Tião e o desafio de usar a fantasia de novidade perdido no meio dos trapos mofados da política potiguar

maxresdefault

Em 2016, Tião Couto surgiu como a novidade eleitoral em Mossoró. Pintou como novo na política vestindo uma surrada fantasia de tucano. Pior: se juntou a políticos tradicionais como Rogério Marinho (PSDB) e João Maia (PR).

Derrotado nas urnas com uma boa votação, Tião sabe que precisa seguir na política, mas ainda não entendeu que não precisa ser ele o candidato em 2018. Basta que nomes de seu grupo ocupem espaços políticos.

Se alguém tem foco no grupo de Tião é o empresário Jorge do Rosário (PR). Começou na política com o pé direito cravando o espaço como homem de palavra ao resistir as tentadoras investidas do rosalbismo para ser vice da atual prefeita Rosalba Ciarlini. Cumpriu o compromisso de caminhar com Tião.

Jorge está focado numa vaga para deputado estadual. Tem chances se souber trabalhar bem uma campanha fora dos limites de Mossoró, principalmente.

Mas Tião segue sendo o nome de maior expressividade do Mossoró Melhor, hoje RN Melhor em versão estadual. Certa vez comentei que ao escolher o PSDB ele correria um risco, mas o novato na política entendia que o tempo de TV era o mais importante.

O mofo estragou a fantasia tucana usada por Tião e ele agora busca uma nova roupagem. Fará o que todo político (tradicional ou não) precisa fazer quando é encurralado por lideranças: sair do partido.

A escolha de um novo partido para Tião não permite erros. Ele precisa encontrar uma agremiação em que exerça controle em nível local e estadual para não ficar refém dos políticos que se fantasiam de caciques e raposas.

Tião precisará ser cirúrgico na escolha do novo partido para não repetir o erro. Outro problema que ele precisa resolver é o de encontrar um foco político: vai para o bloco majoritário ou proporcional? Vai pôr o adereço de novidade ou se resignar à política tradicional? E a fantasia partidária a ser escolhida vai ficar ao seu gosto ou ao dos estilistas da política?

O ano de 2018 será decisivo para Tião se consolidar como alternativa aos Rosados em Mossoró e cada fantasia precisa ser usada com esmero.

Compartilhe:

Por meio de nota, Benjamim Machado nega desistência de candidatura

benjamim

O candidato a vereador Benjamim Machado (PR) negou ter desistido da candidatura a vereador. Avaixo o texto publicado nas redes sociais:

“Boa tarde, meus amigos! No dia de ontem foram veiculadas algumas notícias, inclusive a de que eu estava retirando minha candidatura a vereador, nos diversos meios de comunicação. Quero informar que isso NÃO PROCEDE. Achei necessário suspender minhas atividades apenas no dia de ontem, devido a um problema de ordem pessoal, hoje já me encontro em pleno trabalho, visitando, conversando e planejando nossa reta final de campanha, confiando que será VITORIOSA, se Deus assim me permitir. Aproveito para agradecer a todos que se preocuparam e, acima de tudo, reconhecer por estarem sempre ao meu lado. Vamos juntos!!! Agora é 22.444!”.

Nota do Blog: fui informado na manhã de ontem a respeito da desistência de Benjamim Machado. A fonte disse que ele teria desistido da candidatura por dificuldades com o candidato a prefeito Tião Couto (PSDB). Tentei contato com Benjamim, mas ele não atendia as ligações. A informação era de que ele estava na Zona Rural, o que a própria nota acima contradiz. A fonte do blog tinha dito que ele esteve no comitê 45 para devolver o material de campanha, mas existe uma versão que dá conta que a devolução foi por erro de impressão. Conclusão: essa história ficou muito estranha.

Compartilhe: