Vereadora denuncia à Justiça Eleitoral aplicação de falsa pesquisa

A vereadora Isolda Dantas (PT) denunciou à Justiça Eleitoral a aplicação de pesquisa falsa em Mossoró. A parlamentar, que se elegeu deputada estadual no dia 7, informou ao Blog do Barreto que fez a denúncia tanto no aplicativo pardal como pessoalmente.

Ela entregou áudios com relatos que batem com a denúncia feita pelo jornalista Vonúvio Praxedes nas redes sociais.

O jornalista relatou o seguinte: “Pessoas se passando por pesquisadores estão batendo portas dos mossoroenses e questionando os votos dos eleitores. Se respondem que votam em Fátima Bezerra, os falsos pesquisadores debulham uma série de Fake News tentando mudança da opinião dos abordados. Que jogo sujo… podre!”.

O Blog do Barreto também teve acessos aos áudios relatando o modus operandi da falsa pesquisa que na verdade utiliza um método antigo de manipulação do eleitor mais desinformado.

Compartilhe:

Isolda quebra tabu de 24 anos na política mossoroense

Depois de 24 anos um vereador de Mossoró se torna deputado

Ao se eleger deputada estadual a vereadora Isolda Dantas (PT) quebrou um tabu de 24 anos na política mossoroense. A última vez que um vereador de Mossoró se elegeu para a Assembleia Legislativa foi em 1994 quando Francisco José conquistou o feito.

O “irmãozinho” era filiado ao PFL e recebeu 14.377 em todo o Rio Grande do Norte.

Após 24 anos, Isolda foi eleita com 32.963 votos sendo 11.031 sufrágios em Mossoró.

Compartilhe:

Uma nova oposição emerge em Mossoró

Deputados eleitos emergem como lideranças

Com o fracasso do grupo de Tião Couto (PR) nas urnas emerge uma nova oposição em Mossoró com o surgimento de duas novas lideranças.

A cidade pela primeira vez desde a redemocratização terá dois deputados estaduais sem origem ou ligação com a família Rosado.

Caberá aos líderes emergentes conduzirem os rumos da oposição na cidade.

Allyson Bezerra (SD) foi o segundo estadual mais votado em Mossoró. Isolda Dantas (PT) foi a quarta mais votada na cidade. Os dois ficaram atrás de Larissa Rosado (PSDB), mas juntos tiraram mais votos que a candidata oficial do Palácio da Resistência (Confira os números de Mossoró mais abaixo).

Caberá a Isolda e Allyson, unidos ou em faixa própria, conduzirem a oposição à prefeita Rosalba Ciarlini (PP) rumo ao pleito de 2020.

 

Confira os dez candidatos a deputado estadual mais votados em Mossoró

 

LARISSA ROSADO (PSDB): 17.753 (15,08%)

ALLYSON BEZERRA (SD):  13.095 (11,13%)

JORGE DO ROSARIO (PR):  12.017 (10,21%)

ISOLDA DANTAS (PT): 11.031 (9,37%)

Dr. BERNARDO (AVA): 4.543 (3,86%)

FLAVINHO (PPL): 4.279 (3,64%)

SOUZA (PHS): 3.073 (2,61%)

Dr. DANIEL (PSL):  2.881 (2,45%)

GUTEMBERG DIAS (PCdoB):  2.205 (1,87%)

CORONEL AZEVEDO (PSL):  1.910 (1,62%)

 

Compartilhe:

Mossoró terá um novo vereador em 2019

Diógenes será oposição forte contra Rosalba

Com a eleição de Isolda Dantas (PT) para a Assembleia Legislativa um novo nome desembarca na Câmara Municipal. O sindicalista Gilberto Diógenes (PT) finalmente realizará o sonho de ser vereador.

Ele é o primeiro suplente da coligação PT/PC do B nas eleições de 2016. Ele recebeu 899 votos naquele pleito.

Será um duro opositor da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Compartilhe:

Representação de Mossoró na Assembleia pode ter nome pouco lembrado

Isolda tem bases fora dos limites de Mossoró

Pouco se fala nas rodas de conversas sobre a possibilidade de a vereadora Isolda Dantas (PT) conquistar uma vaga na Assembleia Legislativa. Vez por outra o nome dela é até tratado com certo desdém por alguns.

Mas a candidatura dela é competitiva dentro da Coligação do Lado Certo (PT, PC do B e PHS). A tendência é que sejam eleitos três deputados e Isolda está na disputa.

Ela montou bases fora dos limites de Mossoró e mantém dobradinhas com os candidatos a deputado federal Fernando Mineiro e Natália Bonavides.

Na capital do Oeste ela duela pelos votos da esquerda com o professor e empresário Gutemberg Dias (PC do B).

Isolda tem chances reais de ser uma representante de Mossoró na Assembleia Legislativa.

Compartilhe:

Presidente do PT reage a Rosalba

Blog Saulo Vale

A presidente municipal do PT de Mossoró, vereadora Isolda Dantas, rebateu às críticas da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), que afirmou que o PT “é um partido de lobos”.

“Ela perdeu a capacidade de distinguir quem é lobo e quem é cordeiro: lobo é quem votou contra a população e está ao lado dela”, disparou, durante sessão ordinária na Câmara Municipal nesta terça-feira (18).

“Nos deixa assustadas o fato de a chefe do Executivo se prestar ao papel de ir ao bairro popular incitar ódio e fazer insinuações levianas contra o PT”, complementou.

Rosalba, neste final de semana, afirmou durante movimentação em favor de seus candidatos, que “essa candidata [Fátima Bezerra] está na pele de um cordeiro, mas todos sabem que pertence a um partido de lobos [PT]”. Ela ainda chegou a fazer ligações do PT com o ataque ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), coisa que negou posteriormente. O vídeo está disponível na internet.

Compartilhe:

Uma prévia de 2020 em Mossoró na eleição de deputado estadual

153243212981833

A vereadora Isolda Dantas (PT) e o professor e empresário Gutemberg Dias (PC do B) travam uma disputam à parte nas eleições deste ano. Pré-candidatos a deputado estadual eles atuam no mesmo campo eleitoral em Mossoró.

São dois nomes em ascensão na política local e podem emergir das eleições 2018 candidatos a prefeito de Mossoró em 2020.

O problema é que são de partidos historicamente aliados que necessitam um do outro numa esquerda ainda incipiente na capital do Oeste.

Quem for o mais votado em Mossoró poderá suplantar o outro na corrida ao Palácio da Resistência como principal nome de esquerda. Tudo isso independente do resultado geral das eleições.

Nas eleições de 2016 Gutemberg obteve a maior votação de um candidato a prefeito no campo da esquerda em Mossoró com 11.152 votos. Isolda desbancou a velha guarda do PT se elegendo vereadora com 1.861 sufrágios.

A sorte está lançada e 2020 é logo ali.

Compartilhe:

PT de Mossoró cria arestas para possível vice de Fátima Bezerra e agenda da senadora na cidade é adiada

blog-1000

O PT mossoroense está em uma disputa interna. A legenda se dividiu entre os que não aceitam a filiação do empresário Wilson Fernandes e os que enxergam o nome dele com entusiasmo. Isso provocou o adiamento da filiação do possível vice da senadora Fátima Bezerra (PT) que seria no próximo sábado.

O Blog do Barreto conversou com a presidente do PT mossoroense, vereadora Isolda Dantas, que explicou que está tentando apaziguar o partido, mas frisou que a decisão final será do diretório. Mas são setores do grupo dela quem se posicionam contra essa filiação. O grupo da velha guarda petista comandado por Crispiniano Neto, Nelson Gregório e Tércio Pereira apoia a chegada dele ao partido.

O Blog apurou ainda que Wilson é um empresário que acompanha os projetos do PT desde os anos 1980 e possui formação política identificada com a esquerda.

O imbróglio cria um problema político para a senadora na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

Compartilhe: