Oposição rebate declarações de Izabel ao Blog do Barreto

A bancada de oposição na Câmara Municipal rebateu as críticas (ver AQUI) da vereadora Izabel Montenegro (MDB), presidente da casa, de que é preciso conter o excesso de pedidos de urgência no legislativo municipal.

Segue abaixo a nota:

NOTA:

Os vereadores e a Vereadora da bancada de oposição da Câmara Municipal de Mossoró, vêm por meio desta, lamentar e manifestar total desacordo à declaração da vereadora Izabel Montenegro em pronunciamento ao Blog do Barreto em que afirmou estar sendo uma “ banalização” a prática da solicitação de votações de projetos em regime de urgência especial por parte dos vereadores durante as Sessões Legislativas.

Ressalta-se aqui, que os pedidos de urgência não interferem na tramitação dos demais projetos e que os referidos pedidos de votação em urgência especial vão de encontro aos anseios da população, considerando que as propostas que são apresentadas pelos vereadores por meio de requerimentos e projetos demandam de reivindicações populares as quais necessitam sim de agilidade nas tramitações para que medidas, providências e soluções tão logo sejam tomadas para benefício de todos e todas.

Portanto, enquanto parlamentares, tratando de matérias de ordem pública e de interesse comum à população local, compreendemos ser pertinentes tais solicitações e não uma prática “ banal ”.

Assinam:

Alex do Frango

Genilson Alves

Isolda Lula Dantas

Ozaniel Mesquita

Petras Vinícius

Raério Araújo

Rondinelli Carlos

Para saber mais clique AQUI

Compartilhe:

Tião leva “batido” de vereador de oposição e falta de liderança política é exposta

10568-1

Há tempos alertei em meus comentários que o empresário Tião Couto tem tido dificuldades em se estabelecer como liderança política. Ele não consegue manter em torno de si a heterogênea bancada de oposição. Até mesmo os apoiadores de 2016 mostram isso.

A falta de liderança política ficou exposta hoje quando o vereador Raério Araújo (PRB) declarou na Tribuna da Câmara Municipal que Tião não vai para o partido. “Nós não estamos precisando de Tião. Ele é quem precisa de partido. A possibilidade de ele ir para o PRB é zero”, disparou.

A falta de empatia com a classe política fica exposta nas palavras de Raério que explicou que o ex-candidato a prefeito de Mossoró exigiu o comando estadual e municipal do PRB ao presidente do partido no Rio Grande do Norte, suplente de deputado federal Abraão Lincoln.

Em contato com a jornalista Carol Ribeiro hoje pela manhã, Tião explicou que manteve contato com o PRB estadual a pedido de Flávio Rocha, pré-candidato a presidente pelo partido. Ele negou as exigências.

Tião obteve quase 52 mil votos em 2016, mas sem impor liderança no dia a dia não consolidará esse capital eleitoral.

Compartilhe: