Um resumo do atraso do RN em dois atos

Carlos Eduardo Alves (PDT) foi eleito para ser prefeito de Natal até 31 de dezembro de 2020. Largou tudo para realizar o sonho de ser governador do Rio Grande do Norte. Trata-se de um anseio pessoal.

O vice dele, Álvaro Dias (MDB), assumiu a Prefeitura de Natal. Em vez de cuidar da cidade que está cheia de problemas ele pressiona vereadores da base a reforçar a candidatura do filho dele, Adjuto Neto, a deputado estadual. O assédio é tão grande que três edis já romperam com o emedebista.

O projeto pessoal é a prioridade número um do prefeito que virou vice.

Entendeu porque o Rio Grande do Norte não vai para frente?

Projetos pessoais estão acima do interesse público.

Compartilhe:

Vitória de Carlos Eduardo no primeiro turno está encaminhada

carlos_eduardo_prefeito_de_natal_al-750x498

Agora RN

A 14 dias da eleição para prefeito de Natal, o candidato do PDT, Carlos Eduardo Alves (PDT), mantém a liderança na disputa e venceria no primeiro turno, segundo dados do levantamento do Instituto Seta em parceria com o Portal Agora RN. O pedetista teria 48,1% das intenções de voto, contra 23,5% da soma de seus adversários. Confira o resultado:

Carlos Eduardo Alves (PDT) – 48,1%

Márcia Maia (PSDB) – 7,7%

Fernando Mineiro (PT) – 6,8%

Kelps Lima (Solidariedade) – 6,7%

Robério Paulino (PSOL) – 2%

Rosália Fernandes (PSTU) – 0,3

Freitas Junior (Rede) – não foi citado.  

Ninguém/Branco/Nulo – 18%

Não Sabe/Não Respondeu – 10,5%

O Instituto Seta aplicou os questionários nos dias 14 e 15 de setembro. Foram ouvidos 600 eleitores. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro de 3,5%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte sob o número RN-01866/2016.

Compartilhe:

Carlos Eduardo não tem adversários em Natal e afunda estratégia de forçar segundo turno

carlos_eduardo

O prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) estaria reeleito se o pleito na capital fosse realizado hoje. É um candidato sem adversários. A vantagem em relação ao segundo colocado é superior a 40% tanto na pesquisa IBOPE como na Consult que foram divulgadas hoje.

Em cidade com possibilidade de segundo turno, como Natal, é recorrente que a oposição lance muitos candidatos para aumentar as possibilidades de tirar votos do favorito. Até aqui a estratégia não tem surtido efeito.

Nem Márcia Maia (PSDB), nem Kelps Lima (SD) nem muito menos Fernando Mineiro (PT) superaram a marca dos 10%. Robério Paulino (PSOL) que poderia surpreender está emperrado. Isso não significa que nenhum desses nomes não possam crescer. São pouco mais de 20 dias de campanha e alguém pode subir na reta final.

Mas até Carlos Eduardo reina soberano e até demonstra crescimento. O mais surpreende é na pesquisa IBOPE em que as intenções de voto são maiores que a aprovação.  Já na Consult o cenário é inverso com aprovação bem maior que as intenções de voto.

Pesquisa Consult/Blog do BG/98 FM

Carlos Eduardo Alves (PDT) – 52%

Márcia Maia (PSDB) – 8%

Fernando Mineiro (PT) – 7,5%

Kelps Lima (SD) – 6,5%

Robério Paulino (PSOL) – 5,5%

Rosália Fernandes (PSTU) – 0,2%

Freitas Júnior (Rede) – 0,1%

Brancos e Nulos – 8,2%

Nenhum – 12,1%

REJEIÇÃO

Qual o candidato mais rejeitado?

Fernando Mineiro (PT): 21,2%

Márcia Maia (PSDB): 16,7%

Carlos Eduardo (PDT): 11,2%

Kelps Lima (SD): 10,2%

Robério Paulino (PSOL): 6,1%

Freitas Junior (REDE): 0,1%

Rosália Fernandes (PSTU): 0,1%

Todos rejeitados: 16,3%

Não souberam responder: 30,7%

Avaliação de Carlos Eduardo

Aprova: 67,8%

Desaprova: 23%

Sem opinião formada: 9,2%

Pesquisa IBOPE/Intertv Cabugi

Carlos Eduardo (PDT): 53%

Kelps Lima (SD): 8%

Márcia Maia (PSDB): 7%

Fernando Mineiro (PT): 5%

Robério Paulino (PSOL): 4%

Freitas Júnior (Rede): 1%

Rosália Fernandes (PSTU): 0%

Branco/Nulo: 17%

Não sabe/Não responderam: 5%

REJEIÇÃO

Fernando Mineiro (PT): 36%

Márcia Maia (PSDB): 35%

Kelps Lima (SD): 28%

Rosália Fernandes (PSTU): 22%

Freitas Júnior (Rede): 19%

Carlos Eduardo (PDT): 18%

Robério Paulino (PSOL): 18%

Poderia votar em todos (resposta espontânea) – 3%

Não sabem ou preferem não opinar: 13%

Avaliação de Carlos Eduardo

Ótima/boa: 43%

Regular: 45%

Ruim/péssima: 11%

Não sabe/não respondeu: 1%

Compartilhe: