‘Estão banalizando urgência especial’, diz Izabel Montenegro

maxresdefault (1)

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) fez contato com o Blog do Barreto para rebater a matéria (ver AQUI) que trouxe à tona o projeto de que modifica as regras para pedidos de votação em regime de urgência especial na casa. “A proposição é da mesa, mas pode dizer que é minha. Estão banalizando urgência especial”, disparou.

Ela acusou alguns vereadores de se utilizarem do expediente para que se seus projetos sejam aprovados rapidamente enquanto outros ‘dormem” nas comissões. “Apresentamos projetos que ficam hibernando nas comissões e dois vereadores ficam colocando todos os projetos deles como urgência especial”, explicou.

A proposta de Izabel e mesa diretora diminui a margem da oposição para pedidos de votações em regime de urgência e aumenta o poder da mesa diretora.

Compartilhe:

Izabel propõe projeto que aumenta o próprio poder na Câmara e enfraquece oposição

IZABEL-MONTENEGRO-660x330

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró Izabel Montenegro (MDB) apresentou Projeto de Resolução alterando o Regimento Interno da casa que estabelece que as propostas de regime de urgência tenham 11 assinaturas em vez de sete, como é atualmente.

O projeto é positivo pelo ponto de vista de não banalizar os pedidos de urgência, mas por outro lado limita ações da minoria da casa, no caso a oposição que perde condições numéricas de propor votações em urgência.

Em outro artigo, a mesa diretora, presidida por Izabel, pode propor urgência em projetos de sua própria autoria, aumentando o poder da chefe do poder legislativo. Vale lembrar que na mesa diretora não conta com membros da oposição. Aline Couto (PHS) é governista e João Gentil (PSD) adotou uma postura “independente” sem alinhamento com a oposição.

Na prática os dois projetos tiram qualquer chance da oposição fazer uma votação em regime de urgência.

Nota do Blog: pode até parecer interessante aos desavisados, mas essa proposta de Izabel além de ser inoportuna (a sociedade não clama por essa alteração) é uma pegadinha para minar a oposição. Agora só o executivo e a bancada governista ficam com essa prerrogativa.

Foto: Edilberto Barros

Compartilhe:

Duas coisas estão funcionando em Mossoró

engrenagens engrenagens

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) pode ser criticada por outras coisas, mas não por falta de transparência. Todos os meses ela apresenta ao público um balanço no caixa do legislativo mossoroense.

No último, ela mostrou uma redução de 60% no custeio da casa. São R$ 390 mil em economia mensal.

Outra coisa que dá sinais de que vai funcionar em Mossoró é a organização do Cidade Junina 2018. Há tempos que o evento caiu nas armadilhas do amadorismo.

O secretário Eduardo Falcão está trabalhando com esmero a organização do evento que já tem diretrizes definidas e fortes indícios de que não teremos licitações faltando poucos dias para a abertura do evento.

Outra novidade é o trabalho para que os patrocinadores do Cidade Junina custeiem as atrações em troca de exclusividade na venda de produtos durante o evento.

No meio de tantas más notícias há pelo menos duas coisas funcionando em Mossoró. Falta muito para dizer que a cidade está voltando aos bons tempos, mas não fazer esses dois registros seria injusto.

 

Compartilhe:

Izabel retira projeto que diminuiria tempo de tramitação de projetos de urgência

Izabel retira projeto que diminuiria tempo de tramitação de projetos de urgência

Após um entendimento das bancadas de situação e oposição a presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (PMDB) decidiu retirar o Projeto de Lei (ver AQUI) que diminuía o tempo de tramitação mínima de um projeto de lei de oito para quatro dias.

A decisão foi discutida internamente e já contava com algumas manifestações de parlamentares contrários a proposta.

Nota do Blog: parabéns a presidente Izabel Montenegro por ter tido o bom senso de recuar de uma ideia que comprometeria a passagem dela pelo comando do legislativo mossoroense.

Compartilhe:

Izabel afirma que presidente do Sindguardas desvirtuou debate sobre segurança pública

audiência segurança Câmara Municipal
Eliezer Girão foi o pivô da crise entre Izabel e sindicato

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (PMDB) negou ter cerceado a voz do presidente do Sindguardas/RN Souza Junior em audiência pública que debateu a crise da segurança em Mossoró (ver AQUI).

Segundo a chefe do legislativo municipal, ela agiu para evitar que o debate fosse desvirtuado. “O presidente do Sindguardas, que nem de Mossoró é, aproveitou a oportunidade para tratar dos problemas com o general (Eliezer) Girão. Não era o momento para isso, mas para debater a segurança em nossa cidade”, explicou.

Izabel disse ainda que era preciso manter o foco no tema que tanto preocupa a população de Mossoró.

Nota do Blog: eu não compareci nem assisti a audiência por conta de meus afazeres na UERN, mas ouvi de várias testemunhas que a versão de Izabel é a que encontra eco na realidade. Democraticamente foi dado espaço aos dois lados da notícia.

Compartilhe:

Uma semana estranha na política local

Que semana estranha!

Começou com um deputado estadual lançando aplicativo para o povo decidir como ele deve se posicionar na Assembleia Legislativa. Parabéns para Kelps Lima (SD)- ver AQUI.

A semana terminou com uma presidente da Câmara Municipal sem qualquer pressão e espontaneamente divulgando os balancetes do caixa da casa. Parabéns Izabel Montenegro (PMDB) – ver AQUI.

Tudo muito atípico.

O que deveria ser regra louva-se como exceção.

Compartilhe:

Izabel apresenta balanço da movimentação financeira da Câmara Municipal

izabel-quase-presidente

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (PMDB) apresentou o balanço da movimentação financeira da Câmara Municipal no mês de janeiro. Os dados foram divulgados por meio de slides no Palácio Rodolfo Fernandes e enviado à imprensa.

A casa teve em caixa R$ 1.503.130,40  em janeiro somando repasse do duodécimo (R$ 1.500.518,54) mais R$ 2.611,86 de rendimentos de uma aplicação financeira.

As despesas da casa (ver abaixo) movimentaram R$ 1.047.628,39  em janeiro.

Contas Janeiro Câmara

A Câmara encerrou janeiro com saldo bancário de R$ 536.197,87 como mostra o quadro abaixo.

Contas Janeiro Câmara 2

A presidente da Câmara Municipal não informou se vai devolver ao poder executivo esse saldo ou se vai usar para abater dívidas da casa com fornecedores.

Nota do Blog: infelizmente o blog é obrigado a parabenizar um gestor por fazer o que deveria ser o básico do básico em termos de transparência: prestar contas dos gastos públicos. Que Izabel Montenegro sirva de exemplo aos outros chefes de poderes.

Compartilhe:

Izabel Montenegro procura novo endereço para a Câmara Municipal

Câmara de Mossoró

Na última sexta-feira a presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (PMDB) anunciou no programa Meio-Dia Mossoró que iria renegociar a redução dos valores do aluguel com o proprietário do prédio onde funciona o Palácio Rodolfo Fernandes.

A conversa não avançou. Agora Izabel anuncia que está procurando um novo local para que a casa legislativa funcione. “A Câmara Municipal deve mudar de endereço, chamamos o proprietário do imóvel para renegociar o valor do aluguel, ele queria subir dos atuais R$ 28.013,75 para R$ 30.800,00  com reajuste do Índice IGP-M. Propusemos uma redução de acordo com o mercado imobiliário que está renegociando em até 30% de redução. Ofertamos R$ 20.000,00 não aceitaram fomos subindo até chegar em R$ 27.000,00”, explicou.

O proprietário condicionou o acordo à restituição dos valores da reforma parcelados ao longo do ano o que elevaria o aluguel a R$ 34 mil ao longo de 2017. “Eles fizeram uma contra-proposta de mantermos o valor atual e assumirmos a reforma dos banheiros que está orçada em R$ 72.000,00. Não achamos justo pagarmos todo esse aluguel em um imóvel que não tem condições de abrigar satisfatoriamente o Poder Legislativo e ainda assumirmos uma reforma. Pelo zelo do dinheiro público decidimos procurar um imóvel que atenda as necessidades do Poder Legislativo e que o aluguel seja compatível com o mercado”, avisou.

A ideia de Izabel é construir uma sede para a Câmara Municipal. Enquanto isso não acontece ela busca um novo local para a casa funcional.

Compartilhe:

Izabel anunciará quadro financeiro da Câmara hoje

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (PMDB) reúne hoje a imprensa para apresentar o quadro geral da casa nesse início de legislatura. Ela sofre pressão dos colegas para retornar a verba de gabinete, mas está impedida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A apresentação será às 15h no Palácio Rodolfo Fernandes, sede do legislativo municipal.

Compartilhe:

Izabel afirma que Câmara está sem orçamento para verba de gabinete

izabel-montenegro-500x330

A presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (PMDB) está preocupada: mesmo que consiga junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) a liberação da verba de gabinete, ela terá dificuldades para colocar os recursos disponíveis aos 21 parlamentares. É que não há previsão orçamentária.

Ao mesmo tempo que trabalha com esses dois problemas de ordem legal ela sofre pressão dos vereadores para liberar a verba de gabinete. “Estamos sem orçamento para a verba e precisaremos de uma solução legal”, frisou.

Os recursos que servem para custear as atividades parlamentares estão suspensos desde maio do ano passado.

Compartilhe: