Vereador de Mossoró deixa cargo em Natal

Gentil não é mais secretário (Foto: arquivo)

Durou menos de dois meses a passagem do vereador mossoroense João Gentil (REDE) no cargo de secretário de esportes de Natal.

Após passar por um processo de fritura no cargo, ele foi demitido hoje pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB).

Em conversa com o Blog do Barreto o vereador disse que ainda não sabe se volta para a Câmara Municipal de Mossoró de onde está licenciado.

A demissão de Gentil foi lamentada por várias entidades esportivas da capital.

Confira abaixo:

Compartilhe:

Vereador de Mossoró vira secretário em Natal

Gentil se licencia do mandato para exercer cargo em Natal (Foto: cedida)

O vereador João Gentil (Rede) foi convidado para assumir o cargo de Secretario Municipal de Esportes da Prefeitura de Natal. A nomeação foi publicada hoje no Diário Oficial de Natal. Ele fica licenciado do mandato enquanto estiver na função executiva.

Gentil, que já foi secretário municipal de meio ambiente em Mossoró, disse que vai trazer a experiência no executivo para o novo desafio. “Fiquei feliz e honrado com o convite do prefeito Álvaro Dias. Já tive a experiência de ser secretario em Mossoró fazendo uma política de plantio de árvores, abertura do parque da cidade e ensino ambiental nas escolas”, declarou.

Ele complementa explicando que a escolha de seu nome para o cargo foi uma indicação partidária. “É uma indicação da Rede Sustentabilidade e vamos enfrentar um grande desafio”, acrescentou.

Quem assume a vaga de João Gentil é o suplente Naldo Feitosa (PSC) que nas eleições de 2016 obteve 1.199 votos.

Compartilhe:

Prefeito de Natal se nega a regulamentar fechamento de supermercados e padarias nos finais de semana

Prefeito de Natal vai manter supermercados e padarias abertos nos finais de semana (Foto: Foto: Anderson Régis)

O prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB) vai manter a regulamentação anterior que delimita a circulação de pessoas na capital do Estado. Ele não vai ampliar o fechamento de supermercados e padarias nos finais de semana.

Seguirá o funcionamento de segunda a sábado, das 7 às 20 horas, e aos domingos, das 7 às 13 horas.

A tendência é de que as cidades do interior sigam a mesma tendência. A lógica é simples: trata-se de serviços essenciais e o fechamento nos finais de semana de supermercados e padarias provocará aglomerações na medida em que o final de semana for chegando.

Compartilhe:

Segunda colocada em pesquisa para prefeitura descarta candidatura

Natália descarta candidatura (Foto: Lula Medeiros)

Na última pesquisa do Instituto Seta realizada em dezembro do ano passado a deputada federal Natália Bonavides (PT) surgiu em segundo lugar, atrás apenas do prefeito Álvaro Dias (MDB) que terá direito a reeleição.

Num dos cenários ela aparece com 11,5% contra 23,8% do prefeito. Apesar da competitividade mostrada, a petista descartou candidatura em entrevista à Agência Saiba Mais.

“Eu me sinto muito lisonjeada e orgulhosa de ver esse reconhecimento do nosso trabalho. Um ano de trabalho como deputada, depois de dois anos do mandato de vereadora e ver que a cidade se reconhece e se identifica com esse trabalho em alguma medida, isso é muito gratificante, não deixa de ser uma expressão de reconhecimento. Mas não é só isso que deve embasar uma decisão tão importante. E pela avaliação política que tenho feito até agora acredito que minha tarefa nesse momento é na Câmara, no Parlamento. Quando saí candidata a deputada federal, e algumas pessoas contestaram, não entenderam, foram contra, achando que eu deveria sair à deputada estadual…”, alegou.

Ela defendeu que nomes como o senador Jean Paul Prates (PT), Alexandre Motta (PT) e Fernando Mineiro (PT) sejam indicados pelo partido para pesquisas.

Natália admitiu sofre pressão para ser candidata até mesmo do ex-presidente Lula, mas mantém a decisão alegando que precisa cumprir um papel que julga importante na Câmara dos Deputados. “Eu sou a única mulher da bancada, sou a mais jovem da bancada do PT num universo de mais de 50 deputados e isso também me aponta algumas tarefas”, frisou.

Nota do Blog: aparentemente a deputada está focada em aparecer como liderança em nível nacional.

Compartilhe:

Comunicador surpreende em pesquisa para prefeito

Editor do Blog do BG, um dos mais lidos do Rio Grande do Norte, Bruno Giovanni é a surpresa na pesquisa de intenção de voto do Instituto Seta divulgada nesta segunda-feira, 23.

BG, como é conhecido, aparece com 5,5% na sondagem estimulada que é liderada pelo prefeito de Natal Álvaro Dias (MDB) com 23,8%.

A deputada estadual Natália Bonavides (PT) tem 11,5% e o deputado estadual Kelps Lima (SD) 7,2%.

Foram avaliados ainda outros cenários (ver abaixo).

O Instituto Seta realizou a pesquia entre os dias 21 e 22 de dezembro no município de Natal. Foram entrevistados 800 eleitores. A margem de erro é de 3% e o intervalo de confiança é de 95%.

Confira todos os cenários da pesquisa Seta para Prefeito de Natal:

Cenário 1

Cenário 2

Cenário 3

Cenário 4

Pesquisa espontânea (sem apresentação de lista com nomes)

Rejeição

AVALIAÇÃO DE GOVERNO

O Instituto Seta também fez uma avaliação da gestão do prefeito Álvaro Dias. Confira os números:

Nota do Blog: ainda hoje faremos material analisando os números da capital.

Compartilhe:

Precedente aberto contra o PROEDI

O desembargador Vivaldo Pinheiro concedeu liminar a Prefeitura de Natal suspendendo os efeitos do Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (PROEDI) na capital.

Com isso, as indústrias instaladas em Natal terão que pagar 100% do Imposto Sobre Circulação Sobre Mercadorias e Serviços (ICMS).

A decisão é exclusiva para a capital, mas certamente abre um precedente para que os outros 166 municípios entrem e consigam o mesmo resultado.

Compartilhe:

Secretário usa carro oficial e recebe auxílio transporte da Prefeitura de Natal

O Sindicato dos Servidores Municipais de Natal (Sinsenat) está denuncia o secretário chefe de Gabinete Civil da Prefeitura de Natal Paulo César Medeiros por estar recebendo de forma irregular a indenização de transporte.

As informações foram extraídas do Portal da Transparência.

A questão é a seguinte: Paulo César é auditor fiscal e hoje ocupa o cargo no primeiro escalão municipal. Como ele não está exercendo as suas funções de auditor do tesouro municipal não poderia receber a indenização de transporte no valor de R$ 2.363,54/mês conforme prevê a Lei Complementar nº 35 de 12 de julho de 2001 em seu artigo 5º, inciso III, § 3º. Diz o texto:

“A indenização de transporte é concedida ao longo de todos os doze meses do ano, excluindo-se as férias e as licenças remuneradas, em razão das despesas efetuadas com a LOCOMOÇÃO NECESSÁRIA AO EXERCÍCIO REGULAR DAS FUNÇÕES DEFINIDAS NO ARTIGO 4º”.

Além de receber a indenização de transporte, Paulo César Medeiros tem carro locado, pago com dinheiro público, à sua disposição.

O Portal da Transparência mostrou ainda que Paulo Cesar Medeiros, recebeu o auxílio transporte também durante o período em que esteve à disposição do Governo do Rio de Janeiro entre 2011 ae 2016, mesmo estado em outro Estado!

“Enquanto isso centenas de servidores estão pagando para trabalhar porque o auxílio-transporte, demais gratificações e adicionais não são implantados; tem coveiro sem receber sequer a insalubridade. A Prefeitura do Natal insiste em não cumprir a sentença judicial do Plano Geral, quando a matriz salarial dos servidores inicia com R$ 725,00, ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO, há 5 ANOS com salários congelados”, diz o Sinsenat.

O sindicato diz ainda que condena e denuncia a diferença de tratamento praticado pela Prefeitura e irá formalizar uma denúncia ao Ministério Público, Câmara Municipal de Natal e Ordem dos Advogados do Brasil.

Compartilhe:

Vereadora denuncia desvio de verba da educação para bancar festa

Vereadora denuncia falta de prioridade (Foto: reprodução/Facebook)

A vereadora natalense Divaneide Silva (PT) denunciou no Facebook que a Prefeitura de Natal desviou R$ 750 mil do Plano Municipal do Livro, da Leitura e das Bibliotecas da Cidade do Natal (PMLLLB) para pagar o cachê de artistas nacionais que vão se apresentar no carnaval da capital potiguar.

A parlamentar relata que as contratações foram publicadas na edição do último dia 19 do Diário Oficial do Município com direito a dispensa licitação. “Este fato demonstra o quão absurdo é deixar de investir na compra de novos livros e na melhoria e/ou construção de novas bibliotecas e espaços de leitura na cidade para priorizar a contratação de shows nacionais”, frisou.

A parlamentar diz não ser contra a realização do carnaval, mas faz alerta para a inversão de prioridades. “Não se trata de ser contra a realização do Carnaval em Natal, mas o dinheiro para bancar o evento não pode sair das políticas de incentivo ao livro e à leitura”, avaliou.

O Plano Municipal do Livro segue diretrizes da Política Nacional do Livro cuja base é a Lei 10.753/2003. O artigo 16, que estados e municípios “consignarão, em seus respectivos orçamentos, verbas às bibliotecas para sua manutenção e aquisição de livros”. Esse processo tem como principal marco legal o Decreto Presidencial 7.559, assinado em 2011 pela presidenta Dilma Rousseff.

Compartilhe: