Vereadora governista critica indecisão da prefeita

WhatsApp Image 2018-07-24 at 16.45.17

Em entrevista ao Meio-Dia Mossoró (95 FM) a vereadora Aline Couto (sem partido) afirmou que já “passou da hora” de a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) fazer mudanças no secretariado e nos demais cargos.

Segundo Aline, as dificuldades maiores estão pela ordem na limpeza urbana e saúde. Esta última ela relativiza a culpa do secretário Benjamim Bento a quem classificou como um profissional competente e defensor incansável do Sistema Único de Saúde (SUS). “Mas existem alguns auxiliares que atrapalham”, frisou.

A vereadora já tinha feito crítica semelhante ontem no Cenário Político da TCM. “É preciso uma reforma administrativa urgente. Trocar secretários. As coisas parecem que são dificultadas propositalmente”, disparou.

PARTIDO

Aline Couto disse também no Meio-Dia Mossoró que ainda não definiu um novo destino partidário.

Compartilhe:

TCM explica que montagem do Camarote é responsabilidade de empresa vencedora de licitação

WhatsApp Image 2018-06-08 at 10.09.07

Por meio de nota a TCM explicou que era parceira comercial do camarote privado do Mossoró Cidade Junina, mas não tem qualquer responsabilidade sobre a montagem da estrutura nem sobre a venda dos ingressos. Isso ficou a cargo da empresa vencedora da licitação para exploração do espaço.

Abaixo a nota da TCM:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante do ocorrido na madrugada desta sexta-feira, 08 de junho de 2018, com parte da estrutura de um dos camarotes do Mossoró Cidade Junina, a TV Cabo Mossoró lamenta o ocorrido, solidariza-se com as vítimas e traz esclarecimentos pertinentes:

1 – O Grupo TCM não é proprietário do camarote. O Grupo adquiriu o direito de realizar ali ações de exposição de sua marca, recebendo da empresa vencedora da licitação para montagem e exploração do camarote toda a estrutura pronta;

2 – Inclusive, no camarote, a comercialização de senhas/acessos é de responsabilidade da empresa vencedora da licitação para exploração do camarote;

3 – O Grupo TCM informa que, ao firmar o patrocínio com a empresa proprietária do camarote, certificou-se que o mesmo estava devidamente liberado pelo Corpo de Bombeiros;

4 – O Grupo TCM participa ativamente da promoção de eventos na região Oeste do Estado, seja por meio de patrocínio, divulgação, cobertura e espaço de mídia. Esta prática não é diferente com o Mossoró Cidade Junina, um dos mais expressivos eventos do Estado;

5 – Independentemente de culpa ou responsabilidades, entendemos que o momento é de acompanhar o estado das vítimas, o que o Grupo TCM está fazendo. Em paralelo, o Grupo TCM se compromete em acompanhar as apurações deste incidente e manter o público informado, como sempre tem feito ao longo dos seus 15 anos,

A Direção.

Compartilhe:

TCM exibe paraísos pouco conhecidos no RN

A equipe da Central TCM de Produções e o jornalismo TCM estão preparando um documentário sobre paraísos pouco conhecidos do Rio Grande do Norte que surgem em tempos de chuvas no Sertão.

Estão sendo coletadas imagens e depoimentos sobre as Cachoeiras do Roncador e da Caripina em Felipe Guerra.

O documentário ainda não tem data para ser exibido. Mas algumas reportagens devem ser divulgadas nos telejornais do Canal 10.

Curta abaixo um vídeo sensacional sobre a bela Cachoeira do Roncador em Felipe Guerra.

Compartilhe:

Robinson afirma que está derrotando a crise

WhatsApp Image 2018-04-16 at 17.43.02

O entrevistado no Meio-Dia Mossoró (95 FM) foi o governador Robinson Faria (PSD). Durante uma hora ele dissecou as ações do governo dele na segunda maior cidade do Estado.

A entrevista focou a maior parte do tempo em questões administrativas como os investimentos em segurança, saúde e educação com destaque para a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Sobre as eleições ele não garantiu que vai para a reeleição, disse que é o povo que vai decidir se ele será ou não candidato. “Vou pensar nisso lá para junho. Agora eu quero é trabalhar para deixar o meu legado administrativo”, justificou.

Robinson também detonou as pesquisas que posicionam ele como o governador de pior avaliação da história potiguar. O chefe do executivo estadual disse saber como funcionam os “arrumadinhos”.

Confira a entrevista completa abaixo.

 

Compartilhe:

Carlos Eduardo e o desafio de repetir Wilma de Faria

carlos_eduardo

Quando 2002 começou Wilma de Faria era uma prefeita de Natal com popularidade alta e vinda de uma reeleição fácil contra Fátima Bezerra em 2000. Mas a candidatura ao Governo do Estado era apenas especulação. Agora Carlos Eduardo Alves vive cenário semelhante no campo da especulação.

Na virada de 2001 para 2002, Wilma só tinha contra si o desempenho tímido nas pesquisas. Todo o restante lhe favorecia. O governador Garibaldi Filho não tinha um nome forte para sucedê-lo e o favorito Fernando Bezerra era famoso por ser um nome pesado pela famosa antipatia.

Na virada de 2017 para 2018, o quadro se assemelha nesse aspecto. Robinson Faria faz um governo sofrível, bate cabeça para resolver questões simples e não tem alternativas. A favorita Fátima Bezerra está fragilizada graças ao antipetismo enraizado em setores significativos da classe média.

Há 16 anos tudo indicava um quadro favorável a Wilma Faria. Valia a pena arriscar pouco mais de dois anos de mandato para conquistar quatro, talvez oito (isso aconteceu), como governadora. A “Guerreira” arriscou e mudou de patamar político.

O cenário para Carlos Eduardo guarda semelhanças com o passado, mas há um aspecto fundamentalmente diferente: o prefeito de Natal não é tão popular como foi no passado nem tem o caminho aberto como teve Wilma. Há um risco muito maior para ele.

As oligarquias estão em baixa. Carlos Eduardo é o único nome viável para este campo político. Outro ponto a causar preocupação é o fato de o atual prefeito de Natal atrasar salários como faz Robinson Faria. Como o eleitor vai confiar em alguém que comete os mesmos erros do atual governador?

É preciso avaliar esses aspectos antes de largar um compromisso assumido em praça pública de não renunciar para disputar o Governo em 2018.

Talvez por isso, Carlos Eduardo tenha hesitado tanto nessa entrevista à TCM ao admitir e negar a candidatura em poucos segundos.

O irônico nisso tudo é o fato de Carlos Eduardo ter sido o vice de Wilma em 2000 e ter se tornando prefeito graças a renúncia dela.

Compartilhe:

Vonúvio Praxedes estreia no Cenário Político

Cenário Política

O Cenário Político da TCM tem novo apresentador. O jornalista Vonúvio Praxedes é o novo integrante do programa. Ele substitui Marcelo Benévolo que deixou o programa para apostar num novo ramo profissional.

Ontem Vonúvio já esteve no programa ao lado de Carol Ribeiro.

Nota do Blog: Vonúvio é talentoso e entende de política. Tem tudo para fazer sucesso nesse novo desafio. Desejo sucesso.

Compartilhe:

Temporada 2017 do Conversa de Alpendre estreia hoje

Conversa de Alpendre - Carol Ribeiro e Bruno Barreto entrevistam vereadora Izabel Montenegro

Seguindo o clima do verão na TV Cabo Mossoró, o programa político Conversa de Alpendre está de volta num passeio pelas praias de Tibau e bate-papo descontraído com os principais personagens políticos de Mossoró. A estreia acontece nesta quinta-feira, 12, às 20h30, no TCM 10 HD. O primeiro programa de uma série de quatro conversas com representantes do legislativo mossoroense tem como convidada a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (PMDB), e a participação do vereador governista Francisco Carlos (PP), além do oposicionista Alex do Frango (PMB).
Os projetos de cada um na Câmara Municipal para a nova legislatura, os posicionamentos dos vereadores, a eleição à presidência da Casa e as polêmicas relações nos bastidores são temas da conversa. A condução do programa este ano é dos jornalistas Carol Ribeiro e Bruno Barreto. O Conversa pode ser visto, além do Canal TCM 10 HD, pelo www.tcm10hd.com.br ou aplicativo TCM Play.

CONVERSA DE ALPENDRE
Em 2017, o Conversa de Alpendre completa 10 anos de existência. Apresentado inicialmente pelo jornalista Neto Queiroz, o programa passou pelo comando do saudoso Nilo Santos, Julierme Torres, chegando até a atualidade, com Bruno Barreto, Carol Ribeiro e Marcello Benévolo.
Nesta edição, o programa, que acontece sempre semanalmente durante o mês de janeiro, busca um formato que contemple a nova configuração da política em Mossoró, com uma nova gestão municipal, nova legislatura na Câmara e um novo grupo de oposição em formação.

Compartilhe: