após tomarem posse para a 62ª Legislatura os deputados estaduais escolheram a nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) para o biênio 2019-2020 e em seguida a eleição para o biênio 2021-2022. O deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) foi eleito presidente da ALRN com 23 votos nas duas eleições.

“Quero deixar aqui o meu agradecimento pela confiança dos colegas parlamentares que aqui já estavam e dividir todo o êxito da gestão de quatro anos com os deputados e todos os funcionários desta Casa Legislativa. Meu agradecimento pela confiança dos que aqui chegaram e que vieram com o mesmo propósito dos demais deputados de ser voz de ressonância da sociedade nessa casa plural, representando com responsabilidade, competência e inteligência a voz rouca das ruas. Tenho certeza de que essa legislatura será recheada de novos êxitos e conquistas pelo perfil de cada parlamentar que hoje tomou posse”, disse.

Para o biênio 2019-2020 compõem a mesa: segundo vice-presidente: Vivaldo Costa (PSD); primeiro secretário: Galeno Torquato (PSD); segundo secretário: Raimundo Fernandes (PSDB); terceiro secretário: Albert Dickson (PROS) e quarto secretário: Francisco do PT.

Para o período de 2021-2022 comporão a mesa, além do presidente: primeiro vice-presidente: Galeno Torquato; segundo vice-presidente: Coronel Azevedo (PSL); primeiro secretário: George Soares (PR); segundo secretário: Gustavo Carvalho (PSDB); terceiro secretário, Kleber Rodrigues (Avante) e quarto secretário: Francisco do PT.

Mesa diretora biênio 2019-2020

Presidente – Ezequiel Ferreira (PSDB)

Primeiro vice-presidente – George Soares (PR)

Segundo vice-presidente – Vivaldo Costa (PSD)

Primeiro secretário – Galeno Torquato (PSD)

Segundo secretário – Raimundo Fernandes (PSDB)

Terceiro secretário – Albert Dickson (PROS)

Quarto secretário – Francisco do PT

Mesa Diretora para o biênio 2021-2022

Presidente – Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB)

Primeiro vice-presidente – Galeno Torquato (PSD)

Segundo vice-presidente – Coronel Azevedo (PSL)

Primeiro secretário – George Soares (PR)

Segundo secretário – Gustavo Carvalho (PSDB)

Terceiro secretário – Kleber Rodrigues (AVANTE)

Quarto secretário – Francisco do PT

Compartilhe:

MP Eleitoral denuncia deputados e prefeito por promoção pessoal com sobras orçamentárias

Ato de entrega de ambulância gera ação contra Ezequiel (Foto: autor não identificado)

O Ministério Público Eleitoral (MPE) no Rio Grande do Norte ajuizou, nesta quinta-feira (13), uma ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) contra Ezequiel Ferreira de Souza (atual presidente da Assembleia Legislativa), Rogério Marinho (deputado federal), Deusdete Gomes de Barros e Nataly da Cunha Felipe de Souza, que são prefeito e secretária de Saúde de Angicos, respectivamente.

Segundo o MP Eleitoral, Ezequiel, Deusdete e Nataly fizeram uso promocional da destinação de uma ambulância ao referido município para beneficiar as candidaturas do primeiro e de Rogério Marinho a deputado estadual e federal, respectivamente, no pleito de 2018. Explicou o MP Eleitoral que a Assembleia Legislativa (ALERN), com sobras do seu orçamento de 2016, adquiriu 85 ambulâncias e as doou ao Executivo estadual.

De acordo com a ação, Ezequiel Ferreira, enquanto presidente da ALERN, aproveitou-se do ato para que ele e vários dos demais deputados estaduais aparecessem individualmente perante seus potenciais eleitores em 2018, ao garantir de que cada um deles indicasse o município potiguar – geralmente um “reduto eleitoral” do deputado – para o qual cada ambulância seria destinada. Além disso, houve exploração midiática de cada evento de entrega específica dos veículos.

Nas palavras dos procuradores que assinam a ação, garantiu-se a cada deputado um ‘quinhão’ da doação, com a intenção de propagar no eleitorado a mensagem de que a obtenção de cada ambulância era fruto do esforço, da lembrança e da generosidade pessoal do deputado responsável pela indicação. “Não se tratava do dinheiro arrecadado do povo sendo usado para comprar algo básico para o próprio povo (saúde pública), mas de um ‘agrado’ particular do deputado para com aquela comuna – que a ele deveria ser, portanto, eternamente agradecida, destacam”.

No caso do próprio Ezequiel, ele destinou uma ambulância ao Município de Angicos. E Deusdete Gomes de Barros e Nataly da Cunha Felipe de Souza, prefeito e secretária de Saúde municipais, cuidaram para que a entrega física da ambulância fosse explorada politicamente ao máximo: eles agendaram essa entrega para 29/12/2017, mesmo dia da inauguração da Unidade Básica de Saúde Expedito Eudirço Chimbinha, evento que contou com a entrega simbólica das chaves da ambulância por Ezequiel àqueles gestores locais, discursos emocionados de agradecimento, tendas, benção e oração do pároco local, entre outros atos festivos, tudo com grande cobertura de sites e blogues de internet.

Além disso, prossegue a PRE, no dia 20/09/2018, durante um comício realizado em Angicos/RN em prol das candidaturas de Ezequiel e Rogério Marinho, Deusdete vinculou diretamente a doação daquela ambulância à pessoa de Ezequiel, chegando a mencionar que este “deu um belo presente ao povo” de Angicos.

Outro ilícito eleitoral apontado pelos procuradores teria sido a utilização de recursos públicos da Saúde para pagar o combustível que abasteceu vários dos veículos que participaram da carreata, também ocorrida em 20/09/2018, que antecedeu o comício mencionado no parágrafo anterior. A acusação é lastreada em depoimentos e em documentos fiscais obtidos da Secretaria Estadual de Tributação, que apontam “uma série de abastecimentos fora do horário de expediente dos órgãos públicos”.

A AIJE foi protocolada sob o número 0601618-37.2018.6.20.0000. Havendo procedência da mesma, os acusados ficam sujeitos à multa, à decretação de inelegibilidade por oito anos e, no caso de candidato eleito nas eleições de 2018, à cassação do respectivo diploma.

Compartilhe:

Presidente da Assembleia e grupo de deputados declaram apoio a Fátima

O deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), mais votado com 58.221 votos, anunciou apoio ao projeto governadora Fátima Bezerra (PT) e do vice-governador Antenor Roberto (PCdoB), nesta sexta-feira (19), no Hotel Arituba, em Natal, em ato político acompanhado por deputados federais, deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas.

Participaram do ato de apoio a candidatura de Fátima Bezerra os deputados estaduais, Galeno Torquato, Raimundo Fernandes, Marcia Maia e Dison Lisboa.  O deputado federal mais votado, Benes Leocadio e os deputados Estaduais eleitos Eudiane Macedo e Ubaldo Fernandes, o prefeito de Santana do Matos, Edivaldo Jr, o prefeito de Goianinha, Berg Lisboa, o vice-prefeito de Macau, Rodrigo Aladim, o ex-prefeito de Assú, Ivan Júnior, o presidente da Câmara Municipal de Natal, Raniere Barbosa, o presidente da Câmara Municipal de Ceará Mirim, Ronaldo Venâncio, o vereador em Mossoró João Gentil, o vereadores Ítalo e Rhalessa de Parnamirim, o vereador de Extremoz, Eduardo Motta e dezenas de lideranças e correligionários partidários da capital e do interior do Estado.

“O Rio Grande do Norte precisa unir as bandeiras. E bandeiras de todas as cores. Chega o momento de união de forças, definição e decisão. É preciso empenho das lideranças deste Estado. O projeto é o Rio Grande do Norte unido para superar as dificuldades que necessitam de soluções urgentes”, anunciou Ezequiel Ferreira, enfatizando que chega para arregaçar as mangas e assegurar a vitória de Fátima governadora do Estado.

Fátima Bezerra se mostrou fortalecida com a chegada dos novos apoios.  Disse que do fundo do coração reconhecia o ato de apoio de Ezequiel, do conjunto de deputados e lideranças que estavam se juntando ao projeto governamental como o mais importante fato político deste 2º turno.

“Ezequiel este ato de coragem nos estimula nesta reta final. Digo com toda sinceridade: Estes apoios somam para a busca de soluções para o Estado. Vamos governar em harmonia, serenidade e enfrentando os problemas. O RN quer paz, emprego, tranquilidade, gestão e governabilidade, sem pensamentos menores e contribuindo para a reversão de nossas dificuldades”, externou Fátima Bezerra ao valorizar e reconhecer que a chegada deste novo grupo de aliados representa a ampliação de alianças, a capacidade de fazer mais pelo povo do Rio Grande do Norte e o fortalecimento político na bancada federal e estadual.

Eleita no próximo dia 28 de outubro, Fátima Bezerra terá dois senadores: Zenaíde Maia (eleita no dia 7) e Jean-Paul Prates (que deixará a condição de suplente); já tinha três deputados federais: Fernando Mineiro, Natália Bonavides e Rafael Motta e, passou a contar a partir de hoje com Benes Leocádio do PTC, que ainda assegurou o apoio dos recém-eleitos deputados estaduais do partido: Eudiane Macedo e Ubaldo Fernandes.

“Fizemos a opção para juntos construirmos a vitória. Existem sentimentos que afloram, principalmente, numa campanha como esta. Primeiro o respeito a quem votou e mim, depois a lealdade à liderança de Ezequiel Ferreira que reconheceu em mim o potencial para ser deputado federal e defender a bandeira da municipalidade em Brasília. E, por fim, saber ouvir o clamor da minha região que me concedeu mais de 18 mil votos e fez a opção por Fátima Bezerra governadora do Rio Grande do Norte”, disse Benes Leocádio.

Ao final do evento o grupo de aliados passou a definir ações e estratégias de campanha para os últimos dias do segundo turno. Parafraseando o ex-governador Cortez Pereira (1971-1975), Ezequiel Ferreira disse: “Os que se encantam com a beleza da árvore, muitas vezes se perde com o contexto da floresta. É isto que este ato representa. Temos que pensar no todo. Pensar grande. Pensar no Rio Grande do Norte”, disse Ezequiel.

Compartilhe:

Presidente da Assembleia chama radialista para “trocar tapas”

Em um discurso na cidade de Angicos o presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) chamou o radialista Gean Carlos da FM Cabugi Central.

O parlamentar demonstrou incomodado com as críticas que o radialista tem feito e avisou que derrota ele no voto e na “porrada”.

Confira tudo no vídeo produzido pelo Blog do VT.

Compartilhe:

Auxiliar próximo de presidente da Assembleia é alvo de investigação

 

Viveiros está na mira do MP (Foto: João Gilberto)

Blog Carlos Santos

 

Além de chegar na antessala do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), a Operação Canastra Real desembarcou noutro gabinete ainda mais influente nesse poder: do secretário geral da Casa, o ex-deputado federal Augusto Carlos Viveiros, tio-afim de Ezequiel.

Viveiros também é investigado pelo Ministério Público do RN (MPRN), em novo caso de corrupção na Assembleia Legislativa. Dessa feita, mais de R$ 2,4 milhões teriam sido desviados com uso de servidores fantasmas – todos lotados no Gabinete da Presidência da AL.

Por enquanto, o nome que aparece em maior relevo na Canastra Real, deflagrada na última segunda-feira (17), é o da chefe de Gabinete de Ezequiel Ferreira, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, presa na operação. Deduz-se, que ela chegava a juntar em espécie (na boca do caixa) cerca de R$ 80 mil líquidos/mensalmente, “em proveito próprio e de terceiros” (ainda ocultos).

Falsificação

Mas contra Viveiros foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em dois endereços seus: Avenida Rio Branco, Edifício Barão do Rio Branco 571, salas 507/508, em Cidade Alta; Rua Doutor Manoel Dantas, 516, Condomínio Residencial Solar João e Marilda Ferreira de Souza, Apartamento 2001, Petrópolis, ambos em Natal.

Relata o MPRN, que Augusto Carlos Viveiros falsificou pelo menos seis declarações de domicílios em favor de servidores fantasmas recrutados por Ana Augusta no município de Espírito Santo (RN), onde seu marido Fernando Teixeira (PSDB) é prefeito e, uma filha, vereadora. Ela mesma presidiu a Câmara Municipal local noutra legislatura.

Compartilhe:

Deputado excluído das eleições declara apoio a Ezequiel

De fora da disputa, Dison declara apoio

Neste domingo (26), o deputado Dison Lisboa (PSD) e o prefeito de Goianinha, Berg Lisboa anunciaram apoio do seu grupo à reeleição do deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB). “Este é um momento importante da política do Agreste Potiguar. Ter Ezequiel junto e segurando a bandeira do desenvolvimento para região é sinal de que o povo agresteiro pode esperar que o ritmo de novas conquistas será ainda mais acelerado”, disse o deputado Dison ao saudar Ezequiel diante de amigos e correligionários.

O governador Robinson Faria, o deputado federal Fábio Faria e lideranças de todo o Agreste Potiguar prestigiaram o encontro.   “O Rio Grande do Norte é testemunha do trabalho dedicado e profícuo que o grupo político de Dison e Berg Lisboa, juntamente com outras lideranças conduzem em nome de Goianinha. A cidade é um verdadeiro canteiro de obras. Impressiona constatar ações nos setores de saúde, a exemplo do recente convênio com o Secretaria de Estado da Saúde, para a manutenção do Hospital que fica às margens da BR 101 e por isto atende pacientes de toda região. Mas tem mais. Tem obra estruturante, iluminação pública, reforma de escolas municipais, ações de esporte e lazer e a busca incessante por melhoria da qualidade de vida e da geração de emprego e renda para os moradores daqui de Goianinha. É neste ritmo de conquistas e desenvolvimento que me comprometo com todos os goianinhense”, afirmou o deputado Ezequiel.

Em Goianinha além do deputado Disson, do prefeito Berg e da primeira-dama Lucicleide, marcaram presença o vereador e presidente da Câmara Municipal, Odilon, os vereadores Ademar, Dema, Panta, Cal, Juliana, Luizinho e Jean. O sentimento de todos é de que Goianinha não deixará de ter um representante na Assembleia Legislativa para lutar pelas questões da cidade.

Nota do Blog: Dison Lisboa está condenado por improbidade administrativa com trânsito em julgado no STF.

Compartilhe: