MP faz busca e apreensão em casa de parentes de vereador

mprn

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de parentes de um vereador de Natal no início da manhã desta terça-feira (10). O nome do parlamentar está mantido sob sigilo porque o processo está sob segredo de justiça.

A ação é um desdobramento da operação Cidade Luz e contou com a participação de três promotores de Justiça com atuação na área de Defesa do Patrimônio Público.

A Operação Cidade Luz investiga o desvio de R$ 22.030.046,06. O presidente da Câmara Municipal de Natal Ranieri Barbosa que chegou a ficar cinco meses afastado do cargo.

Compartilhe:

Carlos Eduardo renuncia ao cargo de prefeito no dia em que delação revela suposta de propina de R$ 280 mil

207529

Carlos Eduardo Alves (PDT) é um homem audacioso. Mesmo com as pesquisas mostrando o tamanho da dificuldade que lhe separa do Governo do Estado, decidiu fazer o mesmo trajeto político que Wilma de Faria fez há 16 anos.

Agora é um ex-prefeito sem foro privilegiado e alvo de uma delação que o coloca em situação embaraçosa. Os documentos da Operação Cidade Luz vazados pelo Agora RN revelam que Carlos Eduardo Alves teria acertado propina de R$ 300 mil para receber via caixa dois de campanha em troca de obras de iluminação na capital do Estado. No fim das contas, segundo a delação, recebeu R$ 280.

Quem conta a história é o autor dos pagamentos: os empresários Allan Emmanuel Ferreira da Rocha e Felipe Gonçalves de Castro.

Carlos Eduardo obviamente nega, mas sabe que agora está vulnerável juridicamente e em ano eleitoral.

Logicamente a delação da Operação Cidade Luz não vazou por acaso, mas dará o tom do que vem pela frente até o outubro.

O negócio vai feder!

Compartilhe:

Carlos Eduardo sofre dois abalos em projeto de disputar o Governo do Estado

WhatsApp Image 2018-03-08 at 09.25.52

O dia não foi fácil para o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) que se articula para ser candidato ao Governo do Estado com apoio dos grupos tradicionais.

Primeiro, Natal amanheceu com outdoors espalhados pela cidade mostrando que o prefeito prometeu cumprir o mandato até 2020. A iniciativa do deputado estadual Kelps Lima (SD) coloca em xeque a palavra do pedetista.

thumbnail_WhatsApp Image 2018-03-08 at 09.25.23

Em outra frente o cientista político Daniel Menezes registra no Blog O Potiguar que a Operação Cidade Luz está com processo suspenso para inclusão de acordo de delação premiada.

A operação investiga um desvio de R$ 22 milhões na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos envolvendo o hoje presidente da Câmara de Natal Ranieri Barbosa (PDT) entre os anos de 2013 e 2017, primeira gestão do atual prefeito.

Foto: assessoria Kelps Lima

Compartilhe: