Gás natural está mais barato no RN a partir de hoje

Potigás anuncia redução do preço do produto (Foto: Web/autor desconhecido)

Os usuários do gás natural canalizado no Rio Grande do Norte vão pagar mais barato pelo combustível a partir deste sábado, 1°. A redução da tarifa foi autorizada pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos (Arsep/RN) e publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado. A diminuição vale para todos os segmentos de atuação da Companhia Potiguar de Gás, chegando a 17,86% para as indústrias e R$ 0,30 no metro cúbico do Gás Natural Veicular (GNV).

A Potigás repassa integralmente aos usuários a redução do custo da molécula, que acompanha a queda nos preços do petróleo. “Nosso maior compromisso é com a prestação de um serviço de qualidade e com um preço justo para os nossos clientes. Somente dessa forma, podemos impulsionar o desenvolvimento econômico sustentável do Rio Grande do Norte, através de uma indústria forte e competitiva”, esclarece Larissa Dantas, diretora presidente da Potigás.

Só em 2020, a Potigás já reduziu a tarifa do gás natural canalizado em três oportunidades para todos os segmentos. O resultado pode ser percebido, por exemplo, no preço de venda do GNV para os postos de combustíveis que já diminuiu R$ 0,69 o metro cúbico. “Como estamos em um ano de crise econômica em virtude da economia, quem opta pelo gás passa a contar ainda com mais benefícios além da praticidade, segurança e sustentabilidade”, completa Larissa Dantas.

Compartilhe:

Potigás doa cestas básicas e kits de limpeza em apoio ao combate dos efeitos da pandemia

Da Central de Controle de Recebimento e Distribuição de Doações de Insumos e Bens do RN, doações seguem para famílias beneficiadas – Foto: Assecom/Potigás

450 cestas básicas e 460 kits de limpeza e higiene pessoal foram entregues pela Companhia Potiguar de Gás, ontem, 25, à Central de Controle de Recebimento e Distribuição de Doações de Insumos e Bens do Estado do Rio Grande do Norte. As doações serão distribuídas com objetivo de amenizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus, como informou a assessoria de comunicação da Potigás.

A partir da Central de Controle, que recebe as demandas assistenciais coordenadas pela Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), os donativos serão transportados para as famílias que serão contempladas no Rio Grande do Norte.

Através da assessoria de comunicação da Potigás, a diretora-presidente da Companhia, Larissa Dantas, reforçou o papel social da empresa nesse período de dificuldades. “Entendemos que o momento é delicado e queremos contribuir com aqueles que estão em situação de vulnerabilidade social. A preocupação atual é com a saúde dos potiguares de forma a pouparmos vidas. Em breve estaremos de volta à nossa rotina e juntos iremos reerguer a nossa economia”, afirmou.

Segundo a assessoria de comunicação da Potigás, desde o início da pandemia a Companhia vem atuando para minimizar os efeitos da crise enfrentada. Exemplo mencionado é a negociação de dívidas de empresas e comércios que estão tendo dificuldades em realizar os pagamentos.

 

Com informações da Assecom/Potigás

Compartilhe:

Gás natural está mais barato no RN

Potigás reduz preço do gás natural (Foto: Web/autor desconhecido)

O gás natural canalizado está mais barato para os usuários dos quatro segmentos de atuação da Companhia Potiguar de Gás desde ontem, sexta-feira, 1º. No total, mais de 26 mil clientes nos segmentos industrial, comercial, residencial e automotivo em todo o estado são beneficiados com a redução. No Gás Natural Veicular (GNV), a diminuição chegou a R$ 0,20 no metro cúbico, já para a indústria, o gás fica 9,87% mais barato.

A redução foi autorizada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos do Rio Grande do Norte (Arsep/RN) e foi motivada pela queda internacional nos preços do barril de petróleo que impactam na composição do valor repassado pelo supridor da Potigás. A economia no valor de compra do gás é repassada integralmente para os usuários.

“Em um momento de crise como o que vivemos atualmente, é motivo de alívio para todos saber que vão pagar mais barato nas faturas de gás a partir desse mês. A Potigás trabalha incansavelmente para garantir a distribuição ininterrupta do gás natural canalizado para seus usuários, incluindo hospitais, supermercados, residenciais e postos de gasolina”, afirma Larissa Dantas Gentile, diretora presidente da companhia.

Além da economia, os usuários do gás natural canalizado dispõem de outros benefícios como a praticidade de acesso ao produto 24 horas por dia nos sete dias da semana, não precisar estocar o produto em botijões, e ainda contribuem para a preservação do meio ambiente.

Compartilhe:

Potigás inicia inscrições projetos na segunda-feira

A Companhia Potiguar de Gás abre na próxima segunda-feira, 02, as inscrições para o recebimento de projetos de responsabilidade social. O Edital de Seleção Pública de Projetos de Responsabilidade Social, Cultural e Esportiva nº 001/2020 foi publicado nesta sexta-feira, 28, no Diário Oficial do Estado (DOE), e tem como objetivo apresentar uma contribuição efetiva para o desenvolvimento social, a preservação dos valores artísticos e culturais e incentivo às iniciativas de promoção da educação, saúde e qualidade de vida do povo potiguar.

O prazo para o recebimento das inscrições segue aberto até o dia 20 de março, através do preenchimento da Ficha de Inscrição, entrega de uma via do Projeto, declarações de Conformidade e Exclusividade e Responsabilidade Legal, além de documentos de comprovação de Habilitação Técnica, Jurídica, Fiscal e Trabalhista. A íntegra do edital e seus anexos estão disponíveis no site da Potigás: www.potigas.com.br/responsabilidade.

O edital contempla projetos a serem desenvolvidos ao longo de 2020, nas áreas de Cultura, Esporte, Educação Ambiental e Saúde. Os projetos passarão por análise de uma comissão interna, além de habilitação jurídica, fiscal e trabalhista, de caráter eliminatório. A seleção final será baseada na qualidade técnica do projeto, atendimento aos interesses da comunidade, viabilidade financeira e condições de sustentabilidade do projeto, além da potencialidade de consolidação da imagem da Potigás.

A previsão do cronograma do edital e divulgar o resultado final da seleção pública até o dia 27 de abril. “A Potigás é uma empresa comprometida com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte em todas as áreas, não somente econômica, mas também social, cultural e ambiental. Por esse motivo, entendemos a importância de apoiar projetos de forma democrática e transparente”, destaca a diretora presidente, Larissa Dantas Gentile.

Compartilhe:

Consumo de Gás Natural canalizado aumenta 12% em 2019 no RN

A quantidade de usuários do gás natural canalizado no Rio Grande do Norte aumentou 12,18% em 2019. O número contabilizado pela Companhia Potiguar de Gás é consequência do incremento dos investimentos efetuados pela empresa na expansão da rede na Grande Natal e Mossoró.

No ano passado, a Potigás ultrapassou a marca dos 25 mil clientes nos quatro segmentos de atuação (comercial, residencial, industrial e veicular) e terminou o ano com 25.661 usuários. No total, foram interligados à rede de gasodutos da empresa 2.738 clientes, sendo a maioria do segmento residencial.

“O aumento do número de clientes do gás natural canalizado é um ganho para toda a sociedade. Isso porque a segurança do combustível é maior, tendo em vista que não é armazenado em botijões e em caso de vazamento, por ser mais leve do que o ar, o produto se dissipa rapidamente. Outro motivo é a melhoria dos padrões ambientais porque o gás natural é mais limpo, contribuindo para a redução de emissão de poluentes”, explica Larissa Dantas Gentile, diretora presidente da Potigás.

Além da segurança e sustentabilidade, os usuários ainda contam com a economia do combustível, que ficou ainda maior nesse mês de janeiro de 2020, além da praticidade de ter acesso ao gás 24 horas por dia, nos sete dias da semana, com pagamento por meio de fatura somente após o consumo.

Compartilhe:

Potigás inicia 2020 com redução do valor do gás natural

Potigás anuncia redução de produto (Foto: Web/autor desconhecido)

Todos os segmentos de atuação da Potigás iniciaram o ano com a diminuição do preço do gás natural canalizado a que está valendo desde ontem.

A medida vale em nível comercial, industrial, residencial e automotivo. A redução que foi de 2,8% no último trimestre de 2019 será acrescentada de mais 7% a partir de janeiro de 2020, representando um desconto de quase 10% no valor do combustível.

A diminuição do preço foi possível depois da realização de uma Chamada Pública Coordenada para a compra do suprimento de gás por parte das distribuidoras de gás canalizado do Brasil.

 “Conseguimos avançar nessa questão do preço do gás e acreditamos que é possível deixar o gás natural ainda mais acessível a partir da entrada dos novos players no mercado de produção e exploração na Bacia Potiguar. Nosso objetivo é tornar as empresas potiguares mais competitivas, investir em infraestrutura a partir da ampliação da rede de gasodutos no nosso estado e, assim, contribuir efetivamente com o crescimento econômico sustentável do Rio Grande do Norte”, explica Larissa Dantas Gentile, diretora-presidente da Potigás.

Além da economia crescente, os usuários do gás natural canalizado ainda dispõem de outros benefícios proporcionados pelo combustível como a praticidade de ter acesso ao produto 24 horas por dia nos sete dias da semana, a segurança de não precisar estocar gás, além da sustentabilidade de utilizar um produto que agride menos o meio ambiente.

A redução no preço do Gás Natural Veicular (GNV) será de R$ 0,16 no m³. E a queda do preço também chegará para as indústrias, comércios e residências.

“O GNV tem um impacto ambiental e também social, pois a economia gerada com esse combustível pode ser usada para investimento em outras áreas. A tendência atual é de crescimento da oferta de gás e maior competitividade no mercado”, finalizou Larissa.

Compartilhe:

Potigás registra recorde em novas ligações

Potigás fez investimentos em ampliação da rede (Foto: divulgação)

A Companhia Potiguar de Gás realizou, em 2019, o maior investimento em ampliação da rede em áreas de saturação dos últimos dez anos. No total, até outubro deste ano, foi aplicado o montante de R$ 4,3 milhões nesse setor, o que já supera os valores aplicados de janeiro a dezembro dos anos anteriores e resulta em infraestrutura para a Grande Natal e Mossoró.

Os investimentos realizados ao longo desse período possibilitaram também o maior acréscimo de rede dos últimos dez anos, totalizando mais de 24 mil metros na malha de gasodutos da Potigás. No total, a Companhia possui quase 450 mil metros de gasodutos espalhados pelas principais ruas e avenidas dos municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Goianinha.

Através da expansão da rede, novos usuários dos quatro segmentos de atuação (comercial, residencial, veicular e industrial) puderam ser interligados aos gasodutos. Em 2019, a Potigás superou em mais de 70% o número de ligações de 2018 e apresentou também um crescimento superior ao registrado nos anos anteriores. Atualmente a empresa conta com mais de 25 mil clientes em todos os segmentos.

“Esse crescimento é uma tendência do mercado tendo em vista que o gás natural canalizado é mais moderno e completo porque consegue congregar atributos importantes como praticidade já que é distribuído 24 horas por dia nos sete dias da semana, economia, segurança porque dispensa o armazenamento e sustentabilidade, pois emite menos poluentes que os demais combustíveis fósseis”, afirma Larissa Dantas Gentile, diretora presidente da Potigás.

Compartilhe:

Investimentos da Potigás em 2019 já superam os dos anos de 2017 e 2018

A Companhia Potiguar de Gás investiu mais no primeiro semestre de 2019 do que o total realizado no ano passado. O valor também já é superior ao de 2017. Em números absolutos, já foram investidos, integralmente com recursos próprios, mais de R$ 6,4 milhões nos primeiros seis meses do ano, enquanto que no ano passado inteiro o número ficou em R$ 5,3 milhões, o que representa um aumento de 21% no montante.

Os valores estão sendo aplicados majoritariamente nas obras de expansão da rede de gasodutos que fazem a distribuição do gás natural canalizado e se convertem em infraestrutura para os municípios que são beneficiados. Através da rede, é facilitada a atração e instalação de empresas e até mesmo condomínios, com o uso de um combustível mais econômico, seguro e sustentável.

Até junho de 2019, a empresa contabilizou um acréscimo de mais de 12 mil metros na rede de gasodutos, sendo 6 mil metros implantados em Mossoró, que recebeu a malha no bairro do Alto de São Manoel que até então não contava com a infraestrutura do gás natural canalizado. Os bairros Centro e Nova Betânia também foram beneficiados. A outra metade dos investimentos foi realizada na Grande Natal.

Agora a rede conta com quase 430 mil metros para distribuição do gás natural canalizado nas principais ruas e avenidas dos municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Goianinha. Com os investimentos, novos clientes podem ser interligados ao gasoduto. Em todo o Rio Grande do Norte, já são quase 25 mil usuários nos quatro segmentos de atuação da Potigás: comercial, residencial, veicular e industrial.

“O crescimento da empresa em todos os segmentos é a nossa meta. Para isso, estamos investindo em infraestrutura, ampliando a nossa rede de gasodutos, permitindo o acesso de novos clientes ao gás natural canalizado, gerando desenvolvimento para o nosso Estado”, afirma Larissa Dantas Gentile, diretora presidente da Potigás.

Compartilhe:

Potigás registra expansão de gasodutos em 2019

As obras de expansão da rede de gasodutos da Companhia Potiguar de Gás não param, assim como o fornecimento do gás natural canalizado. Só em 2019, já foram lançados mais de 9 mil metros de tubulações subterrâneas para atendimento dos usuários, que já somam quase 25 mil clientes nos quatro segmentos de atuação: comercial, residencial, industrial e veicular.

Na cidade de Mossoró, a rede foi acrescida em mais de 6 mil metros de infraestrutura para diversos bairros, principalmente o Alto de São Manoel que agora conta com o gás natural canalizado e todos os benefícios do combustível. A Grande Natal também recebeu os investimentos para a tubulação de gás, possibilitando o atendimento de novos usuários.

As obras de expansão da rede implicaram no crescimento do número de clientes da Potigás. Até o mês de maio de 2019, foram interligados à rede de gasodutos da Companhia quase 2 mil novos usuários, sendo a maioria pertencente ao segmento residencial.

“O papel da concessionária de gás natural canalizado é prover infraestrutura para os municípios, então a Potigás vem cumprindo sua missão e levando um combustível mais econômico, prático, sustentável e seguro para os potiguares”, afirma Eliana Bandeira, Diretora Administrativa e Financeira da Potigás.

 

Compartilhe:

Gás natural custa 42% a menos que a gasolina para o consumidor

O Gás Natural Veicular (GNV) segue como a melhor escolha quando o quesito é economia no Rio Grande do Norte. Na última pesquisa de preços divulgada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o uso do combustível representa uma economia de até 42% em relação à gasolina. Quando o comparativo é com o etanol, o número sobe para 49%.

Isso é possível porque além de mais barato, a autonomia do GNV é maior do que a dos demais combustíveis e acaba percorrendo mais quilômetros com um metro cúbico de gás. Dessa forma, o custo do quilômetro rodado fica em R$ 0,2724, enquanto que o da gasolina é R$ 0,4677 e o do etanol R$ 0,5349.

“Acaba sendo uma excelente escolha para aqueles que precisam economizar. E não somente para taxistas e motoristas de aplicativos, mas para as famílias que não abrem mão da economia nos gastos mensais em meio à crise que ainda estamos enfrentando”, afirma Franciney Souza, gerente comercial da Companhia Potiguar de Gás.

Além da economia, o GNV engloba uma série de vantagens como colaborar com a preservação do meio ambiente, pois é o que menos emite poluentes entre os combustíveis fósseis. Ainda contribui para o aumento da vida útil do motor do carro e o intervalo da troca de óleo, já que não provoca depósitos de carbono em suas partes internas. O escapamento também ganha sobrevida porque a queima do combustível não gera a formação de compostos de enxofre.

A segurança é redobrada com o abastecimento do veículo sendo feito sem que o produto entre em contato com o ar, evitando a possibilidade de combustão. O motorista conta ainda com a versatilidade já que o kit de conversão torna o veículo bicombustível.

Compartilhe: