Fátima Bezerra inicia segundo turno mantendo dianteira sobre Carlos Eduardo

A senadora Fátima Bezerra (PT) iniciou o segundo turno com vantagem sobre o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT). É o que aponta a pesquisa Certus encomendada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN).

Nos votos válidos (que excluem brancos, nulos e indecisos) Fátima lidera com 53,62% seguida por Carlos Eduardo com 46,38%.

No cenário estimulado (que apresenta lista de candidatos) Fátima aparece com 44,61% contra 38,58% de Carlos Eduardo. Nenhum tem 9,72%, não sabe 6,88% e não respondeu 0,21%.

No cenário espontâneo (quando não é apresentada a lista de nomes) Fátima Bezerra tem 39,22%, Carlos Eduardo 34,40%, não Sabe 15,67%, nenhum 9,65%% e outro 0,35%.

A pesquisa Certus/FIERN ouviu 1.410 pessoas no Rio Grande do Norte entre os dias 10 e 13 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos BR – 00385/2018 e RN – 02146/2018.

 

Compartilhe:

Haddad lidera pesquisa Certus/FIERN no RN

Com 56,82% dos votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos) o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) seria o candidato a presidente mais votado no Rio Grande do Norte segundo a pesquisa Certus encomendada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN).

O candidato do PSL Jair Bolsonaro aparece com 43,18% da preferência dos potiguares.

Na pesquisa estimulada (que apresenta a lista de candidatos) o petista tem 45,46% contra 34,54%% de seu adversário. Nenhum tem 11,42%, não sabe 8,37% e não respondeu 0,21%.

Na pesquisa espontânea (quando não é apresentada a lista de candidatos) Fernando Haddad tem 41,28%, Jair Bolsonaro 32,91%, não sabe 13,55%, nenhum 11,63%, outro 0,35% e não respondeu 0,28%.

A pesquisa Certus/FIERN ouviu 1.410 pessoas no Rio Grande do Norte entre os dias 10 e 13 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos BR – 00385/2018 e RN – 02146/2018.

Compartilhe:

Styvenson e Zenaide lideram pesquisa Certus/FIERN para o Senado

A pesquisa Certus/FIERN indica que se as eleições fossem hoje os novos senadores do Rio Grande do Norte seria o capitão Styvenson Valentim (REDE) e a deputada federal Zenaide Maia (PHS).

Utilizando o critério do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – que prevê soma e divisão dos dois votos – o militar teria 16,31% (32,62% na soma) e a parlamentar 13,58% (27,16% na soma).

Mas o senador Garibaldi Alves Filho (MDB) e o ex-governador Geraldo Melo (PSDB) seguem competitivos com respectivamente 12,41% (24,82) e 12,13% (24,26%).

Considerado os votos válidos Capitão Styvenson tem 24,21%, Zenaide 20,16%, Garibaldi 18,42% e Geraldo 18%.

No item rejeição Garibaldi lidera com 17,55% seguido por Geraldo com 9,99%.

A Pesquisa FIERN/Certus ouviu 1.410 pessoas em oito regiões do RN entre os dias 30/09 a 3/10. A margem de erro 3% e intervalo de confiança de 95%. A sondagem está registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR-01666/2018 e RN-05819/2018.

Confira os números

Soma e divisão de votos (estimulada)

Votos válidos 

Rejeição 

 

Compartilhe:

Simulações de segundo turno apontam vitória de Fátima, segundo pesquisa Certus/FIERN

Nas simulações de segundo turno realizadas pelo Instituto Certus na pesquisa Retratos do RN encomendada pela FIERN a senadora Fátima Bezerra (PT) segue vencendo as simulações de segundo turno.

Confira os quadros:

Fátima x Carlos Eduardo

Fátima Bezerra 46,10%

Carlos Eduardo 35,60%

Nenhum 13,90%

Não sabe 4,40%

Fátima x Robinson

Fátima Bezerra 55,60%

Robinson Faria 19,65%

Nenhum 20%

Não sabe 4,26%

Não Respondeu 0,50%

Carlos Eduardo x Robinson

Carlos Eduardo 54,54%

Robinson Faria 18,44%

Nenhum 22,27%

Não sabe 4,75%

A Pesquisa FIERN/Certus ouviu 1.410 pessoas em oito regiões do RN entre os dias 30/09 a 3/10. A margem de erro 3% e intervalo de confiança de 95%. A sondagem está registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR-01666/2018 e RN-05819/2018.

Confira os números da pesquisa Certus/FIERN para o primeiro turno AQUI

Compartilhe:

Pesquisa Certus/FIERN traz Fátima estacionada e crescimento de Carlos Eduardo

A pesquisa Certus/FIERN traz crescimento do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT). Na sondagem de 23 de setembro ele tinha 21,21% e agora aparece com 25,82%.

Já Fátima Bezerra (PT) segue na casa dos 36% como na pesquisa anterior.

No cenário espontâneo (quando não é apresentada uma lista de candidatos) Fátima tem 26,67% e Carlos Eduardo 18,72%.

Levando em consideração apenas os votos válidos (quando se excluem brancos, nulos e indecisos) Fátima Fátima Bezerra tem 46,91%, Carlos Eduardo 33,55% e o governador Robinson Faria (PSD) 12,53%. O cenário é de segundo turno.

A rejeição segue sob liderança de Robinson Faria com 36,42%, seguido por Fátima Bezerra com 14,66% e Carlos Eduardo 8,34%.

A Pesquisa FIERN/Certus ouviu 1.410 pessoas em oito regiões do RN entre os dias 30/09 a 3/10. A margem de erro 3% e intervalo de confiança de 95%. A sondagem está registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR-01666/2018 e RN-05819/2018.

Confira os números

Pesquisa estimulada 

Considerando os votos válidos 

Rejeição 

Compartilhe:

Pesquisa Certus: Haddad derrotaria Bolsonaro no RN se as eleições fossem hoje

A pesquisa do Instituto Certus mostrou que o candidato a presidente da República Fernando Haddad tem 33,55% de intenções de voto no Rio Grande do Norte. Em segundo lugar se encontra o líder das pesquisas em nível nacional Jair Bolsonaro (PSL) com 20,35%.

O terceiro colocado é o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 13,76%.

Na pesquisa espontânea os mais lembrados foram Fernando Haddad (25,82), Bolsonaro (18,79%) e Ciro Gomes (10,21%).

Considerando apenas os votos válidos Fernando Haddad tem 42,96% contra 26,07% de Bolsonaro.

O item rejeição tem a liderança de Bolsonaro com 38,26% seguido por Haddad 17,02%.

A Pesquisa FIERN/Certus ouviu 1.410 pessoas em oito regiões do RN entre os dias 30/09 a 3/10. A margem de erro 3% e intervalo de confiança de 95%. A sondagem está registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR-01666/2018 e RN-05819/2018.

Esta foi a quinta rodada da pesquisa Retratos do RN.

Confira os números

Pesquisa estimulada 

Pesquisa estimulada considerando os votos válidos

Rejeição

Compartilhe:

FIERN lança campanha sobre importância do voto

A importância do voto e a responsabilidade do eleitor com o futuro do país foram destacados pelo presidente Amaro Sales de Araújo, durante a reunião da Diretoria da FIERN, realizada nesta sexta-feira, 28, na Casa da Indústria. Na ocasião, o presidente lançou a campanha “Seu voto é importante”, em que chama a atenção para que os eleitores assumam o papel de protagonistas na escolha dos próximos governantes e legisladores, em âmbito nacional e estadual, no pleito do próximo dia 7 de outubro.

“É uma preocupação do Sistema FIERN, com o futuro, a questão do voto consciente. O voto é a maior arma que temos no exercício da democracia É nele que o eleitor pode se manifestar e decidir o futuro do país”, frisa Amaro Sales, ao anunciar a nova campanha que enfatiza a importância da participação de todos no processo democrático brasileiro, por meio do voto.

A apresentação da campanha, dividida em 10 peças que serão veiculadas nas redes sociais, ficou a cargo da gerente da Unidade Comunicação, Dodora Guedes, e o assessor de marketing Ricardo Rosado.

O Sistema FIERN, ao longo do ano, tem dado a sua contribuição para que o voto consciente seja uma prática, seja apresentando sugestões de projetos e ações relevantes à indústria potiguar, seja por meio de espaço para debater propostas dos candidatos à Presidência da República, ao Governo e ao Senado. Além disso, a FIERN em parceria com o Instituto Certus encomendou cinco pesquisas de intenção de voto, que estão sendo divulgadas desde maio, sendo a última no próximo dia 5 de outubro.

Entre os meses de março e julho, a FIERN realizou o Fórum Caminhos do Brasil, que recebeu os então pré-candidatos à Presidência da República, João Amoedo (Novo), Álvaro Dias (Podemos), Jair Bolsonaro (PSL), Aldo Rabelo (Solidariedade), Henrique Meirelles (MDB) e Manuela D’Ávila (PCdoB).

A FIERN também promoveu a atualização do MAIS RN e lançou, no dia 16 de agosto, a nova edição do estudo que traz a Agenda de Resgate Potiguar 2019/2022, com 44 metas e 180 ações voltadas ao desenvolvimento do Estado, com equilíbrio fiscal, governança, melhoria e qualidade dos serviços essências, investimentos e negócios.

A edição atualizada do estudo foi entregue a representantes dos três Poderes e da Igreja e, posteriormente, aos oito candidatos ao Governo do Estado, durante a a realização do “Fórum Caminhos do RN” com os candidatos ao governo do estado e ao Senado, na Casa da Indústria.

Compartilhe:

Queda da atividade da construção civil no RN reduz em agosto

A Sondagem Indústria da Construção, elaborada pela FIERN, aponta que, no mês de agosto, a atividade do setor registrou nova queda e ficou abaixo do padrão usual para o período, tendência que se repete ininterruptamente desde outubro de 2013. Acompanhando o desempenho negativo da atividade, o número de empregados também recuou, mas em menor intensidade do que em julho; e o nível médio de Utilização da Capacidade de Operação (UCO) declinou de 42% para 34%.

Em setembro, as expectativas dos empresários da Indústria da Construção para os próximos seis meses permanecem negativas em todos os aspectos avaliados, a saber: nível de atividade, compras de insumo e matérias-primas, contratação de novos empreendimentos e serviços e número de empregados. Por sua vez, a intenção de investimento ficou praticamente estável, ao passar de 25,4 pontos em agosto para 25,5 pontos em setembro.

Comparando-se os indicadores avaliados pela Sondagem Indústria da Construção potiguar com os resultados nacionais divulgados em 27/09 pela CNI, observa-se que, de um modo geral, as avaliações convergiram, com a diferença de que os empresários nacionais apontaram aumento na utilização da capacidade operacional (UCO) – de 58% em julho para 60% em agosto – e as expectativas em relação ao nível de atividade e aos empreendimentos e serviços nos próximos seis meses são de estabilidade, enquanto os empresários potiguares preveem queda.

Compartilhe:

FIERN/Certus terá mais uma pesquisa para Governo e Senado no RN

A partir das 7 horas da manhã de sexta-feira (05.10) a FIERN inicia, através do seu perfil no Twitter (twitter.com/sistemafiern) a divulgação da quinta pesquisa eleitoral contratada, com exclusividade, junto à empresa Certus. A primeira saiu no dia 06 de maio, a segunda no dia 29 de julho, terceira no dia 02 de setembro e a quarta no dia 23 de setembro.

Às 12 horas de sexta-feira, 05.10, a pesquisa estará disponível na íntegra no portal da FIERN (www.fiern.org.br). As pesquisas anteriores podem ser acessadas no https://www.fiern.org.br/pesquisa-eleitoral/

A pesquisa “Retratos da Sociedade Potiguar 2018” é realizada em todo o estado pela Certus para a Federação das Indústrias e revela quem são os preferidos dos eleitores para a Presidência da República, Governo do Estado e Senado.

 

 

Compartilhe:

Sondagem mostra estabilidade na produção industrial no RN

A Sondagem das indústrias Extrativas e de Transformação do Rio Grande do Norte, elaborada pela FIERN, revela que, no mês de agosto, a produção industrial potiguar ficou estável, após dois meses seguidos de crescimento. Mesmo assim, a utilização da capacidade instalada (UCI) recuou de 74% em julho para 71% em agosto, sendo considerado pelos empresários consultados como abaixo do padrão usual para o período.

O índice de evolução do número de empregados permanece abaixo dos 50 pontos, apontando queda do emprego industrial na comparação com o mês anterior, mantendo a tendência negativa que vem sendo observada desde outubro de 2017. Os estoques de produtos finais voltaram a crescer, mas, mesmo assim, ficaram abaixo do nível planejado pelo conjunto da indústria.

Quando comparados os dois portes de empresa pesquisados, observam-se, em alguns aspectos, comportamento divergente. As pequenas indústrias apontaram aumento da produção e queda nos estoques de produtos finais; esperam redução no número de empregados e crescimento nas vendas externas nos próximos seis meses. As médias e grandes empresas, por sua vez, assinalaram queda na produção e acúmulo de estoques de produtos finais; preveem crescimento no número de empregados e estabilidade da quantidade exportada para os próximos seis meses.

Comparando-se os indicadores avaliados pela nossa Sondagem Industrial com os resultados divulgados em 24/09 pela CNI para o conjunto do Brasil, observa-se que, de um modo geral, as avaliações convergiram, com a diferença de que os empresários nacionais apontaram aumento na produção e na utilização da capacidade instalada (UCI); as expectativas em relação ao número de empregados nos próximos seis meses são de estabilidade, enquanto os empresários potiguares esperam crescimento moderado.

Para maiores informações sobre a Sondagem nacional, favor acessar o link:
http://www.portaldaindustria.com.br/estatisticas/sondagem-industrial/

Compartilhe: