Deputada e senador articulam recursos para revitalização de CAICs de Mossoró

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) está articulando junto ao senador Jean-Paul Prates (PT) uma emenda para garantir recursos para a recuperação dos CAICs de Mossoró.

Ontem a deputada e o senador conversaram com o secretário estadual de educação Getúlio Marques, tratando de questões referentes à educação do RN, em especial a situação dos CAICs de Mossoró.

“Os CAICs são equipamentos que fazem muita diferença nas comunidades em que funcionam. Na nossa última escuta que fizemos à população do bairro Belo Horizonte, em Mossoró, ouvimos o apelo popular e a partir disso estamos buscando dialogar junto ao governo em prol da revitalização do Caic”.

O professor mossoroense da UFRN, Francisco Vidal, vai contribuir com a viabilidade técnica deste processo de reestruturação.

Compartilhe:

Isolda defende frente política em defesa de correções em falhas de Complexo Viário

Isolda debateu violência no trânsito com a população (Foto: Wigna Ribeiro)

A audiência pública “Vida no Trânsito: educação, engenharia e fiscalização no contexto da Região Oeste”, realizada hoje, 16, pela deputada estadual Isolda Dantas (PT), no auditório da Faculdade de Enfermagem da UERN, contou com a participação de representantes de órgãos municipais e estaduais, trabalhadores e grupos de ciclistas e motociclista que vivem o trânsito da Região Oeste do estado e apontou a importância de se debater um tema abrangente e crucial e sobre a vida.

A Responsável Técnica pelo Programa Vida no Trânsito Estadual, Lorrayne Vieira, iniciou a audiência com dados reais de violência no trânsito de Mossoró e região e mostrou a necessidade do debate e o trabalho articulado.

O Major Manoel Lima, Comandante do 2º DPRE, também apontou estatísticas gerais do trânsito e falou da queda dos níveis dos acidentes e mortes no trânsito do estado fazendo a ligação direta com a gestão do governo de Fátima.

Também presente no debate, Jorge Braúna, Policial Rodoviário Estadual, apresentou os principais pontos de acidentes de trânsito em 31 municípios na região Oeste. Mostrou ainda que grande parte dos acidentes tem a ver com animais na pista e engenharia de sinalização.

Maribel Machado, representando a Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito, trouxe preocupações locais, especificamente, em Mossoró, com a educação e a conscientização das pessoas em mudar a cultura de imprudência no trânsito.

O motociclista e representante da Federação da Associação de Motociclistas de Mossoró, Ciro Sabujo, alertou sobre a importância da fiscalização, especialmente aos motociclista para que cumpram as regras de segurança no trânsito.

A servidora pública e ciclista do Grupo Pedal 110, Djayra Alves, falou sobre o seu amor por pedalar e conhecer lugares novos, mas trouxe também preocupações sobre a inexistência de ciclovias, como também lugares para guardar bicicletas em Mossoró.

Na discussão, a coordenadora estratégica do Programa RN+Saudável da Sesap, Tereza Freire, comentou que: “O debate é fundamental para que tenhamos uma outra cultura de trânsito e, assim, mais saúde e mais vida”.

Ao final da audiência, após ouvir as falas da mesa e plenário, a deputada elencou encaminhamentos importantes como a implantação de megabanco de indicações e estatísticas; a Frente Política do ajuste do complexo viário de Mossoró; a inserção de todos os órgãos do governo no Programa vida no trânsito; inserções no plano de mobilidade pública e campanhas de prevenção de acidentes.

 

Compartilhe:

Violência no trânsito será debatida em Mossoró

Isolda é a propositora da audiência (Foto: ALRN)

As violências e acidentes no trânsito são responsáveis por cerca de 9% da mortalidade global. É o que aponta dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), fazendo da violência no trânsito uma questão importante de saúde pública no Brasil, como também, no Estado do Rio Grande do Norte. Para debater sobre este tema, em parceria com o Programa Estadual RN Mais Saudável, a deputada estadual Isolda Dantas (PT) realizará a audiência pública “Vida no Trânsito: educação, engenharia e fiscalização no contexto da Região Oeste” nesta sexta (16), a partir das 9h, no Auditório da Faculdade de Enfermagem da UERN em Mossoró.

“Queremos promover um amplo debate e buscar soluções legislativas para a construção de um trânsito melhor, menos violento e mais saudável. É essencial que a população se conscientize e se mobilize na busca de soluções práticas na defesa da vida no trânsito. Não faz sentido que tantas vidas continuem sendo perdidas, precisamos promover uma cultura de saúde no trânsito”, afirma a deputada Isolda.

A audiência irá reunir especialistas do setor do trânsito estadual, representantes de órgãos públicos (Detran, Dnit, Departamento Estadual de Estradas e Rodagens, Polícias Rodoviária e Militar, Secretaria Municipal de Saúde e Trânsito), pesquisadores, além de associações e federações para discutir coletivamente ações regionais de prevenção de acidentes para toda a Região Oeste.

Compartilhe:

Isolda discute emendas com a população do Belo Horizonte e se compromete com restauração do CAIC

Projeto emendas populares reúne população do BH (Foto: Wigna Ribeiro)

A segunda edição do projeto Emendas Populares, da deputada estadual Isolda Dantas (PT) movimentou o bairro Belo Horizonte de Mossoró reunindo moradores, lideranças comunitárias, vereadores, secretários de órgãos do estado, a deputada debateu orçamento e ouviu diretamente a população sobre as necessidades do bairro e da cidade.

A atividade se iniciou com apresentações culturais de artistas do bairro como a fanfarra da escola Francisco Antônio de Medeiros, artistas jovens participantes do Cultura em Movimento, projeto da deputada que atua nas escolas estaduais, e do grupo de teatro O Grito.

Também estiveram presentes os vereadores Raério Araújo (PRB) e Alex do Frango (PMB) que parabenizou Isolda pelo projeto pioneiro e pela disposição e coragem de dialogar diretamente com o povo.

Na atividade, a deputada recebeu o grupo Amigos do Bairro que reivindica a restauração do CAIC do Belo Horizonte e se comprometeu com a pauta.

Além da restauração do CAIC, os moradores apontaram a necessidade de enfrentar a violência e insegurança do bairro, construir de creches e quadra de esportes, e fortalecer o Hospital Regional Tarcísio Maia.

“É na comunidade que está sendo discutido as bases do trabalho da deputada de um jeito diferente na política que priorizara participação popular!”, diz Alvanir Garcia, professora aposentada do bairro.

“Ficamos felizes em abrir as portas da do Raimundo Gurgel para uma ação louvável e inédita da deputada para o bairro e também para toda Mossoró”, Josué Damasceno, diretor da Escola Estadual Monsenhor Raimundo Gurgel.

“Nosso compromisso aqui é que as demandas que saírem dos nossos encontros sejam transformadas em coisas concretas. O que sair daqui nós vamos transformar em emendas seja no orçamento do governo ou nas nossas emendas impositivas. Este momento é para que o povo participe das decisões da política que possam mudar suas vidas para melhor. É para isto que trabalha o nosso mandato”, diz a deputada.

Compartilhe:

Militante do grupo de Sandra faz pregação nas ruas para boicotar projeto que prevê participação popular em elaboração de emendas

Ontem o líder comunitário Otávio Lopes, o “Otavinho”, figura de proa do grupo da vereadora Sandra Rosado (PSDB), percorreu as ruas da Lagoa do Mato pregando contra a reunião do projeto Emendas Populares da deputada estadual Isolda Dantas (PT) que será realizado hoje, às 16, no bairro.

Usando um carro de som Otavinho fazia críticas à deputada incitando a população a boicotar a iniciativa no momento em que assessores de Isolda panfletavam nas ruas do bairro divulgando o evento.

O projeto Emendas Populares permite aos cidadãos sugerirem à deputada quais as demandas mais urgentes do bairro no orçamento estadual de 2020.

Hoje, às 16h, a deputada se reúne com os moradores da Lagoa do Mato na escola estadual Raimundo Gurgel, Rua Jaen Menescal.

Nota do Blog: tenho um carinho pessoal muito grande por Otavinho, mas não posso deixar de criticar a postura dele. Amigo, pregar contra um projeto desses é um tiro no pé. A Lagoa do Mato não tem dono.

Compartilhe:

Deputada ouve sugestões da população para definir emendas

Isolda realiza segunda consulta das emendas populares (Foto: Wigna Ribeiro)

Amanhã, a partir das 16h, na escola estadual Raimundo Gurgel, Rua Jaen Menescal, no Bairro Lagoa do Mato, em Mossoró, a deputada estadual Isolda Dantas (PT) realizará mais um encontro do projeto “Emendas Populares” para discutir o orçamento público com a população. Para a deputada, é a partir da consulta popular sobre o debate orçamentário que construirá as emendas que fará ao orçamento do estado.

A primeira experiência do “Emendas Populares” nos bairros reuniu a comunidade da região Leste do município. Isolda agradeceu a presença e a participação popular no primeiro encontro e agora está ainda mais animada para ouvir as propostas que serão sugeridas pela população daquela região.

A atividade do próximo sábado acontecerá na quadra da Escola Estadual Monsenhor Raimundo Gurgel, e contará com stands temáticos do mandato, além de intervenções culturais do Projeto Cultura em Movimento e artistas da comunidade.

Compartilhe:

Assembleia aprova Dia Estadual de Combate ao Feminicídio

Isolda é autora de projeto (Foto: Assessoria)

Hoje, 07, dia que a Lei Maria da Penha completa 13 anos, a deputada estadual Isolda Dantas aprova na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que institui o 15 de julho como dia estadual de combate ao feminicídio. A data faz referência à chacina na qual 5 mulheres foram brutalmente assassinadas na cidade de Itajá, região oeste do estado.

O último quadro apontado pelo Observatório da Violência (OBVIO) mostra que, nos primeiros seis meses de 2019, pelo menos 53 mulheres já foram assassinadas no Rio Grande do Norte.

A deputada diz que “Prevenir e enfrentar a violência contra a mulher se faz cada vez mais urgente no nosso estado e nosso país. É preciso que toda a sociedade se envolva nesta luta. Para isto propomos a lei. No parlamento, nas ruas e roçados, seguiremos firmes por uma sociedade de igualdade!”.

Compartilhe:

Projeto “Emendas Populares” tem primeira edição em Mossoró

Isolda reuniu comunidade para discutir emendas (Foto: George Harrison)

O projeto “Emendas Populares”, da deputada Isolda Dantas, teve sua estreia no sábado, 20, no bairro Dom Jaime Câmara e já demonstrou força de mobilização com a participação de cerca de 100 pessoas no evento. Entre moradores e lideranças das comunidades locais, participaram também professores e profissionais das áreas de saúde, educação e segurança, principais temas debatidos para pensar projetos que vão entrar no orçamento do Estado.

O evento contou com apresentações culturais, feira de economia solidária, aula pública sobre o ciclo orçamentário e trabalho para construção das propostas.

Adenilson Dantas, do Centro Social de Nova Morada, agradeceu à deputada por se dispor a ouvir a população e acrescentou: “Isso é o que deve ser feito porque o povo, mais do que ninguém, sabe do que precisa e Isolda foi a única que chegou perto pra saber da gente. Essa política diferente que a gente precisa”.

O professor da UFERSA, Ayala Gurgel, que esteve presente no evento, publicou elogios e citou a importância da atividade em suas redes sociais: “A iniciativa é mais do que louvável, ela é essencial para uma democracia participativa, responsável e popular”.

Ao final do evento, Isolda agradeceu a presença e a participação ativa e representativa do bairro, reafirmou o compromisso de correr atrás para implementar as propostas sugeridas pela população e anunciou: “Considero que este dia foi um grande sucesso! Teremos mais “Emendas Populares” pelos bairros de Mossoró e em outros municípios e, tenho certeza, que isto fará diferença nas nossas proposições, como na vida das pessoas”, disse à deputada.

Compartilhe:

Isolda alerta para risco de desemprego em massa na indústria salineira

Quadro da indústria salineira preocupa Isolda (Foto: João Gilberto/ALRN)

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (17), para criticar veementemente a Resolução 047 do Governo Federal que permite as importações brasileiras de sal grosso, originárias da República do Chile. De acordo com a deputada o ato poderá acabar com a indústria salineira do Rio Grande do Norte, visto que o sal do Chile entra no país com a isenção de impostos e por um preço bem abaixo do comercializado no país. A deputada lembrou que recentemente o Governo Federal assinou um decreto que reconhece o sal como “um bem de interesse social”, mas que agora dá um passo contrário.

“O governo Bolsonaro deu com a mão e tirou de forma rasteira. Não é possível que ele faça isso com a indústria salineira do Rio Grande do Norte, que hoje gera mais de 20 mil empregos diretos e mais de 50 mil indiretos. É um golpe muito duro. Vai gerar desemprego em massa”, denunciou a parlamentar.

Isolda convocou a classe política, bancada federal, a se unir em torno do tema e buscar uma solução definitiva para o fortalecimento do setor salineiro, tão vital para a economia do Estado. “Não podemos permitir que mais um patrimônio nosso, uma riqueza nacional, seja desmontada por medidas que permitem que produtos internacionais entrem em nosso mercado já fragilizando. É preciso união”, convocou.

De acordo com o Sindicato das Indústrias da Extração de sal, o Rio Grande do Norte concentra 95% da produção de sal do país. A sua área de atuação é composta por 35 salinas situadas no semiárido brasileiro, nos municípios de Mossoró, Grossos, Areia Branca, Macau, Porto do Mangue, Guamaré e Galinhos, denominada região da Costa Branca.

A produção anual brasileira é de aproximadamente 7,5 milhões de toneladas, correspondente a 6 milhões de toneladas de sal marinho e 1,5 milhão de sal gema – sendo o sal gema utilizado integralmente de forma cativa, como insumo em determinadas indústrias químicas detentoras de sua exploração. Logo, o sal marinho do Estado do Rio Grande do Norte representa a quase totalidade do sal brasileiro que é negociado para os diferentes segmentos de mercado, seja no Brasil ou no exterior.

Compartilhe:

Deputada vai ouvir população antes de definir emendas

População poderá sugerir emendas (Foto: Wigna Ribeiro)

Dia 20 de julho, a partir das 16h, na Rua das Orquídeas, no Bairro Dom Jaime Câmara, a deputada Estadual Isolda Dantas realizará seu projeto Emendas Populares. Além de fazer o debate orçamentário, a ideia é que a própria população diga o que é prioridade para a cidade. A partir do resultado da consulta popular, a deputada elaborará as emendas que fará ao orçamento do estado.

Para a deputada, discutir o orçamento é um dos momentos mais importantes e isto deve ser feito com a participação popular: “A ideia das emendas populares é ouvir a população e encaminhar as propostas que contemplem aqueles e aquelas que mais precisam. É assim que se constrói algo para e com o povo!”, defende Isolda.

A atividade acontecerá embaixo de uma grande tenda e, além do debate, contará com intervenções culturais do Projeto Cultura em Movimento, no qual o mandato realiza oficinas de teatro do oprimido nas escolas, assim como apresentações de artistas da comunidade.

A atividade será a primeira de um ciclo de debates que a deputada fará em Mossoró. Para este debate do orçamento, estão previstas mais 3 atividades em outros bairros da cidade e um diálogo com os diversos setores da educação, saúde, segurança, economia, cultura e movimentos sociais que deve ocorrer até o final de agosto, quando será encerrado o prazo para apresentação das emendas.

Compartilhe: