Deputada solicita ao Governo Casa Abrigo para mulheres vítimas de violência

O aumento de casos de violência doméstica e familiar às mulheres motivou a deputada Isolda Dantas (PT) a solicitar ao governo estadual, por meio da Secretaria de Trabalho, Habitação e da Assistência Social (Sethas), a implementação de uma Casa Abrigo para acolhimento e proteção das vítimas. A deputada citou dados do último relatório do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, publicado em abril, revelando o aumento dos casos de feminicídio em março, quando comparados ao mesmo mês de 2019.

“O Rio Grande do Norte apresentou um aumento de 34,1% nos casos de lesão corporal dolosa, que é quando há intenção de se ferir e de 54,3% nos casos de ameaça. As notificações de estupro e estupro de vulnerável dobraram, em relação a março de 2019, de modo que o mês foi encerrado com um total de 40 casos. Produzido a  pedido do Banco Mundial, o  levantamento mostra, ainda, que em alguns Estados, como Mato Grosso, os feminicídios quintuplicaram. No Rio Grande do  Norte, apenas um  caso havia sido contabilizado em março de 2019, enquanto se registraram quatro no mês passado”, alertou a parlamentar.

A deputada disse que tendo em vista o agravamento das situações de violência, inclusive em razão do período de pandemia, é urgente que sejam criadas medidas protetivas para garantir a segurança daquelas que estão em risco iminente. Em seu mandato Isolda Dantas já destinou uma série de ações com este mesmo objetivo. Entre outras ações, ela é autora da proposição para criação da Delegacia Virtual da Mulher.

Compartilhe:

Para Sandra, só Rosados podem representar Mossoró

Entrevistada pelo jornalista Saulo Vale no programa Enfoque Político da Super TV a vereadora Sandra Rosado (PSDB) se referiu aos deputados estaduais Isolda Dantas (PT) e Allyson Bezerra (SD) como os “deputados que dizem representar Mossoró”.

Sandra é política de longa data e sabe que a questão da representação não necessariamente passa pela naturalidade da figura pública. Mas no seu peculiar recorte analítico a questão aí nada tem a ver com local de nascimento, mas de sobrenome.

É o mito de que só os Rosados são capazes de representar Mossoró na política. São os seres iluminados que trazem o progresso à terra abençoada por santa Luzia.

Sandra ainda não entendeu que os tempos mudaram e que nas eleições de 2018 as oligarquias sofreram um duro golpe nas urnas. Outro ponto que ela não compreendeu é que ela não é mais líder, mas liderada de Carlos Augusto Rosado e isso abriu espaço para que novas lideranças surgissem na cidade.

Num ponto ela tem razão: Larissa Rosado (PSDB) foi a estadual mais votada em 2018. Faltou ela lembrar que em 2014 a “Guerrerinha” teve 24 mil votos sem apoio de Governo e Prefeitura de Mossoró e quatro anos depois, com apoio de Rosalba Ciarlini (PP), com caneta na mão e tudo, a votação reduziu 7 mil votos.

A adesão ao rosalbismo diminuiu o capital político do sandrismo. A objetividade dos números é insofismável.

Sandra duela com os fatos e a ausência de um legítimo Rosado na Assembleia Legislativa ainda lhe rende uma dor de cotovelo politica.

Compartilhe:

Parceria política garante a Mossoró R$ 1 milhão para o Fundo Municipal de Saúde

Isolda solicitou indicação de emenda à Zenaide (Foto: cedida)

O Fundo Municipal de Saúde de Mossoró recebeu R$ 1 milhão por meio de emenda liberada pela senadora Zenaide Maia (PROS). A garantia do envio da verba foi confirmada pela portaria 1666/20

A sugestão da emenda à senadora partiu de pedido da deputada estadual Isolda Dantas (PT). Ela recebeu chamada de vídeo de Zenaide informando que a quantia já está no Fundo de Saúde do município.

Isolda agradeceu a parlamentar por ter viabilizado os recursos com tamanha agilidade: “Agradeço a senadora Zenaide por nos atender e demonstrar cuidado e sensibilidade por Mossoró ao destinar essa emenda que beneficiará o município, principalmente, nesse período de pandemia que estamos passando. Salvar vidas é o mais importante nesse momento!”, destaca.

Em suas redes sociais Isolda afirmou ainda que irá acompanhar a aplicação do recurso para que beneficie a população de Mossoró no enfrentamento à covid-19.

Compartilhe:

Governo abre Central do Cidadão para atendimentos do Sine em Mossoró

Deputada é autora da sugestão (Foto: cedida)

O Governo do Estado publicou na edição de ontem, 2 de julho, do Diário Oficial, o decreto autorizando a abertura da Central do Cidadão de Mossoró, localizada na Rodoviária Diran Ramos do Amaral, exclusivamente para atendimentos do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RN).

A medida atende proposição da deputada estadual Isolda Dantas (PT) que considerou a necessidade do serviço imediato aos homens e mulheres demitidas durante a pandemia do novo coronavírus possibilitando, dessa forma, o atendimento eficiente da população com direito ao seguro desemprego e auxílio emergencial.

“Pensamos em facilitar o acesso ao direito e na melhor qualidade de vida dessas trabalhadoras e trabalhadores que perderam seus empregos durante a pandemia. Foram muitos empregos perdidos nesse período, e nosso mandato não poderia ficar parado, a não ser agir”, reforça Isolda Dantas.

Também por sugestão da deputada o agendamento será de forma prévia para evitar aglomerações na unidade.

Compartilhe:

AGN oferece crédito para jovens de 18 a 29 anos

Isolda levou proposta por meio de requerimento (Foto: cedida)

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN) lançou o Credjovem que vai garantir uma linha de crédito de até R$ 12 mil para estimular o empreendedorismo e apoiar os novos negócios protagonizados por jovens potiguares.

“Sabemos da dificuldade, especialmente dos jovens em busca do primeiro emprego, de buscar uma vaga, ainda mais neste momento de pandemia. E neste cenário de crise, torna-se fundamental oferecer alternativas através do empreendedorismo uma saída para transformar talentos em negócios. construir uma alternativa para garantir renda e reconhecimento de seus empreendimentos”, afirma Márcia Maia, diretora-presidente da AGN.

O fomento é fruto de uma parceria com a Secretaria Estadual de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos (SEMJIDH) e atende a requerimento, assinado no final de abril, da deputada estadual Isolda Dantas (PT). “A gente acredita que a saída para esta crise que estamos vivendo hoje é por meio de políticas de cuidar das pessoas e com geração de emprego e renda. Nós estamos falando da juventude da classe trabalhadora que tem um espetinho, uma lojinha de vender roupa. Essas pessoas precisam receber alguma ajuda. O Credjovem vai ajudar a nossa juventude empreendora”, avalia Isolda.

O Credjovem é uma linha de financiamento do Programa Microcrédito do Empreendedor Potiguar que já está disponível para jovens de 18 a 29 anos. “esta ação foi pensada para diminuir os impactos da crise causada pelo novo coronavírus, assegurando a manutenção de negócios e garantindo geração de renda para jovens empreendedores”, diz Gabriel Medeiros, subsecretário de juventude.

Podem se inscrever:

  • Limite de financiamento: Até R$ 3 mil (informais) / Até R$ 12 mil (formais)
  • Carência: 3 meses
  • Juros: 1,5% ao mês (investimento) e 1,7% ao mês se capital de giro
  • Condição especial: Se parcelas forem pagas em dia, há bônus de adimplência (juro zero)
  • Garantia: avalista (permitido aval cruzado/aval solidário)
  • Prazo para quitação: 12 meses (informais) e 24 meses (formais)

As inscrições serão feitas através do e-mail sejuv.semjidh@gmail.com.

Confira o requerimento de Isolda Dantas

Compartilhe:

Deputada defende reabertura da Central do Cidadão para garantir solicitação de seguro desemprego

Isolda sugere abertura de Central do Cidadão (Foto: Cedida)

Durante a sessão remota desta quinta-feira (18), a Deputada Estadual Isolda Dantas (PT) fez uma indicação ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado da Administração (SEAD), solicitando a reabertura da Central do Cidadão Mossoró, localizada no Terminal Rodoviário da cidade, bem como serviços do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) e do Sistema Nacional de Empregos (SINE).

A preocupação é com os trabalhadores demitidos recentemente que carecem solicitar seguro desemprego. “No início da pandemia, as atividades foram suspensas e atualmente muitos trabalhadores de Mossoró estão sendo demitidos e necessitam, com urgência, recorrer ao seguro desemprego. Para que essas pessoas possam, minimamente, resolver esta situação, é importante que a Central do Cidadão seja aberta e atenda aos mossoroenses que estão necessitando desse serviço”, cobrou a deputada.

Isolda ainda lamentou pelos mais de 100 funcionários demitidos da Usina Brasileira de Óleos e Castanhas (Usibras), em Mossoró, demissão provocada pelos efeitos da crise econômica do coronavírus.

Abaixo a solicitação

Compartilhe:

Seminário debate saúde preventiva e ações contra covid-19 em Mossoró

Foi realizado na manhã deste sábado, 13, o Seminário “A saúde que Mossoró quer” que foi organizado pelo diretório municipal do PT com as presenças da deputada estadual Isolda Dantas (PT), do médico Vanderlandio Carolino e da diretora do Hospital Regional Tarcísio Maia, Herbenia Ferreira.

O tema predominante nas discussões foi a importância de mais investimentos em saúde preventiva e a questão da covid-19 cuja crítica girou em torno da falta de aplicação dos recursos por parte da Prefeitura de Mossoró.

A deputada Isolda Dantas criticou a prioridade dada a política pela gestão municipal. “Este não é o momento dessas disputas. Para o bem da população de Mossoró, a Prefeitura tem que se preocupar em salvar vidas. Pra isso, a prefeitura tem que executar o recurso disponível para enfrentar a covid. São 24 milhões disponíveis pra serem utilizados estruturando as upas que estão desestruturadas, abrindo leitos de estabilização. E se esse recurso não for utilizado agora, vai ser utilizado quando?!”, questionou.

Ainda participaram do seminário os vereadores Gilberto Diógenes (PT) e Alex do Frango (PV), a nutricionista Jarda Jacinta, os pré-candidatos a vereador Plúvia Oliveira e Rômulo Arnaud (ambos do PT) e o diretor do Hospital Regional Rafael Fernandes Leonardo Menezes.

Assista o seminário AQUI

Compartilhe:

Lei que cria delegacia virtual de defesa da mulher é sancionada

Lei foi proposta pela deputada Isolda (Foto: cedida)

Nesta segunda-feira, 8, em solenidade online, a governadora Fátima Bezerra (PT) sancionou Projeto de Lei proposto pela deputada estadual Isolda Dantas que consiste na criação da Delegacia Virtual da Mulher. Na solenidade online estiveram presentes deputadas estaduais, vereadoras de Natal e o Comitê Estadual de Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar contra as Mulheres
(Ceav).
Com o objetivo de conter o avanço da violência contra a mulher no Rio Grande do Norte, especialmente durante o período de isolamento social, em função da pandemia da Covid-19, a Delegacia Virtual da Mulher passar a ser um mecanismo para o registro da violência doméstica. Com a criação de um canal de comunicação via WhatsApp, o dispositivo assegurará o recebimento de denúncias, registros de ocorrências, envio de fotos e documentos relativos aos crimes e situações de violência doméstica.
O projeto foi construído em diálogo com o Governo do Estado e demais órgãos responsáveis estaduais como a SEMJIDH, a Degepol e o Comitê de enfrentamento à violência doméstica e familiar.
“Tratar da violência contra a mulher não é algo de um grupo muito específico. Infelizmente a violência doméstica atinge muitas mulheres e famílias potiguares. Com esta ação querermos reafirmar às mulheres potiguares que elas não estão sozinhas. Se tem violência, a gente mete a colher!”, afirmou Isolda.

Após a sanção, o PL deve ser regulamentado pela Polícia Civil para que as mulheres potiguares tenham mais uma ferramenta em defesa de suas vidas.

Compartilhe:

Assembleia aprova projeto que garante recursos para projetos culturais

Na sessão remota da Assembleia Legislativa de hoje, quinta-feira (28), foi aprovado o Projeto de Lei que remaneja os recursos dos sorteios do Programa Nota Potiguar para o Fundo Estadual de Cultura. Os recursos serão para editais e projetos culturais no Rio Grande do Norte a serem executados enquanto durar a pandemia da covid-19.

O projeto do poder executivo atende a requerimento da deputada estadual Isolda Dantas (PT).

Segundo pesquisa da Firjan de 2019, o setor cultural corresponde a 2,5% do PIB. São 170 bilhões de reais injetados na economia brasileira.

Com a pandemia, o setor cultural está parado e a classe artística passa por muitas dificuldades. Diversos empregos diretos e indiretos deixam de serem gerados, fazendo a cultura se tornar um dos setores mais atingidos pela crise.

“Nesse momento, é fundamental que sejam elaborados projetos e editais para que todos e todas que fazem cultura consigam passar por esta crise com menos dificuldade, além de viabilizar o desenvolvimento cultural local através de instrumentos que tornem melhor a condição de quem vive da cultura e de quem consome a cultura local”, apontou Isolda.

Os artistas foram os primeiros a parar e serão os últimos a voltar a trabalhar normalmente pois as atividades artísticas prescindem aglomerações e é preciso fazer o distanciamento social para conter a contaminação pelo vírus. A deputada ressalta que “A nossa função parlamentar é criar meios de sobrevivência frente a uma realidade árdua para o setor cultural causada pela pandemia do novo coronavírus”.

Compartilhe:

Confira quem são os cinco membros da CPI da Arena das Dunas

A Assembleia Legislativa definiu os cinco membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar os contratos de financiamento da Arena das Dunas.

São eles: Sandro Pimento (PSOL), Coronel Azevedo (PSC), Tomba Farias (PSDB), Isolda Dantas (PT) e Allyson Bezerra (SD). O primeiro é o propositor da auditoria do Governo do Estado e autor do requetimento da CPI.

A previsão é de que os trabalhos comecem já na próxima terça-feira com a eleição do presidente e escolha do relator. A CPI terá duração de 90 dias podendo ser prorrogada por mais 30.

Está é a primeira CPI realizada na Assembleia Legislativa neste milênio.

Compartilhe: