No Twitter, Robinson diz estar pronto para colaborar com a Justiça

Abaixo o pronunciamento do governador Robinson Faria (PSD) a respeito das citações do nome dele em delações premiadas da Operação Lava Jato e na lista do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF):

Ainda não tive acesso ao teor da denúncia, mas quero deixar claro que minha postura é de serenidade e consciência tranquila.

Mas tenho também a necessidade de tranquiliza-los a respeito das notícias que relacionam meu nome a uma lista de investigações.

Estou pronto para prestar os esclarecimentos que venham a ser necessários à Justiça.

Continuo seguindo com a missão que recebi de Deus e do povo do meu Estado.

Continuo dando tudo de mim, com perseverança e compromisso com o o povo do Rio Grande do Norte.

Compartilhe:

Delação aponta que dinheiro repassado a Rosalba, Robinson e Fábio Faria veio do “departamento de propina” da Odebrecht

Um trio de potiguares envolvidos na delação premiada da Odebrecht está enquadrado em um mesmo inquérito, o de número 4.452.

Trata-se da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), o governador Robinson Faria (PSD) e o deputado federal Fábio Faria (PSD). Os dois primeiros receberam R$ 350 mil cada e o terceiro R$ 100 mil.

Segundo relatório da Procuradoria-Geral da República eles teriam recebido contribuições eleitorais em 2010 em troca de favorecimento de projetos na área ambiental. “os colaboradores descrevem cenário fático em que se indica que a empresa Odebrecht Ambiental almejava desenvolver PPP’s associadas a saneamento básico no contexto do Rio

Grande do Norte. A esse respeito são relatadas as tratativas que envolveriam contribuições eleitorais, nos idos do ano de 2010, destinadas ao Deputado Federal Fábio Faria (R$ 100.000,00), bem como ao Governador do Estado do Rio Grande do Norte Robinson Mesquita de

Faria e à Prefeita Municipal de Mossoró/RN Rosalba Ciarlini Rosado (R$ 350.000,00), sendo todas decorrentes da mesma motivação, qual seja, eventual favorecimento em projetos relacionados a saneamento básico. O beneficiário Fábio Faria seria identificado no sistema “Drousys” como “Garanhão”, enquanto Rosalba Ciarlini é identificada como “Carrosel’”, frisou.

Segundo as delações a Odebrecht Ambiental por ser concessionária de serviços públicos estava impedida de fazer doações eleitorais cabendo ao Setor de

Operações Estruturada, conhecido como “Departamento de Propinas”. O pagamento teria sido feito diretamente a Fábio e Robinson. Rosalba não teria participado da reunião conforme aponta relato citado pelo ministro do STF Edson Fachin. “Após a anuência de João Pacífico, foi providenciado pagamento em favor de Fábio Faria e Robinson Faria, identificados como “Bonitão” e “Bonitinho”, enfatizando-se que Robinson Faria era vice na chapa de Rosalba Ciarlini, sendo relatada a ocorrência de reunião entre os mencionados candidatos e representantes da Odebrecht Ambiental”, cita o ministro.

Compartilhe:

“Carrossel”, “Garanhão” e “Bonitinho”, saibam os apelidos dos potiguares enquadrados pelo STF e quanto receberam

Governador Robinson Faria - Foto Rayane Mainara (1)
Robinson teria recebido R$ 350 mil em propina

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP), conhecida como “Carrosel”, e o governador Robinson Faria (PSD) era o “Bonitinho”. Cada um deles recebeu R$ 350 mil da Odebrecht.

Segundo o Estado de S. Paulo o pagamento ao atual governador foi a título de propina para facilitar contratos na área de saneamento básico.

A reportagem não esclarece o tipo de pagamento de Rosalba se propina ou doação de campanha.

Já o “Garanhão” ou “Bonitão”, como o deputado Fábio Faria (PSD) era apelidado, recebeu R$ 100. Como Rosalba a reportagem não esclarece se foi a título de propina ou doação de campanha.

Veja a matéria completa AQUI

Compartilhe:

Ministro do STF abre inquérito da Lava Jato contra Rosalba, Robinson e mais quatro potiguares

Rosalba atrasados
Rosalba é a única prefeita inclusa na lista de Janot

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin abriu inquérito contra nove ministros do governo do presidente Michel Temer, além de 29 senadores e 42 deputados federais. A lista é composta por três governadores entre eles o do Rio Grande do Norte Robinson Faria (PSD). A única prefeita da lista é a mossoroense Rosalba Ciarlini (PP).

Os outros potiguares que integram a lista são os senadores são José Agripino Maia (DEM) e Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), e os deputados federais Felipe Maia (DEM) e Fábio Faria (PSD).

O deputado federal Walter Alves (PMDB) é alvo de um outro inquérito.

Segundo o portal de notícias UOL, os inquéritos foram abertos mediante pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base nas delações dos 78 executivos e ex-executivos do grupo Odebrecht. Também serão investigados no Supremo um ministro do Tribunal de Contas da União, três governadores e 24 outros políticos e autoridades que, apesar de não terem direito ao chamado foro privilegiado, estão relacionadas aos fatos narrados pelos colaboradores.

Veja a lista completa AQUI

Compartilhe:

Governador passa aniversário longe de Mossoró e sem voo da Azul

Governador Robinson Faria - Foto Rayane Mainara (2)

Está gravado para quem quiser ver. No dia 11 de janeiro o governador Robinson Faria (PSD) prometeu estar em Mossoró no dia 12 de abril para inaugurar a retomada dos voos comerciais da Azul na cidade.

Infelizmente a promessa não se cumpriu. Há cerca de um mês já se sabia que não daria tempo dos voos retornarem. A satisfação mossoroense o povo não recebeu.

Abaixo nota da assessoria do Governo do Estado sobre a agenda de Robinson em São José de Mipibu, terra do vice-governador Fábio Dantas (PC do B):

O governador Robinson Faria vai comemorar o aniversário deste ano com uma celebração em ação de graças em São José de Mipibú. A missa será realizada nesta quarta-feira (12), na Paróquia de Sant’ana e São Joaquim a partir das 19h, ao lado de lideranças políticas, auxiliares de governo, população e imprensa. A igreja fica localizada na Rua Côn. Lustosa, s/n, Centro.

Durante o dia, Robinson Faria levará uma série de ações de Governo ao município. Pela manhã, o governador vai inaugurar a estrada que liga São José de Mipibú a Tabatinga; participar do Vila Cidadã com ações integradas para atendimento à população e participará de um almoço durante a inauguração do novo Restaurante Popular. Durante a tarde, o governador assinará a Ordem de Serviço para reforma da urgência e emergência do Hospital Monsenhor Antônio Barros; fará uma visita ao Centro Especializado de Reabilitação e entregará equipamentos aos usuários cadastros pelo CRI. A agenda de trabalho será encerrada com uma visita a Escola Estadual Rafael Garcia.

Compartilhe:

Robinson apresenta sugestão para solucionar crise dos Estados

Carlos Gibaja

O governador Robinson Faria participou na manhã desta quarta-feira, 29, em Fortaleza, do Encontro de governadores do Nordeste.  A reunião aconteceu na sede do Governo do Estado do Ceará e contou com a presença de chefes do Executivo de seis Estados (Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Piauí) e do vice-governador de Sergipe.

Na ocasião os governadores aprovaram a proposta originada na administração Robinson Faria e que foi adotada pelo Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Fazenda (Consefaz) presidido pelo Secretário de Estado da Fazenda do RN, André Horta.

A proposta prevê o compartilhamento das contribuições sociais arrecadadas pela União Federal (Pis, Cofins e Contribuição social sobre o lucro líquido) com os Estados e Municípios através da criação de um Fundo Federativo da Previdência Estadual que seria composto por 17,5% do valor desta arrecadação. Este montante seria em torno de R$ 76 bilhões anuais, tendo como referência a arrecadação de 2015, o que equivale ao valor do déficit hoje das previdências estaduais em todo o Brasil.

A iniciativa encampada pelos governadores do Nordeste não provoca aumento de impostos, nem perda de receita à União. Para isso é sugerido que, assim como fizeram os Estados em 2016 com a revisão nas suas renúncias fiscais, agora a União deve fazer a sua revisão, e, com isso, garantir os recursos para o Fundo Federativo da Previdência Estadual.

“Essa proposta equilibra a divisão de receitas entre a União, Estados e Municípios e possibilita a saída da crise em todos os Estados do país. É uma oportunidade real de recuperação das finanças públicas a curto prazo e o fim da crise econômica”, afirmou Robinson Faria.

A reunião contou com a participação dos governadores do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, do Ceará, Camilo Santana, da Paraíba, Ricardo Coutinho, de Pernambuco, Paulo Câmara, Alagoas, Renan Filho, do Piauí, José Wellington Barroso e do vice-governador de Sergipe, Livaldo Chagas Silva.

Compartilhe:

Francisco Carlos classifica investimentos do governo como abaixo do que Mossoró merece

Francisco Carlos defende ações mais robustas do Governo do Estado

O vereador Professor Francisco Carlos (PP), lamentou, na sessão ordinária desta terça-feira, 21, da Câmara Municipal, as ações para Mossoró, anunciadas pelo governador Robinson Faria (PSD), em visita à cidade, nesse final de semana. O parlamentar lembrou a importância social e econômica do município, no cenário estadual, para classificar como “pequenas”, as medidas do Governo.

“Qualquer ação a gente deve receber bem, acreditar que vai dar certo. Mas as ações anunciadas pelo Governo do Estado na cidade estão muito aquém, diante da necessidade e da representatividade de Mossoró para o Estado. São muito pequenas e não condizem com a importância de Mossoró”, criticou.

Ele se refere ao anúncio de ações como a criação de uma miniunidade da Central do Cidadão, para emissão de documentos e a recente instalação de um restaurante popular. Francisco Carlos defende ações mais robustas, voltadas para sanar problemas como a recuperação de 3 mil postos de trabalho perdidos somente no ano passado.

“A emissão de documentos, por exemplo, precisa ser um serviço continuado. Precisamos de ações estruturantes, investimentos para gerar emprego e renda e devolver mais de 3 mil empregos que foram perdidos no ano passado”, exemplificou.

Esforço

O parlamentar registrou ainda o esforço da Prefeitura na tentativa de reorganizar a saúde, diante do quê chamou de “condições precárias” em que o setor foi recebido pela atual gestão.

“Gostaria de parabenizar as ações que estão sendo realizadas pela gestão municipal, para reorganizar a saúde da cidade. Sabemos que, diante da situação em que foi recebida, não será recuperada a curto prazo, mas os esforços nesse sentido precisam ser registrados”, destacou.

Compartilhe:

Governador e prefeita se desentendem publicamente sobre segurança

Péssima notícia para Mossoró. O governador Robinson Faria (PSD) e a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) estão com visões opostas sobre segurança pública.

Sábado durante o lançamento do “Ronda Cidadã” Robinson cobrou ações conjuntas entre Prefeitura de Mossoró na área de segurança. A prefeita disse que fechou as Bases Integradas Cidadãs (BICs) após pegar o microfone da mão do governador.

“A prefeita vai fazer o roteiro dela e o governador vai fazer o roteiro dele”, reagiu Robinson que defendeu que as ideias se somem.

Está claro que o governador quer de Rosalba o mesmo que recebeu de Francisco José Junior (PSD): a Prefeitura de Mossoró bancando a segurança. A prefeita e o marido dela Carlos Augusto Rosado sabem que essa parceria não foi politicamente vantajosa para o antecessor e não vão repetir o mesmo erro. Sem contar que na era das BICs a violência não parou de aumentar na cidade.

Por outro lado, o governador está certo quando cobra parcerias.

Mas o povo de Mossoró é que está perdendo com a essa falta de sintonia.

Nota do Blog: já pensou o escândalo que seria se fosse Robinson quem tomasse o microfone de Rosalba para dar um “batido” nela? O mundo estaria caindo. A militância dela espalhou o vídeo como um ato de coragem. Na verdade foi um gesto deselegante da parte dela assim como seria em sentido inverso.

Compartilhe:

Robinson estaria com medo da imprensa de Mossoró?

Robinson

Começo o texto respondendo a pergunta do título e afirmo que sim. Por que? São as evidencias que me levam a isso. Veja só: semana passada o governador Robinson Faria (PSD) cumpriu agenda no entorno de Mossoró. O natural seria desembarcar no Aeroporto Dix-sept Rosado, mas de última hora desceu em Assu.

Na volta a informação passada ao aeroporto mossoroense de onde o governador voltaria para Natal era de que ele retornaria por volta das 20h30, mas o governador acabou indo às 19h30.

Hoje ele cumpre agenda em Mossoró. A imprensa estava toda presente para aguardar o início das ações no Abrigo Amantino Câmara quando fomos “avisados” que o governador iria direto para o Santo Antonio lançar o Ronda Cidadã. Chegando lá após uma hora de espera somos informados pelas redes sociais oficiais que ele estava cumprindo a agenda inciando pelo Amantino Câmara conforme o anunciado inicialmente.

Pior que isso: chegou a ter o “aviso” de que antes do Ronda Cidadã ele iria ao Restaurante Popular. Confuso né? Se coloque no lugar dos jornalistas que ficaram como baratas tontas de um lado ao outro.

Pode até ter tido um ruído de comunicação, mas as evidências mostram o contrário. Afinal de contas os problemas do governo Robinson em Mossoró se avolumam e a imprensa mossoroense não tem amarras que impeçam certas perguntas.

Como eu tinha outros compromissos não fiquei mais tempo esperando o governador. Se tivesse teria formulado essas perguntas:

1) Em uma semana tivemos uma chacina, um carro forte explodido, uma delegacia incendiada e um motim na Penitenciária Mário Negócio. O que o senhor tem a dizer ao povo de Mossoró?

2) O senhor vai colocar num espaço privado uma nova Central do Cidadão ou vai transferir para lá a que se encontra na Rodoviária, um prédio público?

3) O senhor prometeu ao povo de Mossoró que iria comemorar seu aniversário em 12 de abril trazendo um voo comercial para a cidade, mas essas promessa não será cumprida. Qual a sua explicação ao povo de Mossoró?

4) O senhor poderia explicar aos servidores estaduais os motivos para ter enviado uma reforma da previdência em que aumenta de 11 para 14% a contribuição dos trabalhadores?

5) O senhor vai reter o duodécimo do judiciário utilizando-se da autorização dada pelo ministro do STF Marco Aurélio Mello?

Infelizmente meus colegas até tentaram fazer essas e outras perguntas, mas o governador foi providencialmente puxado pelo braço após respostas evasivas conforme meus colegas relataram.

Posso até estar sendo injusto com o governador, mas as evidências mostram que ele anda temeroso em manter contato com a imprensa local.

Compartilhe:

Governador cumpre agenda em Mossoró no sábado

A partir desta sexta-feira (17), o Governo do RN realizará uma agenda administrativa de dois dias nos municípios de Pau dos Ferros, São Miguel e Mossoró. As ações são voltadas para as áreas social, de segurança, saúde, econômica, entre outras. O lançamento do Ronda Cidadã em Mossoró, inauguração do novo restaurante popular de São Miguel e a inauguração do Centro de Treinamentos da Emater estão entre as iniciativas.

Confira, abaixo, a agenda de trabalho do Governo do Estado a partir desta sexta:

AGENDA OFICIAL

Sexta-feira (17) – São Miguel e Pau dos Ferros

10h – Inauguração do Centro de Treinamento da Emater e entrega de viaturas para as cidades de Doutor Severiano, Paraná, Rodolfo Fernandes e São Miguel.

12h – Almoço de inauguração do Restaurante Popular de São Miguel. Local: Rua Vicente de Paulo Freitas, S/N, Centro – São Miguel.

15h- Entrega de equipamentos na 6 Unidade Regional de Saúde aos usuários cadastrados pelo CRI. Local: BR 405, KM 03, Arizona, Pau dos Ferros. (ao lado ao Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade)

16:30h – Inauguração da Central do Cidadão de Pau dos Ferros. Local: Avenida Vereador Galdencio Jerônimo de Souza, 1640, Bairro Zeca Pedro.

Sábado (18) – Mossoró

10h – Visita e entrega de artigos fiscalizados pelo Ipem ao Abrigo Amantino Câmara. Local: Rua Venceslau Braz, 415, Barrocas

11h – Lançamento do Programa Ronda Cidadã em Mossoró. Local: Campo de Futebol da Estrada da Raiz – Santo Antônio.

12h- Almoço de lançamento do novo prédio do Restaurante Popular de Mossoró. Local: Rua Coronel Gurgel, S/N, Centro (rua da Caixa Econômica Federal).

Compartilhe: