Concentração de vereadores no PP foi boa para Rosalba e ruim para os aliados

Rosalba levou a melhor na formação do PP (Foto: cedida)

O PP numa lapada só saltou de um vereador para uma bancada de oito parlamentares. A concentração de vereadores num único chapão foi uma boa para a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Ela mantém os parlamentares ainda mais sob seu controle, inclusive controlando os recursos de campanha que serão liberados para os mais confiáveis.

Para os governistas não foi um bom negócio. Eles vão para a eleição ainda mais dependente da prefeita. Além de terem que encarar uma concorrência feroz dentro do chapão do PP.

Há quatro anos, o então prefeito Francisco José Junior distribuiu os aliados em várias coligações garantindo condições mais favoráveis de reeleição.

Compartilhe:

Partido de Rosalba passa a ter sete vereadores na Câmara Municipal

Rosalba e Beto receberam os novos filiados hoje (Foto: cedida)

O PP da prefeita Rosalba Ciarlini agora tem sete parlamentares na Câmara Municipal de Mossoró.

Além de recém-chegados Alex Moacir (ex-MDB) e Manoel Bezerra (ex-PRTB) se juntam a Francisco Carlos os vereadores Toni Cabelos (ex-PSD), Ricardo de Dodoca (ex-PROS), Zé Peixeiro (ex-PTC) e Flávio Tácito (ex-PC do B).

Também se filiou ao PP a ex-vereadora Arlene Souza.

As fichas foram abonadas pela prefeita de Mossoró e o deputado federal Beto Rosado (PP) na manhã desta quinta-feira.

Com informações do Blog Saulo Vale

Compartilhe:

Alex Moacir se filia ao PP

Alex Moacir agora é do PP (Foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Alex Moacir trocou o MDB pelo PP da prefeita Rosalba Ciarlini. A filiação foi confirmada hoje.

Líder da bancada governista na Câmara Municipal, o parlamentar classificou a escolha como natural. “Fui PP, sou da bancada, e sou liderado da prefeita Rosalba e do deputado Carlos Augusto”, completou.

Alex Moacir é o terceiro vereador filiado ao PP. Antes o partido contava apenas com o Francisco Carlos na Câmara Municipal. Ontem Manoel Bezerra se filiou ao partido da prefeita.

Compartilhe:

PP desenha chapão

Resultado de imagem para PP

Como o Blog do Barreto antecipou (AQUI e AQUI) o governismo caminha para montagem de chapões para as eleições proporcionais.

O PP caminha para atrair Alex Moacir, líder do governismo na Câmara Municipal, e o vereador Manoel Bezerra (PRTB) que já admitiu que pode ir para o partido da prefeita Rosalba Ciarlini.

Outros partidos da base governista pode acomodar chapões. Afinal de contas são 13 parlamentares da base da prefeita.

Compartilhe:

Sandrismo insiste em indicar vice

Sandra busca espaço para Larissa na chapa majoritária (Foto: arquivo)

Em 2016 quando tinha mais força política o grupo da vereadora Sandra Rosado (PSDB) quis indicar a ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) como vice na chapa encabeçada por Rosalba Ciarlini (PP).

Contentou-se com a articulação que garantiu o retorno de Larissa à Assembleia Legislativa. O rosalbismo preferiu um nome nulo na chapa.

Agora sem a perspectiva de retomar o mandato de Larissa, novamente derrotada em 2018, Sandra faz de tudo para por a filha como companheira de chapa de Rosalba.

O líder do rosalbismo Carlos Augusto Rosado tem outros planos. O nome preferido é o do empresário Jorge do Rosário (PL) ou alguém da cozinha do grupo.

Sandra tem tentando pegar carona na força política do presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) para ver se coisa anda. O que se sabe é que o líder tucano gostaria mesmo era de ver o partido dele tendo uma candidatura própria em Mossoró, mas o sandrismo não tem forças para encara esse desafio.

Até aqui tudo na mesma.

Compartilhe:

PSL e PP negociam fusão

Resultado de imagem para Luciano Bivar
Bivar e Bolsonaro estão em crise (Foto: JC Imagem/Folhapress)

O presidente nacional do PSL Luciano Bivar negocia com o comandante máximo do PP Ciro Nogueira a fusão entre os dois partidos. A informação é do jornalista Guilherme Amado da Revista Época.

A articulação tem efeitos imediatos em Mossoró. A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) tem todo interesse neste alinhamento.

No entanto, ela reforça tempo de TV e recursos do fundo eleitoral, mas não garante o apoio dos bolsonaristas locais já que a negociação é consequência da crise do PSL.

Compartilhe:

PDT segue no radar do rosalbismo

O PDT pode ou não ser o destino da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) em breve. As ligações estreitas com o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves facilitam a aproximação. A possibilidade segue em estudo.

No PP, a prefeita fica meio que refém do ex-deputado federal Betinho Rosado que vive às turras com o líder do rosalbismo Carlos Augusto Rosado.

Rosalba pode ficar no PP, mas exercendo o controle do PDT em Mossoró através de algum liderado.

A informação foi repassada ao Blog por uma fonte de dentro do grupo político da prefeita.

Compartilhe:

Rosalba está com a “gordura” eleitoral queimada

Rosalba tem enfrentado resistências (Foto: cedida)

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) está no terceiro ano de gestão. A gordura eleitoral foi queimada neste período de muitas dificuldades e desgastes.

Os 51,12% obtidos nas urnas em 2016 estão reduzidos a algo em torno de 25% de intenções de votos se formos tirar uma média dos cenários apontados pela pesquisa Seta/Blog do Barreto.

Ela perdeu metade do capital eleitoral. Seu índice de bom/ótimo é de 24%, a avaliação positiva em questões como validade da palavra, honestidade e sensibilidade aos problemas da população oscilam dentro desta margem percentual, indicando que a prefeita está com as intenções de voto limitada ao eleitorado lhe é fiel.

Parece pouco, mas é muito. Só Rosalba em Mossoró é capaz de sobreviver a um desgaste deste tamanho. Só ela tem um quarto do eleitorado garantido independente do desempenho administrativo.

Mas o alerta preciso está aceso. A chefe do executivo municipal reduzida à bolha fica vulnerável ao voto útil em um nome da oposição. Se conseguir recuperar parcela do eleitorado insatisfeito ela tem a vida facilitada tirando proveito da desunião oposicionista.

Não há espaço para salto alto no rosalbismo. Isto seria sinônimo de subestimação dos adversários e da capacidade crítica do eleitor mossoroense. Só uma revisão de postura alteraria o quadro. A prefeita tem meios para isso, mas pelo que indica manterá o estilo administrativo padrão anos 1990.

Compartilhe:

Rosalba pode voltar ao partido por onde se elegeu pela primeira vez. Entenda a articulação

Rosalba foi eleita pela primeira vez pelas cores do PDT (Imagem: arquivo/Blog do Barreto)

Nos bastidores o assunto que circula é a possibilidade de a prefeita Rosalba Ciarlini trocar o PP pelo PDT. Foi pelo partido fundado por Leonel Brizola que ela se elegeu para administrar Mossoró pela primeira vez em 1988.

As negociações estariam sendo articuladas pelo filho de Rosalba, Kadu Ciarlini. Ele foi vice de Carlos Eduardo Alves, presidente estadual do PDT, na disputa pelo Governo do Estado em 2018.

O Blog do Barreto fez contato com deputado federal Beto Rosado que não confirma a informação.

O PDT em Mossoró está acéfalo desde as eleições do ano passado quando os ex-vereadores Genivan Vale e Tomaz Neto se afastaram do comando da legenda.

Compartilhe: