Governo aumenta poder da polícia para forçar cumprimento de medidas de isolamento social

O Governo do Estado está agindo para garantir o cumprimento das medidas sanitárias estipuladas para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Norte, com foco nas ações listadas nos decretos editados desde o mês de março.

As polícias Militar e Civil, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), estão atuando em todo o estado para coibir quem está descumprindo as determinações condensadas no Decreto nº 29.583, publicado nesta quinta-feira (2).

O Decreto amplia o poder da PM para fazer abordagens e fiscalizações, como as que já foram realizadas em barreiras sanitárias no interior do estado esta semana. Em termos de abordagem, os militares estão orientando as pessoas que não possuem conhecimento das medidas e os trabalhadores que seguem nas ruas. As que descumprem com conhecimento o isolamento social estão sendo conduzidas à delegacia, como no caso das 23 pessoas detidas na noite do dia 28 de março em uma festa.

Já a Polícia Civil vem conduzindo investigações sobre casos como o do empresário que, durante o período de quarentena por ter contraído o Covid-19, promoveu uma festa em Carnaubais com mais de 20 pessoas e um personal trainer que usou as redes sociais para disseminar informações contra as determinações sanitárias para o isolamento social. Neste caso, a 1ª Delegacia de Polícia de Natal já encaminhou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para o Juizado Especial Criminal da capital por apologia ao crime, prevista no artigo 287 do Código Penal, que prevê uma pena de três a seis meses de detenção.

As pessoas e empresas que forem flagradas descumprindo as determinações do Governo também poderão sofrer uma multa diária de até R$ 50 mil para cada dia, podendo ainda sofrer apreensão, interdição e o emprego de força policial, assim como as responsabilizações civil e penal, pela caracterização de crime contra a saúde pública, tipificado no art. 268 do Código Penal.

As multas mínimas previstas no Decreto nº 29.583 são de R$ 5 mil para pessoas físicas e R$ 25 mil para pessoas jurídicas. Para a aplicação da multa as autoridades policiais registram a infração e enviam os autos para a Procuradoria Geral do Estado, que faz a inscrição na dívida ativa do Estado em caso de não pagamento.

As denúncias devem ser feitas pelo 190.

Texto e foto: Assecom/RN.

Compartilhe:

Fábio Faria explica papel dele na liberação de recursos da segurança

Fábio Faria argumenta que recursos vem de convênio (Foto: Web/autor não identificado)

No artigo A política do RN de mães, pais e burros registramos que a atuação do deputado federal Fábio Faria (PSD) não ficou muito clara apesar do registro feito pelo ministro da justiça Sérgio Moro no Twiter.

O deputado fez contato com o Blog do Barreto para explicar que articulou um convênio inicialmente de R$ 100 milhões ainda no Governo Michel Temer. “Conversei no início de 2018 com a secretária (de segurança) Sheila Freitas e depois articulei com o ministro Raul Jungmann. Ficou em R$ 80 milhões”, relatou.

Ele disse que o general Guilherme Teófilo, secretário nacional de segurança pública, se equivocou ao dizer que o dinheiro seria recurso de emenda. “Existe uma emenda, mas é de R$ 40 milhões e está em fase de licitação”, acrescentou.

Fábio Faria ainda criticou a governadora Fátima Bezerra (PT). “Não custava nada ela reconhecer meu empenho e o presidente Jair Bolsonaro por liberar os recursos”, lamentou.

Nota do Blog: a classe política do Rio Grande do Norte perdeu mais uma oportunidade de mostrar de mostrar união. Fábio ajudou? Pelo que explicou, sim. Se o Governo Federal quisesse não tinha convênio, mas liberou o dinheiro. Se o Governo do Estado não garante a contrapartida nem elabora o projeto a verba também não chegaria. O Rio Grande do Norte está sofrido demais para perder tempo com essas disputas.

Compartilhe:

Isolda articula envio de viaturas para PM em Mossoró

Deputada reivindicou que parte das viaturas viessem para Mossoró (Foto: cedida)

Das 70 viaturas adquiridas pelo Governo do Estado em convênio com o Ministério da Justiça, seis virão para Mossoró. Esta foi uma solicitação direta da deputada estadual Isolda Dantas (PT) junto à governadora Fátima Bezerra (PT).

A entrega dos veículos transcorreu nesta sexta-feira em solenidade no pátio externo da Escola de Governo com presença do secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Teófilo, representando o Governo Federal.

Com a parceria, a Governo está renovando a frota que tem muitos veículos ainda do ano de 2012, em condições precárias. “As novas viaturas garantem melhora nas condições de trabalho da polícia investigativa, e reforço para maior segurança da população. As viaturas que destinamos para Mossoró, junto à governadora, serão fundamentais para enfrentar a violência e insegurança que cresce cada vez mais em nossa cidade”, afirma Isolda.

No primeiro ano do Governo Fátima Bezerra, o Rio Grande do Norte teve redução de 26,3% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CLVIS), que resultou em 517 vidas salvas em relação aos casos registrados em 2018. Também houve reduções de 21% no roubo de veículos, de 70% nos assaltos a bancos e 30% nos feminicídios.

Saiba mais AQUI.

Compartilhe:

Governo entrega viaturas adquiridas por meio de convênio com Ministério da Justiça

 

Ato foi realizado hoje em Natal (Foto: Elise Elsie)

Dando continuidade aos investimentos na Segurança Pública, o Governo do Estado realizou mais uma entrega de viaturas, coletes e armas para a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (28), somando R$ 13 milhões em aquisições de equipamentos. O evento ocorreu na Escola de Governo, no Centro Administrativo.

Durante a cerimônia foi assinado o termo de entrega dos 70 veículos, modelo Mitsubishi L200 Triton, 150 fuzis calibre 556, 100 submetralhadoras do tipo 40, 200 coletes balísticos, 16 miras holográficas e 16 magnificadores (equipamento utilizado para melhorar precisão de tiro) destinados à Polícia Militar.

Os veículos serão divididos de forma a beneficiar todo estado e as principais unidades de policiamento do RN. Receberam carros os cinco Comandos de Policiamento, 14 batalhões, sete companhias independentes, cinco distritos de policiamento rodoviário e mais duas unidades operacionais (ROCAM e Polícia Montada). De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, “As viaturas foram distribuídas entre os municípios seguindo critérios técnicos e estratégicos como índices de criminalidade da região, total da população, área limítrofes. Devemos destacar que nossos agentes estão recebendo equipamentos de primeira geração garantindo também a segurança dos nossos homens e mulheres resultando uma melhor prestação de serviço à sociedade”.

O investimento é fruto do pacote de R$ 80 milhões em recursos para aplicação na segurança pública. Os valores são oriundos de convênios com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP). No ato de entrega, a governadora destacou a importância da parceria com a Senasp em prol da segurança pública do Rio Grande do Norte: “Estamos colhendo os frutos dos investimentos na segurança pública do estado: já reduzimos os índices de criminalidade e violência. Estamos com um processo em andamento para a compra de um novo helicóptero e em breve entregaremos o equipamento”.

Além destes 80 milhões, o Governo do Estado assegurou no ano passado mais R$ 41 milhões de emendas impositivas que serão destinadas a segurança. “Com isso estamos somando R$ 121 milhões de investimentos destinados a equipamentos e valorização profissional de todo sistema de segurança pública, o maior da história do Rio Grande do Norte nos últimos anos. Também estamos investindo nos serviços de inteligência e integração das nossas polícias e a capacitação dos nossos agentes. Estamos trabalhando com gestão e foco para garantir a paz e segurança pública para o povo do Rio Grande do Norte e para os nossos agentes”, enfatizou Fátima Bezerra.

O evento teve a presença do secretário Nacional de Segurança Pública, representando o Governo Federal, general Guilherme Teófilo, que destacou o empenho e dedicação do Governo do Estado para reduzir os índices de violência. “Os bons resultados da Operação Carnaval são uma prova do empenho do Governo do Estado. O evento de hoje é uma pequena parcela do que ainda podemos fazer juntos em parceria com a Senasp para beneficiar e aparelhar o Rio Grande do Norte”.

Parte da verba já foi aplicada em viaturas, equipamentos, armas e cursos para as forças de segurança desde 2019. O pacote ainda inclui mais viaturas e equipamentos, como drones. Em breve o Governo realizará uma nova entrega de viaturas para a Polícia Civil.

Participaram do evento o vice-governador, Antenor Roberto, o senador Jean Paul Prates, Comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, do diretor-geral do Itep, Marcos Brandão, delegada geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva, controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Monteiro Junior, secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, o superintendente da Policia Rodoviária Federal, Djairlon Moura, e os deputados Isolda Dantas, Francisco Medeiros, Rafael Mota, General Girão, Kleber Rodrigues, Souza Neto, Eudiane Macedo, coronel Azevedo, Benes Leocádio, Ubaldo Fernandes, prefeitos e agentes de segurança.

Distribuição das viaturas

Comando de Policiamento Metropolitano – 1 viatura; Comando de Policiamento do Interior – 1 viatura; Comando de Policiamento Regional 1 (Mossoró) – 1 viatura; Comando de Policiamento Regional 2 (Caicó) – 1 viatura; Comando de Policiamento Regional 3 (Santa Cruz) – 1 viatura; 1º Batalhão de Polícia Militar – BPM (Zona Leste de Natal) – 2 viaturas ; 2º BPM (Mossoró) – 3 viaturas; 3º BPM (Parnamirim) – 5 viaturas; 4º BPM (Zona Norte de Natal)– 2 viaturas; 5º BPM (Zona Sul de Natal) – 2 viaturas; 6º BPM (Caicó) – 3 viaturas; 7º BPM (Pau dos Ferros) – 3 viaturas
8º BPM (Nova Cruz) – 3 viaturas; 9º BPM (Zona Oeste de Natal)– 1 viatura; 10º BPM (Assu) – 3 viaturas; 11º BPM (Macaíba) – 4 viaturas; 12º BPM (Mossoró) – 3 viaturas; 1ª Companhia Independente de Polícia Militar – CIPM (Macau) – 2 viaturas; 2ª CIPM (João Câmara) – 2 viaturas; 3ª CIPM (Currais Novos) – 2 viaturas; 4ª CIPM (Santa Cruz) – 2 viaturas; 5ª CIPM (Jardim de Piranhas) – 2 viaturas; Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR) – 3 viaturas; Companhia Independente de Policiamento de Guarda (CIPGD) – 1 viatura; 1º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual – DPRE (Natal) – 2 viaturas; 2º DPRE (Mossoró) – 1 viatura; 3º DPRE (Caicó) – 1 viatura; 4º DPRE (Pau dos Ferros) – 2 viaturas; 5º DPRE (Nova Cruz) – 2 viaturas; Batalhão de Polícia de (BPChoque) – 5 viaturas; Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (ROCAM) – 1 viatura; Regimento de Polícia Montada (RPMON) – 1 viatura; Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) – 2 viaturas.

Compartilhe:

Governo aponta redução de incidentes no carnaval 2020

Governo faz balanço do carnaval (Foto: Elisa Elsie)

A iniciativa do Governo do RN em realizar a Operação Carnaval trouxe resultados positivos para a redução da violência e das ocorrências policiais em todo o Estado. Este ano o Rio Grande do Norte teve a maior redução nos números das Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) durante o período do Carnaval dos últimos oito anos. Considerando o período de 21 a 25 de fevereiro, foram registrados 16 CVLIs, contra 26 ocorrências no ano passado – uma diminuição de 38,5%. Na série histórica, é a menor quantidade de CVLIs durante o Carnaval desde 2012, quando foram registrados 12 casos.

“Esse resultado só foi possível porque o Governo do Estado investiu nas diárias operacionais pagas a mais a 10 mil agentes de segurança pública, o que representa um investimento de mais de R$ 3 milhões”, afirmou a governadora Fátima Bezerra em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 27, para apresentar os resultados alcançados. “Saúdo todos os integrantes do nosso sistema de segurança pelo trabalho feito com planejamento, foco, seriedade e responsabilidade. Mostramos que é possível reduzir a violência. Os dados de hoje falam por si. Tivemos um carnaval de paz, o mais tranquilo dos últimos oito anos”, destacou.

Fátima acrescentou que “os resultados não vieram à toa, mas como frutos de uma gestão comprometida, que investiu em diárias operacionais e na dedicação e comprometimento dos nossos agentes de segurança que aceitaram abrir mão de sua folga, atendendo esforço do governo”. Esta colaboração dos agentes, inclusive, foi essencial ao sucesso da operação, pois o efetivo policial atual tem grande defasagem, sendo equivalente ao do ano 2000. “Colhemos estes resultados por que temos planejamento e responsabilidade. Trabalhamos com ações integradas entre as instituições policiais e com as demais áreas do Governo.  Estamos aqui para servir ao povo e fazer a paz triunfar”.

A governadora externou “gratidão aos agentes de segurança pública do Estado. Acompanhei o trabalho em todo o Estado, trabalho abnegado e dedicado. Esse é o caminho. Os R$ 3 milhões investidos nas diárias operacionais não foram em vão. Trouxeram resultados expressivos e paz ao nosso povo. Nosso foco é, e será sempre, reduzir a violência e trazer paz e prosperidade ao Rio Grande do Norte e a quem nos visita”.

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo, destacou o empenho da administração e o comprometimento dos profissionais do sistema de segurança pública que compreende as polícias Militar e Civil, o ITEP, o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP). “Cumprimos as orientações dadas pela governadora. Fizemos o planejamento e a execução das ações que resultaram em um carnaval mais seguro e tranquilo para a população”, registrou coronel Araújo.

Diretor do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), Marcos Brandão explicou que o órgão atuou em escala de plantão, tanto em Natal e Região Metropolitana, como nas regionais do interior (Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros).  “Atuamos em conjunto com os demais órgãos da segurança, prestando nossos serviços e atendo a população”, informou.

Ana Cláudia Saraiva, delegada geral da Polícia Civil disse que os resultados positivos são reflexo do apoio do governo e de empenho e dedicação dos agentes que aceitaram trabalhar no período do descanso e da folga. A Polícia Civil trabalhou na Operação Carnaval com 50% do seu efetivo.

Comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior explicou que a corporação atuou na fiscalização dos locais de realização dos eventos em todo o Estado, na prevenção de acidentes e salvamento. “Nossa atuação acontece também na orientação às pessoas para evitarem áreas de risco. Fizemos mais de duas mil orientações e sete salvamentos aquáticos. Sete famílias deixaram de chorar a morte de entes queridos”, destacou.

Secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio foi enfático: “Trabalhamos na Operação Carnaval com 49% de todo o efetivo remunerado com diárias operacionais e plantões. Com o apoio da administração estadual mantivemos o controle e a segurança para a sociedade”.

NÚMEROS DA OPERAÇÃO CARNAVAL 2020:

POLÍCIA MILITAR (Comandos de Policiamento Metropolitano e do Interior)

Armas apreendidas – 31

Pessoas conduzidas – 77

Carros recuperados – 33

Drogas apreendidas – 5 quilos

POLÍCIA DE TRÂNSITO – CPRE

Abordados mais de 6 mil veículos

Prisões – 5

Mortes em rodovias:

2020: 02.

 2019: 03

OPERAÇÃO LEI SECA

Veículos abordados: 927

SEAP

OPERAÇÃO TOLERÂNCIA ZERO:  violação tornozeleiras eletrônicas – 07 ocorrências. Recaptura de foragido – uma ocorrência.

OPERAÇÃO SATURAÇÃO: 686 policiais penais realizaram revistas diárias nas unidades prisionais. 6.992 presos foram revistados em todas as 17 unidades prisionais do RN.

POLÍCIA CIVIL

Na Grande Natal, a Polícia Civil registrou 16 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs), cinco Boletins Circunstanciados de Ocorrências (BCOs), 59 Autos de Prisão em Flagrante Delito (APFD) e 269 Boletins de Ocorrências (BOs).

No interior do Estado, foram 84 TCOs, 12 BCOs, 72 APFD e 489 BOs.

PLANTÃO DELEGACIA DE ATENDIMENTO À MULHER – Natal e Grande Natal: 13 prisões em flagrante. Medidas protetivas – 27

CORPO DE BOMBEIROS

O 1º, 2º e 3º Grupamento Bombeiro Militar, que atuam na Grande Natal, Mossoró e Caicó, respectivamente, prestaram 229 atendimentos ao público nos principais polos carnavalescos do Estado.

O Serviço de Atividades Técnicas (SAT) do Corpo de Bombeiros Militar do RN fiscalizou estruturas de eventos e trios elétricos em mais de 40 municípios.

No total, foram prestados 181 atendimentos na capital potiguar, sendo 61 em Ponta Negra, 37 no Largo do Buiú (Redinha), 27 em Petrópolis, 14 na Ribeira, 14 no Nazaré, 10 nas Rocas, 10 no largo do Cruzeiro, 06 no Praia Shopping e 02 no Centro Histórico. Os casos envolveram ingestão de bebidas alcoólicas, quedas de pressão, pequenos cortes e fraturas.

ITEP

Acidentes de tráfego: 2020 – 07 ocorrências. 2019 – 08 ocorrências.

Exames de lesões corporais: 2020 – 149. 2019 – 146.

Compartilhe:

Governo investe R$ 3 milhões em diárias operacionais durante o carnaval

Investimento foi anunciado na abertura do carnaval de Natal (Foto: Demis Roussos)

A governadora Fátima Bezerra participou, na noite desta quinta-feira (20), no Largo do Atheneu, da abertura do Carnaval de Natal. Acompanhada do vice-governador, Antenor Roberto, e de secretários de Estado, a chefe do Executivo estadual cumprimentou a população no evento que marca o início das festividades carnavalescas na capital potiguar.

“O Carnaval é uma das principais festas populares do ano. É uma alegria ter de volta os tradicionais carnavais de rua em Natal, e principalmente no clima de tranquilidade e segurança”, disse a governadora. Ela lembrou que o Governo do RN está investindo mais de R$ 3 milhões em diárias operacionais para a Operação Carnaval 2020.

Além disso, Fátima destacou que o Governo já comemora os números no Turismo durante o período carnavalesco, que estima ocupar 92% do setor hoteleiro. Somado a isso está o aumento em 28% no número de chegadas de voos em fevereiro, quando comparado ao mesmo mês do ano passado. De acordo com os dados da Agência Nacional de Avião Civil (ANAC), o RN receberá 84 voos extras, oriundos principalmente das cidades de São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Rio de Janeiro, Brasília e Buenos Aires, na Argentina.

“O Carnaval é uma festa democrática que atende a todas as classes sociais e é também um momento de valorização da cultura popular e dos artistas da nossa terra. Os eventos espalhados por todo o Rio Grande do Norte movimentam a produção cultural do estado, fomentam diversos setores da economia e fazem a alegria do povo potiguar e dos turistas que nos visitam”, enfatizou o diretor-geral da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto.

A abertura do Carnaval de Natal, promovida pela Prefeitura de Natal, foi realizada durante o tradicional Baile de Máscaras com a entrega das chaves para o Rei Momo e a Rainha do Carnaval, além de uma série de apresentações de artistas potiguares e nacionais, como Jaina Elne, Lia de Itamaracá, Carlinhos Zens e a cantora pop Iza, que pela primeira vez se apresentou no estado.

Também registraram presença, além dos já citados, os secretários e gestores do Estado: Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico), Íris Oliveira (Sethas), Gustavo Coelho (Infraestrutura) e Teresa Freire (Coordenadora do RN Mais Vida).

OPERAÇÃO CARNAVAL 2020

A operação, que tem início nesta sexta-feira (21) e segue até a quarta-feira de cinzas (26), contará com um efetivo extra de 10 mil agentes de segurança – polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN).

O esquema montado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) contempla todos os polos de festa no estado e atende todas as prefeituras e festas que requisitaram efetivo, sem prejudicar o policiamento normal.

Na Região Metropolitana a operação será dividida em três polos: Natal, Litoral Sul e Litoral Norte. Já no interior, serão reforçadas as estruturas nos batalhões de Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros, Nova Cruz, Assu e nas companhias independentes de Macau, João Câmara, Currais Novos, Santa Cruz e Jardim de Piranhas, atendendo todas as regiões do estado.

Compartilhe:

Senador é baleado em protesto

Cid Gomes é baleado durante protesto de policiais em Sobral (Foto: Reprodução)

G1/CE

O senador Cid Gomes (PDT-CE) foi baleado na tarde desta quarta-feira (19) em meio a um protesto de policiais que reivindicam aumento salarial. O senador pilotava uma retroescavadeira e tentava furar um bloqueio feito por policiais militares no Centro de Sobral.

Inicialmente, a assessoria do senador disse que ele havia sido atingido por uma bala de borracha. Depois, informou ainda não ter certeza se o disparo foi com bala de borracha ou com bala de revólver.

Ainda não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde de Cid Gomes. Imagens feitas por pessoas que acompanharam a manifestação mostram o senador consciente e com a blusa manchada de sangue.

Durante a confusão, tiros foram disparados na direção de Cid Gomes e quebraram os vidros do veículo utilizado pelo senador. Conforme a assessora do político, ele foi baleado no peito e foi encaminhado ao Hospital do Coração de Sobral.

Cid Gomes, que está licenciado, organizava um protesto contra um grupo de policiais que tenta impedir o trabalho da Polícia Militar. Nesta quarta-feira, policiais secaram pneus de carros da polícia para impedir que os agentes de segurança atuem na ruas.

Em frente ao bloqueio dos policiais, utilizando uma retroescavadeira, ele pediu que os policiais deixassem o local: “Vocês têm cinco minutos pra pegarem os seus parentes, as suas esposas e seus filhos e sair daqui em paz. Cinco minutos. Nem um a mais”, afirmou, utilizando um megafone.

Ainda na tarde desta quarta-feira, policiais de Sobral ordenaram que comerciantes fechassem as portas do Centro da cidade.

Resumo:

  • Em 5 de dezembro, policiais e bombeiros militares organizaram um ato reivindicando melhoria salarial. Por lei, policiais militares são proibidos de fazer greve.
  • Em 31 de janeiro, o governo anunciou um pacote de reajuste para soldados.
  • Em 6 de fevereiro, data em que a proposta seria levada à Assembleia Legislativa do estado, policiais e bombeiros promoveram uma manifestação pedindo aumento superior ao sugerido.
  • Em 13 de fevereiro, o governo elevou a proposta de reajuste e anunciou acordo com os agentes de segurança. Um grupo dissidente, no entanto, ficou insatisfeito com o pacote oferecido.
  • Em 14 de fevereiro, o Ministério Público do Ceará (MPCE) recomendou ao comando da Polícia Militar do Ceará que impedisse agentes de promover manifestações.
  • Em 17 de fevereiro, a Justiça manteve a decisão sobre possibilidade de prisão de policiais em caso de manifestações.
  • Em 18 de fevereiro, três policiais foram presos em Fortaleza por cercar um veículo da PM e esvaziar os pneus. À noite, homens murcharam pneus de veículos de um batalhão na Região Metropolitana.
  • Em 19 de fevereiro, batalhões da Polícia Militar do Ceará foram atacados por grupos de pessoas encapuzadas e mascaradas. Em Sobral, homens encapuzados em carro da PM ordenaram que comerciantes fechassem as portas.

Invasão de batalhões policiais

Pneus de carros oficiais foram esvaziados próximo a batalhão do Bairro Antônio Bezerra. — Foto: José Leomar
Pneus de carros oficiais foram esvaziados próximo a batalhão do Bairro Antônio Bezerra. (Foto: José Leomar)

Pneus de carros oficiais foram esvaziados próximo a batalhão do Bairro Antônio Bezerra. — Foto: José Leomar

Um grupo de policiais que reivindica aumento salarial e é contrário à proposta do governo de reestruturação da carreira da categoria realiza desde terça-feira (19) atos que a Secretaria da Segurança considera “vandalismo” e “motim”.

Na terça, três policiais foram presos por cercarem veículo da polícia e secarem os pneus. Conforme o Governo do Estado, o ato é uma tentativa ilegal de impedir a atuação de policiais.

Nesta quarta-feira, pelo menos quatro batalhões da Polícia Militar foram invadidos por homens mascarados. Eles retiraram veículos policiais das bases militares e rasgaram os pneus com objetos cortantes.

O Governo do Estado anunciou processo contra mais de 200 policiais dissidentes. Também anunciou que solicitou o reforço da Força Nacional e cortou o repasse de verba para associações policiais que, de acordo com o governo, apoiam os atos grevistas.

Compartilhe:

Isolda articula plano de ação para segurança na Maisa

Isolda levação PM à Maisa (Foto: Eduardo Maia)

Na madrugada desta sexta feira, 14 de fevereiro de 2020, ocorreu um grande arrastão no Assentamento Montana Zona Rural de Mossoró, na região da Maísa. Tem sido constante os arrastões e arrombamentos em casas em Mossoró, especialmente na zona rural.

Diante desta situação, a deputada estadual Isolda Dantas se reuniu com o comandante Humberto Pimenta, do 2 Batalhão da Polícia Militar, e solicitou reforço de segurança. No domingo, 16, às 8h, a deputada realizará Audiência Pública na Igreja Matriz da comunidade para, junto com a polícia e a população, discutir um plano de ação para enfrentar a insegurança que assola o assentamento.

“A questão da segurança é fundamental para o povo. Nesta ação buscamos agilidade para garantir uma ação eficaz em busca de paz para a Maísa, mas também para Mossoró e todo o RN”, diz a deputada.

Informações Assessoria da Comunicação de Isolda.

Compartilhe:

Juiz em Mossoró está andando com escolta e carro blindado após sofrer ameaças

Um juiz em Mossoró está andando sob escolta armada e veículo blindado após sofrer ameaças em um vídeo divulgado na Internet.

A ameaça está sob investigação e por prevenção o magistrado tomou as devidas providências.

Por questões de segurança o nome do juiz não foi informado ao Blog do Barreto, mas o fato foi confirmado por meio de fonte oficial.

Nota do Blog: pensamos que esse tipo de ameaça não tem por estas bandas.

Compartilhe:

Isolda solicita reserva de vagas para mulheres em concursos na área de segurança

Isolda encaminhou solicitação a governadora (Foto: cedida)

Considerando a competência do Governo do Estado para as leis que versam sobre o efetivo da PM e a criação e estruturação das Polícias, a deputada estadual Isolda Dantas (PT) solicita que a governadora encaminhe proposição à Assembleia Legislativa para que os próximos certames tenham reserva de vagas para as mulheres, e ainda permitam que estas possam concorrer também às vagas de ampla concorrência, efetivando uma política afirmativa, garantindo igualdade de direitos, em particular o de exercer cargos públicos nas Polícias e Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte,  e ampliando o número de mulheres nestas corporações.

Atualmente, apenas 3% do efetivo das Polícias Militar e Civil, bem como do Corpo de Bombeiros, são mulheres no RN.

“No concurso realizado pela gestão estadual passada, das mil vagas apenas 62 foram destinadas para mulheres. O TAC assinado por Fátima com o Ministério Público Estadual demonstra o compromisso de sua gestão quando amplia o número de mulheres a serem convocadas para os quadros da PMRN”, diz Isolda. E acrescenta: “Nossa solicitação é para que o Estado possa garantir, em igualdade de condições com os homens, que as mulheres ocupem os cargos públicos”.

Compartilhe: