Movimento para implantar Comissão de Ética na Câmara visa intimidar futuro vereador

Conhecido por ter discurso duro, Gilberto Diógenes provoca temor em futuros colegas (Foto: Cezar Alves)

Conhecido por jogar duro no debate político o sindicalista Gilberto Diógenes (PT) se tornará vereador em fevereiro de 2019 quando Isolda Dantas (PT) deixará a Câmara Municipal para se tornar deputada estadual.

Sabendo que Gilberto não poupará adversários nos debates, a bancada governista pressiona a presidente Izabel Montenegro (MDB) para implantar a comissão aprovada na legislatura passada, mas que sempre permaneceu engavetada.

Durante o primeiro biênio desta legislatura houve pedidos para implantar a comissão no sentido de intimidar Isolda Dantas.

É grande a possibilidade de a Comissão de Ética ser implantada este ano. Ela seria formada por cinco membros sendo três da situação e dois da oposição.

Compartilhe:

Mossoró terá um novo vereador em 2019

Diógenes será oposição forte contra Rosalba

Com a eleição de Isolda Dantas (PT) para a Assembleia Legislativa um novo nome desembarca na Câmara Municipal. O sindicalista Gilberto Diógenes (PT) finalmente realizará o sonho de ser vereador.

Ele é o primeiro suplente da coligação PT/PC do B nas eleições de 2016. Ele recebeu 899 votos naquele pleito.

Será um duro opositor da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Compartilhe: