Pai e irmã de Francisco José Junior estão em partido que apoia Rosalba

Rosalba tem apoio da Rede que parentes do ex-prefeito (Foto: arquivo)

A política dá voltas que viram nó nos discursos dos sommeliers de coerência. Veja o caso em Mossoró onde os rosalbistas satanizam qualquer pessoa que tenha tido qualquer tipo de contato com o ex-prefeito Francisco José Junior, espécie de espantalho que os protege quando faltam argumentos.

Pois não é que o ex-deputado estadual Francisco José, pai do ex-prefeito, e a candidata a vereadora Monique Bessa, irmã dele, estão filiados à Rede Sustentabilidade?

A legenda apoia a reeleição de Rosalba.

Compartilhe:

Rede fica com Rosalba

Rede anuncia apoio a Rosalba (Foto: Redes Sociais/João Gentil)

O partido Rede Sustentabilidade do vereador João Gentil vai apoiar a reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). O anúncio foi feito ontem em evento que contou com a presença dela e do candidato a vice-prefeito Jorge do Rosário (PL).

“Rosalba entende a importância do Meio Ambiente para a formação de uma cidade moderna e saudável para os cidadãos do futuro. Acreditamos que sua eleição é fundamental para a ampliação desses ideais e para a construção de uma Mossoró Sustentável junto com os vereadores da Rede Sustentabilidade”, frisou João Gentil.

Nota do Blog: o vereador João Gentil que não vai tentar a reeleição ao longo do mandato se colocou como “independente”, mas sempre votou com a pauta da prefeita mesmo quando a proposta era impopular.

 

Compartilhe:

Na convenção da REDE mais um vereador anuncia desistência da reeleição. Partido terá 26 candidatos

Rede Sustentabilidade tem 26 candidatos a vereador (Foto: Redes Sociais)

O vereador João Gentil anunciou na convenção da Rede Sustentabilidade que não será candidato a reeleição. Ele disse que a prioridade é ajudar o partido a manter a cadeira na Câmara Municipal de Mossoró.

Sem ainda definir apoio na majoritária a Rede Sustentabilidade terá 26 candidatos a vereador nestas eleições.

Compartilhe:

Rede Sustentabilidade reúne 32 pré-candidatos a vereador em Mossoró

Rede terá 32 candidatos em Mossoró (Foto: cedida)

O partido Rede Sustentabilidade de Mossoró promoveu uma reunião com os 32 pré-candidatos a vereador da agremiação. O encontro aconteceu na sede do ELO Municipal, na noite desta segunda-feira (17).

O encontro foi organizado pelo porta-voz municipal da Rede, professor Assis Fernandes, e contou com a participação de figuras importantes do partido, como o ex-deputado Francisco José, o advogado Paulo Linhares(vogal do partido), o empresário Rutilo Coelho e a porta-voz estadual da REDE, advogada Lucy Diniz.

O vereador João Gentil reafirmou a importância das eleições municipais de 2020 para a consolidação da Rede no Estado. “É um momento único para o nosso partido. Teremos muitas candidaturas pelo estado, e principalmente, aqui em Mossoró. Uma oportunidade ideal para difundir nossas propostas de sociedade sustentável e de defesa do meio ambiente”, afirmou.

Compartilhe:

Rede Sustentabilidade reúne 30 pré-candidatos a vereador e recebe filiação de ex-deputado

João Gentil organizou a Rede com 30 candidatos (Foto: Edilberto Barros/CMM)

A Rede Sustentabilidade conseguiu formar nominata com 30 pré-candidatos a vereador nas eleições deste ano. A legenda é organizada na cidade por João Gentil, único representante da agremiação na Cãmara Municipal de Mossoró.

Entre os principais nomes da Rede estão Cione Moura, Monique Silveira, Abraão Dutra, Haroldo da Boa Vista, Pastor João, Obery da ACIM, Ana Maria e Didi Mutuca.

 Ainda estão filiados ao partido o advogado Paulo Linhares e o empresário Rútilo Coelho. Eles poderão ser candidatos a vereador ou disponibilizar o nome para majoritária.

Outro que se filiou à Rede é o ex-deputado Francisco José.

Compartilhe:

Vereador indica presidência estadual de partido

João Gentil indica presidente da Rede (Foto: divulgação)

A advogada ambientalista Lucy Diniz foi nomeada pelo Elo Nacional da REDE de Sustentabilidade como a nova Porta-voz (equivalente a presidente) do partido no Rio Grande do Norte.

Ela foi indicada pelo vereador João Gentil que recentemente se filiou à REDE Sustentabilidade.

O ELO-RN é formado por jovens ativistas da causa ambiental e terá como meta a abertura de ELOS municipais nas principais cidades do Rio Grande do Norte. A Ex-Ministra Marina Silva e membros da executiva Nacional, já confirmaram presença no Rio Grande do Norte para empossar os membros do ELO estadual.

Lucy falou que assumir responsabilidades é trazer para si o poder de redirecionar caminhos. Com esse ânimo, assumo a porta voz do ELO da REDE de Sustentabilidade potiguar para servir e difundir os princípios basilares do partido.

Compartilhe:

Vereador oficializa ida para o partido de Marina Silva

João Gentil é da Rede (Foto: cedida)

O vereador João Gentil agora é da Rede Sustentabilidade. A decisão já tinha sido confirmada há alguns dias, mas agora está oficializada.

Para Gentil é uma questão de coerência ir para a Rede. “É um partido que me permite continuar com a minha coerência em torno da sustentabilidade. Tem a ver comigo e meu grupo. Depois de 15 anos continuo verde em outro partido”, disse.

Sobre o fato de a Rede não ter atingindo a clausula de barreira o vereador não enxerga problemas. “Isso é questão de verba partidária. É coisa para grandes partidos. Não faz diferença não”, garantiu.

Questionando sobre a segunda filiação partidária em 2019, Gentil negou ter sido filiado ao PEN. “Passei pelo PEN, mas não me filei. Montei o diretório, mas não me filiei”, declarou.

Em 2018 a Rede abriu o senador Styverson Valentim, que deixou a sigla este para assumir o Podemos.

O vereador esteve reunido com Marina Silva e teve a ficha abonada pelo senador Randolfe Rodrigues (AP).  “Estou indo para um partido de pessoas sérias”, frisou.

Randolfe Rodrigues abonou a ficha de João Gentil (Foto: cedida)

Gentil será o único vereador da Rede no Rio Grande do Norte. Caberá a ele organizar o diretório estadual do partido que está sem comando.

Sobre o assunto, a Executiva Nacional da Rede se manifestou por meio de nota oficial.

Abaixo a nota do partido:

A Executiva Nacional da REDE Sustentabilidade, diante de informações incorretas divulgadas por membros do partido no Rio Grande do Norte sobre o atual estágio de organização e de adesão de novos membros, se faz obrigada a esclarecer e expressar a posição do partido sobre os fatos abaixo:

No Rio Grande do Norte a Direção Estadual da REDE Sustentabilidade não está legalizada em decorrência de pendências legais administrativas com a justiça eleitoral, como a falta de prestação de constas de gestões anteriores (anos 2015, 2016. PC nº 98-62.2016.6.20.0000 e n.º 43-77.2017.6.20.0000 respectivamente). Vários esforços estão sendo realizados pela Executiva Nacional para superar este problema, inclusive a assunção de dívida junto a justiça eleitoral.

Após superação das pendências administrativas junto a Justiça Eleitoral, a Executiva Nacional nomeará uma Comissão Provisória Estadual para uma retomada da construção partidária.

Neste sentido, não há no Rio Grande do Norte uma direção estadual e nem responsáveis que possam falar em nome da REDE neste momento. Inclusive alguns filiados que estão divulgando notas em redes sociais, blogs e meios de comunicação como Direção Executiva Estadual, com informações incorretas e de má fé, prejudicando a imagem do partido no Estado, serão submetidos à Comissão de Ética Nacional.

Ao mesmo tempo que estão sendo realizados esforços para superação destes desafios, a REDE Nacional tem a grata satisfação de anunciar a sociedade Potiguar a entrada do vereador João Gentil de Mossoró na REDE Sustentabilidade, juntamente com um conjunto de novos filiados em todo o estado.

A Direção Nacional reafirma seu compromisso para reorganização da REDE no Rio Grande do Norte, a altura da importância que este Estado do Nordeste Brasileiro tem para política nacional e a construção de uma sociedade socialmente justa, economicamente viável e ambientalmente sustentável.

Brasília, 11 de setembro de 2019.

Executiva Nacional da REDE Sustentabilidade

Compartilhe:

Partido faz mudanças em diretoria

A Rede Sustentabilidade do Rio Grande do Norte realizou conferência na noite desta quinta-feira, 08, no auditório do Hotel Maine em Natal, RN, para reorganizar o partido. A maioria absoluta da executiva estadual renunciou aos cargos e defendeu uma renovação partidária.

Em votação aberta e democrática, foram escolhidos os novos porta-vozes da Rede, assim como novos coordenadores de Tesouraria e de Organização. A nova comissão é provisória e deverá ser referenda pela Executiva Nacional nos próximos dias.

Os porta-vozes serão Victor Hugo Louzeiro e Viviane Oliveira de Souza.A Coordenação de Organização ficou com Joaci Nascimento de Paula e Amanda Porfírio.

A Coordenação de Finanças será Francimere Dionísio Lima e Eliú Luiz de Oliveira.

FUSÃO

Os filiados também discutiram o acordo orgânico que vem sendo costurado no país para uma possível fusão partidária entre a Rede, PPS e PV.

Sobre este tema não houve consenso entre os filiados que, apesar de reconhecerem as dificuldades partidárias para quem não atingiu a cláusula de barreira, temem perder a identidade ideológica e programática da Rede. O grupo pretende se reunir nos próximos dias para aprofundar este debate e enviar posicionamento para o Diretório Nacional.

A partir de agora a nova comissão executiva da REDE no RN irá atuar para construir um novo modelo de desenvolvimento partidário que seja sustentável, inclusivo, igualitário e diverso no estado, pautado nas bases sólidas do estatuto da sigla.

QUEM SÃO OS NOVOS PORTA VOZES

Victor Hugo Louzeiro, 29 anos, é potiguar, cursou Psicologia e é acadêmico de Gestão de Políticas Públicas na UFRN. Ativista social, atuou como voluntário na Ressocialização do sistema penitenciário na Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária de São Luiz, no Maranhão e também desenvolveu trabalho na área de psicologia organizacional em uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP. Atualmente trabalha em um escritório de advocacia.

Viviane Oliveira, 37 anos, é natural de São Paulo. Professora de História, também tem formação como geóloga e é mestra em geodinâmica e geofísica. Atualmente está no 4º período do Curso de Direito na UFRN. Desenvolveu trabalhos sociais voltados à erradicação do analfabetismo e atua na educação de jovens e adultos em Natal. Ainda desempenha trabalhos sociais nas áreas de educação, esporte e lazer no município de Parnamirim. Foi candidata a deputada federal.

Compartilhe:

Capitão Styvenson repassa sobras de campanha ao partido

Além de abrir mão do Fundo Partidário – e desta forma não utilizar um centavo sequer de dinheiro público para sua jornada ao Senado – o Capitão Styvenson fechou suas contas de campanha com um exemplo a ser seguido: ele doou R$ 1.176,34 à Rede Sustentabilidade, partido que o ajudou a ser eleito.

O dinheiro é sobra de recursos que o senador tinha disponível para empregar na disputa. Ou seja, é o que restou do dinheiro que foi doado por Styvenson para ele mesmo, e de doações de outras pessoas, que colaboraram financeiramente e acreditaram nas propostas do capitão.

“Eu queria poder repassar este dinheiro para alguma entidade carente, para pessoas ou instituições que realmente precisam, mas a Justiça Eleitoral não permite que eu faça isso. As sobras de campanha, que é justamente o dinheiro que não foi usado, deve obrigatoriamente retornar para a conta do partido, como determina a lei. Inclusive o dinheiro que eu doei para mim mesmo, que foi cerca de 75% de tudo o que usei, já que fiz questão de não trabalhar com recursos públicos, agora estou dando para o partido”, ressaltou o novo senador do Rio Grande do Norte.

A legislação não veda, porém, que o partido oferte esta sobra para alguma entidade beneficente, por exemplo. “Portanto, cabe à Rede doar ou não o dinheiro que repassei”, acrescentou Styvenson.

A transferência do dinheiro foi feita na manhã desta quinta-feira, dia 1º de novembro.

Compartilhe:

EXCLUSIVO! Documentos provam acordo em que Rede liberou Styvenson de compromissos partidários

Documento registrado em cartório formaliza acordo

O Blog do Barreto conseguiu a documentação que comprova que o capitão Styvenson Valentim foi liberado pela direção estadual da Rede Sustentabilidade de qualquer compromisso partidário.

Um dos documentos foi registrado em cartório (7º Ofício de Notas) no dia 2 de agosto de 2018 com assinatura do porta-voz (equivalente a presidente) da Rede no Rio Grande do Norte, Francisco Raimundo Freiras.

No documento, há um compromisso de liberar o capitão: “Assim, servimo-nos do presente expediente, em respeito as atribuições estatutárias, ainda que tenhamos uma convivência harmoniosa de ideais partidários, para LIBERAR Vossa excelência de quaisquer compromissos assumidos para, que, então, seguir livre em seu caminho político, se assim o desejar”.

Se acontecer uma guerra jurídica entre Rede e Styvenson certamente esse documento será usado como prova em defesa do candidato ao Senado que lidera as pesquisas de intenção de voto.

A Rede (veja AQUI) está ameaçando retirar a candidatura do capitão ao Senado por entre outros motivos ele resistir em declarar apoio aos candidatos do partido.

VERSÃO

O candidato ao Senado João Napoleão (REDE) esteve ontem no Meio-Dia Mossoró declarou que não existe qualquer acordo liberando Styvenson de compromissos partidários. A direção do partido enviou ao Blog um termo de compromisso (sem assinaturas manuscritas), que, no entanto, confirma a liberação do capitão. O documento é do dia 2 de agosto.

Abaixo os termos do acordo enviado pela direção da Rede:

  1. Que o nome do senhor EANN STYVENSON VALENTIM MENDES, será submetido à apreciação da convenção partidária, como opção ao cargo de Senador da República pelo estado do Rio Grande do Norte.
  2. Que em sendo aprovado o nome do senhor EANN STYVENSON VALENTIM MENDES, em convenção partidária, a REDE SUSTENTABILIDADE formalizará seu registro de candidatura nos termos legais. A nominando de candidatura cidadã independente.
  3. Que, em conformidade com os preceitos aqui estabelecidos, e o disposto estatutariamente quanto as candidaturas cidadãs independentes, a REDE SUSTENTABILIDADE e o senhor EANN STYVENSON VALENTIM MENDES, manterão a melhor aproximação política, sem a imposição dos ditames da fidelização partidária. 
  4. Que a REDE SUSTENTABILIDADE assegurará ao senhor EANN STYVENSON VALENTIM MENDES, em todo o momento, liberdade para a gestão estratégica dos seus atos e decisões.
  5. Que a REDE SUSTENTABILIDADE assegurará ao senhor EANN STYVENSON VALENTIM MENDES, em todo o momento, liberdade quanto aos seus posicionamentos e entendimentos, políticos, filosóficos, científicos e culturais.
  6. Que o senhor EANN STYVENSON VALENTIM MENDES, guardará com zelo os princípios estabelecidos no estatuto da REDE SUSTENTABILIDADE, servindo este compromisso como manifesto público.

Veja o documento registrado em cartório AQUI

Compartilhe: