Larissa não garante permanência de aliança com Rosalba: “vamos procurar os nossos espaços”

Larissa foi ouvida hoje no Foro de Moscow (Foto: reprodução/Blog do Barreto)

Ex-deputada estadual e vereadora eleita de Mossoró Larissa Rosado (PSDB) foi a entrevistada de hoje no programa Foro de Moscow. Na conversa ela avaliou a relação com o rosalbismo.

Ela disse não saber se o seu grupo estará ao lado da prefeita não reeleita em 2022 e avisou que ela e a mãe Sandra Rosado (PSDB) vão buscas o seu próprio espaço e que isso pode ser juntou com Rosalba Ciarlini (PP) ou não.

Confira o trecho da entrevista:

Assista o programa completo:

Compartilhe:

Larissa admite disputar presidência da Câmara Municipal

Larissa Rosado admite disputar presidência da Câmara Municipal (Foto: cedida)

Ex-deputada estadual, ex-secretaria de Estado e agora vereadora eleita de Mossoró Larissa Rosado (PSDB) admite disputar a presidência da Câmara Municipal.

A declaração foi dada ontem na segunda edição do Jornal 95. Ela diz ter conversas em andamento com alguns parlamentares, neste sentido.

Larissa argumentou que uma candidatura independente não quer dizer necessariamente que seja de oposição.

Ela disse que enxerga como positiva a condução do processo sem interferência do executivo. E que desse modo os parlamentares estarão mais seguros ao escolher seu representante para dirigir a casa.

Larissa Rosado reiterou que sua postulação é legítima, existe esse desejo e essa definição deve ser anunciada até a próxima semana.

Colaborou para o post o jornalista Tárcio Araújo.

Compartilhe:

Violência como método de campanha: socos e garrafada entre “aliados”

O clima esquentou na campanha eleitoral em Mossoró. No final de semana um grupo de militantes da presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) trocou socos e rolou até uma garrafada em confronto com a turma da candidata a vereadora Larissa Rosado (PSDB) durante carreata da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) no Bairro Belo Horizonte.

Há alguns anos Izabel está em pé de guerra com a vereadora Sandra Rosado (PSDB) de quem foi amicíssima no passado.

O clima pesado entre elas refletiu entre as militâncias e uma simples divergência sobre posição de veículos na carreata terminou em vias de fato.

Faltam 26 dias para a eleição e a briga entre “aliados” evidencia o clima pesado do pleito em Mossoró. A violência não pode virar método de campanha.

Nota do Blog: minha solidariedade a Otávio Lopes, o “Otavinho”, que saiu ferido nesta confusão.

Compartilhe:

Convenção PSDB homologa 26 candidaturas a vereador e confirma aliança com PP

PSDB forma nominata com 26 nomes (Foto: cedida)

A convenção do PSDB realizada nesta terça-feira, 15, homologou 26 candidaturas à Câmara Municipal de Mossoró e oficializou apoio à pré-candidatura à reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Nas boas vindas aos convencionais, a vereadora Sandra Rosado lembrou, emocionada, desafios da carreira política, ao falar em abrir mão da candidatura à reeleição em favor da pré-candidatura da ex-deputada Larissa Rosado à Câmara. “Não tive medo. Não relutei. Tive a coragem suficiente para assumir a decisão que estava tomando, e abdiquei de minha candidatura em favor de Larissa, porque ela me representa em todos os momentos de minha vida. E ela vem para essa luta com a determinação das mulheres guerreiras de Mossoró”, relatou.

Larissa Rosado disse se inspirar no “exemplo de luta” da mãe a quem considera uma grande incentivadora e enalteceu a nominata para o fortalecimento do partido nas eleições de 15 de novembro. “Não poderia deixar de registrar o meu orgulho em compor essa nominata, ao lado de tantas pessoas especiais, que certamente fortalecem o PSDB e farão a diferença na busca por dias melhores para nossa Mossoró. Inspirada no exemplo de minha mãe, vereadora Sandra, que é meu orgulho, tenho certeza que ainda temos muito a fazer por nossa amada terra”, frisou.

Além da ex-deputada Larissa Rosado, que concorre pela primeira vez ao mandato de vereadora, o PSDB informa que conta em seu rol de candidatos com a atual vereadora Aline Couto, ex-presidente da Câmara Municipal de Mossoró Jório Nogueira, ex-vereador Renato Fernandes e coronel Alessandro Gomes.

Rosalba

A prefeita Rosalba Ciarlini participou da convenção tucana ao lado do candidato a vice, Jorge do Rosário (PL). Ao discursar, alegou que a união dos dois grupos é em favor do desenvolvimento de Mossoró. “Já estivemos de lados opostos, mas, sempre que precisou, trabalhamos juntas em prol de causas que interessavam a nossa cidade. Agora, mais uma vez estamos juntas, e tenho certeza que temos muito a fazer pelo povo mossoroense”, destacou.

Compartilhe:

Uma promessa difícil de cumprir feita por Carlos Augusto Rosado

Carlos Augusto Rosado é condenado a dois anos de prisão (Foto: Web/autor não identificado)

Circula nos bastidores da política mossoroense a informação de que o líder do rosalbismo Carlos Augusto Rosado teria prometido à ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) que seu agrupamento lhe daria sustentação para presidir a Câmara Municipal de Mossoró.

A promessa é difícil de cumprir, mas expõe o tamanho do salto alto. Primeiro Larissa tem que ser eleita vereadora. Depois Rosalba Ciarlini (PP) precisa ser reeleita prefeita de Mossoró. Ainda por cima é preciso ver quem serão os vereadores eleitos e se eles vão concordar com isso.

É uma promessa mirabolante que foi feita à Sandra Rosado (PSDB) há quatro anos. O resultado todos conhecem.

Compartilhe:

Sandra Rosado oficializa desistência da reeleição e anuncia candidatura de Larissa

Sandra abre alas para Larissa ser vereadora (Foto: arquivo)

A vereadora Sandra Rosado (PSDB) não será candidata a reeleição. Ela anunciou que abre mão do mandato para que a filha Larissa Rosado (PSDB) seja candidata.

“Isso não significa que estou deixando a vida pública. Continuarei a jornada enquanto militante, mulher e cidadã comprometida com os valores da democracia e da justiça social”, declarou.

Logo após o comunicado de Sandra, a ex-deputada estadual Larissa Rosado anunciou a candidatura nas redes sociais.

“Hoje venho aqui conversar com vocês sobre uma decisão tomada a partir do diálogo construído nas ruas com nossos amigos e apoiadores. Venho anunciar para vocês a minha pré-candidatura a vereadora”, anunciou.

Nota do Blog: decisão acertada. Larissa é o principal ativo eleitoral do sandrismo. Ela não poderia ficar sem mandato. Voltaremos ao assunto com artigo.

Compartilhe:

Reunião prepara anúncio da candidatura de Larissa a uma vaga na Câmara Municipal

Nas redes sociais postagens de Larissa são com perfil de candidata (Foto: Redes Sociais/Larissa Rosado)

Neste momento há uma intensa movimentação na casa onde morou por décadas o saudoso ex-deputado federal Vingt Rosado que se tornou sede das reuniões políticas do grupo da vereadora Sandra Rosado (PSDB).

Na pauta está em discussão o anúncio da ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) como candidata a vereadora.

Sandra abriria mão da reeleição.

Larissa já vem mantendo postura de candidata em suas postagens nas redes sociais. Há alguns meses ela chegou a negar que seria candidata a vereadora este ano.

Compartilhe:

Larissa Rosado e o mito de Sísifo

O mito de Sísifo e seu castigo: a tortura de uma vida sem sentido ...

Tudo bem. Usar a analogia do mito de Sísifo não é algo tão original, mas para o caso da ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) está valendo, principalmente quando se trata da relação dela com o rosalbismo.

Não é de hoje que o grupo dela contribui com a hoje prefeita Rosalba Ciarlini (PP) sem receber o esperado em troca.

Na lenda grega de Sísifo ele é punido pelos deuses para rolar uma pedra de mármore até o topo de uma montanha. Quando está chegando no cume a pedra rola e ele precisa fazer tudo de novo pela eternidade.

Vejo no caso de Larissa e seu grupo em relação à aliada uma situação semelhante em que a história se repete.

Em 2006 a pedra rolou para o grupo de Larissa não atrapalhar Rosalba que tentava uma vaga para o Senado. O grupo dela não fez campanha em prol do aliado Fernando Bezerra e sem isso a então candidata do DEM não chegaria aos 83% de votos válidos na capital do Oeste.

Em 2010 a pedra rolou para cima com o grupo de Larissa não atrapalhando Rosalba a atingir 84% dos votos válidos em Mossoró na disputa pelo Governo do Estado.

Nas eleições de 2012, Larissa alimentou o sonho de receber o apoio da então governadora Rosalba Ciarlini, mas a pedra rolou para baixo.

Assim como em 2016 quando Larissa retirou uma pré-candidatura que estava e segundo lugar nas pesquisas com a esperança de indicar o vice ou ela mesma ocupar o posto naquela que seria a chapa vitoriosa. O grupo acabou preterido pela desconhecida Nayara Gadelha.

Agora o trabalho de Larissa foi subir a pedra para colocar em cima da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Arena das Dunas cuja suspensão teve papel decisivo dela. A se confirmar perspectivas de Jorge do Rosário (PL) ser o vice de Rosalba mais uma vez a ex-deputada terá trabalhado em vão como Sísifo.

A compensação na mitologia era se manter vivo com o trabalho repetitivo. Talvez politicamente a analogia surrada se reproduza mais uma vez.

Compartilhe: