Fafá Rosado pode ir para o PSDB

Fafá

Sem clima no PMDB mossoroense a ex-prefeita Fafá Rosado deve tomar um novo rumo partidário em 2017. O destino mais provável é o PSDB. O interesse foi manifestado pelo presidente do diretório municipal do partido Tião Couto.

No final de semana ela esteve na casa do tucano em Tibau para uma visita de cortesia. Também estava na casa o ex-deputado federal João Maia (PR) e o empresário Marcelo Alecrim, nome cotado para disputar o Governo ou Senado em 2018.

Segundo Tião, o convite será oficialmente formulado. “Convidar eu vou, mais a decisão vai ser deles. Eu como presidente gostaria muito. Precisamos de quadros bons”, explicou o líder tucano.

Compartilhe:

Tião critica turma que está abandonando Alex do Frango

tiao-couto

Em conversa com o Blog do Barreto, o empresário Tião Couto (PSDB) revelou decepção com o processo de escolha para presidente da Câmara Municipal de Mossoró. Para ele foi mais uma demonstração de prevalência da “velha política”.

O tucano disse agora estar vendo quem realmente se preocupava com Mossoró e quem estava no grupo para se valorizar. “Vejo com muita decepção. Por outro um lado identificando quem estava realmente pensando numa Mossoro melhor e quem estava no grupo pra se valorizar. As pessoas contaminadas do modo antigo de fazer política não mudam e triste mais é a verdade”, lamentou.

Liderando a oposição, Tião foi um dos articuladores da candidatura de Alex do Frango (PMB), mas o projeto está perdendo força. Manoel Bezerra (PRTB) já deixou o grupo. A lista dos nomes que devem deixar o grupo é formada por Flávio Tácito (PPL), Zé Peixeiro (PTC) e Emílio Ferreira (PSD).

Compartilhe:

Pesquisa Seta/TCM confirma cenário de equilíbrio demonstrado por comportamento de Rosalba

foto-rosalba-centro-2

O Blog do Barreto já tinha alertado que o comportamento da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) indicava um cenário de equilíbrio na disputa pela Prefeitura de Mossoró.

Não se trata de achismo ou manifestação de vontade. É análise com base no comportamento histórico de uma candidata com 28 anos de vida pública.

A ex-governadora virou uma eleição para Fernando Bezerra (PTB) em 2006 sem desferir um único ataque contra o adversário. Agora ela partiu para o ataque contra o principal adversário, Tião Couto (PSDB), contrariando o comportamento histórico e o próprio discurso.

img_6405

Tião vinha crescendo ao longo da campanha e o volume das movimentações mostrava isso. Rosalba seguia sendo um nome forte, mas não tinha muita margem para crescer tendo em vista que já era um nome massificado e quem tende a votar nela o faria logo no início da campanha.

O quadro apontado pela Seta aponta um acirramento ainda maior que o de 2012.

Isso não significa que a ex-governadora não tenha chances. Ela tem e conta com um trunfo que é a abstenção que pode ser recorde esse ano.

Já o tucano conta com o sentimento anti-rosalbista de parte considerável do eleitorado o que pode lhe levar a canalizar os votos dos indecisos.

Já Gutemberg Dias (PC do B), em sendo confirmado os números da Seta pode, de forma surpreendente, superar um tabu de 24 atingindo a maior votação da esquerda em Mossoró superando Luís Carlos (PT) que obteve 6.557 votos.

A pesquisa também confirma a tendência de Josué Moreira (PSDC) a ficar em último lugar.

Compartilhe:

Coligação acusa jornal de tentar manipular eleitor com pesquisa

Abaixo uma nota a Coligação Unidos Por Uma Mossoró Melhor, que sustenta a candidatura de Tião Couto (PSDB), a respeito de sondagem publicada hoje pelo Jornal De Fato:

“A Coligação Unidos Por Uma Mossoró Melhor vem a público declarar seu completo repúdio à publicação nesta data, 01/10/2016, de uma pesquisa no Jornal de Fato,  com a clara pretensão de manipular o eleitor menos informado.

Uma pesquisa que foi realizada há dez dias e somente agora divulgada, executada antes de fatos novos e determinantes ocorridos no atual processo eleitoral, publicada deliberadamente com o intuito de refletir uma falsa realidade e influenciar no voto do eleitor mais desavisado.

É lamentável essa atitude, que por si só reflete o mais absoluto desespero, porque recorre a uma artimanha reprovável, enganosa, fraudulenta, contrariando todos os princípios de quem se propõe a fazer uma campanha limpa.

Sabemos que a pesquisa foi contratada por uma  coligação interessada em desvirtuar a realidade e a publicação se deu em um órgão de imprensa com claros vínculos políticos, ligados ao referido grupo.  Ou seja, um “arranjo”,  que nem de longe, retrata a realidade que todos estão vendo nas ruas de Mossoró.

Não é a primeira e  nem será a última vez que esse tipo de manipulação ocorre na política de Mossoró, mas assim como ocorreu em todas às vezes anteriores, o eleitor que é sábio, não cairá nesta armação e o jogo baixo será derrotado, a artimanha será desnudada e a verdade prevalecerá ao final.

Os verdadeiros números estão nas ruas, na boca do povo, apontando majoritariamente para o novo, para o diferente, para a escolha por uma Mossoró administrada pelas mãos competentes de Tião e Jorge.
Fraude eleitoral nunca mais.

COLIGAÇÃO UNIDOS POR UMA MOSSORÓ MELHOR”.

Compartilhe:

Abstenção terá peso importante na eleição e ausências beneficiam Rosalba

rosalba-visita-quixabeirinha-2

A ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) tem um aliado invisível e quase pouco lembrado nessas eleições: as abstenções que tendem a ser um dos fatores decisivos nesse pleito.

Mas como assim? Simples. A maioria do eleitorado de Tião Couto (PSDB), principal adversário dela na disputa, está concentrado na classe média. Como para Mossoró estamos tendo um “feriadaço”, a vantagem é dela.

O eleitorado de Rosalba é bem cristalizado no chamado “povão” cujo poder aquisitivo proíbe pensar em viagem nesse final de semana. Bom para ela.

Uma eventual vitória de Rosalba não está condicionada as abstenções, mas os votos de Tião dependem muito da quantidade de pessoas que vão viajar.

abstencoes

O Blog do Barreto mostra que nas últimas três eleições regulares (2004, 2008 e 2012) a abstenção ficou na casa dos 12%. Em 2000 foi de 13,42%. Já na eleição suplementar de 2014 a abstenção ficou na casa dos 19,011%.

A coincidência com os feriados de 30 de setembro e 3 de outubro tendemos a uma abstenção parecida com a do pleito suplementar ou ao menos intermediária entre o que aconteceu há dois anos e a média histórica.

Brancos/Nulos

Nos últimos pleitos, os votos brancos variaram de 1,5% a 3,2% enquanto que os nulos ficaram entre 3,9% e 4,6% com exceção do pleito suplementar de 2014 quando chegaram a 11,15%. O que pesou para isso? A solidariedade de parte do eleitorado com Cláudia Regina (DEM) que fora cassada num ponta e na outra o eleitor que sentia inseguro em votar em Larissa Rosado (PSB), que estava àquela altura com os direitos políticos suspensos.

Compartilhe:

Voto útil do anti-rosalbista embala reta final da campanha de Tião

img_5910

Para os rosalbistas, a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) é um ser mítico, infalível, quase uma divindidade. Inatacável, incapaz de realizar algo que seja contra o povo. A passagem negativa dela pelo governo é fruto de uma trama dos natalenses que odeiam Mossoró por inveja por não ter alguém tão perfeita para liderar os rumos da sociedade.

É uma visão fanática que provoca antipatia dos que possuem o mínimo de bom senso. A encheção de saco nas redes sociais de quem adota esse discurso provoca um efeito contrário. Cria o anti-rosalbismo que se reforça ainda mais quando temas como o Hospital da Mulher, as maquetes do Teatro Lauro Monte e Estádio Nogueirão e tantos outros assuntos vêm à tona.

O anti-rosalbismo com suas peculiaridades se assemelha ao anti-petismo. Alguns petistas, pelo discurso igualmente fanático, geram mais antipatia que simpatia por parte das pessoas de bom senso.

É nesse embalo que o candidato Tião Couto (PSDB) pode reforçar a votação dele. Muita gente propensa a tomar outros rumos nas urnas pode rever a decisão nas próximas 48 horas e votar no tucano com  o objetivo de derrotar a “Rosa de Mossoró”. Guardada as devidas proporções foi isso que aconteceu com Henrique Alves (PMDB) nas eleições para o Governo do Estado em 2014. Foi um sentimento “anti”que também levou as ruas milhões de pessoas para derrubar Dilma Rousseff.

Compartilhe:

Tião desce o Alto de São Manoel em último movimentação da campanha

img_6034

A movimentação realizada no Alto de São Manoel nesta quinta-feira (29) demostra a força e o alcance da candidatura de Tião e Jorge do Rosário. O que começou como “uma brincadeira de empresários”, como diziam alguns, ganhou grandes proporções e atraiu milhares de mossoroenses às ruas para mostrar seu apoio e confiança nos candidatos.

O deputado federal Rogério Marinho se mostrou impressionado com o tamanho da mobilização. “Visitei vários municípios durante esse período de campanha e em nenhum existe a alegria que encontrei aqui em Mossoró. É contagiante”, revelou o deputado.

Ao final da carreata os candidatos se mostraram muito emocionados, pelo carinho recebido pelas pessoas, as mensagens recebidas de amigos e familiares queridos. O discurso foi marcado por agradecimentos, a todos aqueles que acompanharam a trajetória de luta dos empresários, e confiança, pelo apoio depositado por cada cidadão.

“Confesso que estou emocionado. Desci muitas vezes o Alto, como candidato essa é minha segunda vez. Vocês mostraram que Mossoró entendeu a mensagem de um projeto político que tem uma força extraordinária, que foi concebido pela indignação do que está acontecendo e pelo amor a Mossoró”, declarou Jorge.

A carreata foi encerrada com o convite feito aos mossoroenses de lutarem por uma Mossoró melhor. “Estamos chegando na reta final, faltam apenas 3 dias, mas vocês já decidiram quem vocês querem para lhes representar. Mossoró tem potencial. Convido todos a fazer a mudança que Mossoró realmente precisa, escolhendo um gestor que saiba fazer muito com pouco”, reforçou Tião.

Texto e foto: Assessoria de Comunicação

Compartilhe:

Juiz nega direito de resposta à Tião no caso da Prest

O juiz Breno Valério da 33ª Zona Eleitoral negou direito de resposta à Tião Couto (PSDB) que é acusado no programa eleitoral da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) de ter quebrado a Prest Perfurações.

O magistrado entendeu que a crítica política é válida desde que os argumentos não sejam inverídicos e que a ex-governadora se valeu de matérias jornalísticas para expor o assunto.

Ele entendeu que não há elementos para conceder uma tutela antecipada. “É o que se afigura de uma análise provisória. Maiores incursões em torno da viabilidade dos argumentos expostos, no entanto, só poderão ser procedidas mediante valoração mais aprofundada, na oportunidade da apreciação meritória”, declarou.

 

Compartilhe:

Rosalba usa estratégia explorada contra “candidato dela” em 2014

No horário eleitoral, a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) explora um possível (e bem provável) acordo de bastidores envolvendo Tião Couto e Francisco José Junior (PSD). Ao final a propaganda dela questiona se Tião seria um novo Silveira, como o prefeito também é conhecido.

Curiosamente, essa estratégia que ela está apostando foi usada por Henrique Alves (PMDB) em 2014 quando tentava informar que Robinson no governo era “mais quatro anos de Rosalba ou coisa pior” denunciando um acordo por debaixo dos panos como a “Rosa” faz agora. Hoje o partido de Henrique apoia a ex-governadora.

O vídeo que até o começo desse ano estava disponível no Youtube encontra no modo privado. Como você pode conferir AQUI.

Rosalba hoje acusa Silveira do que ela foi acusada há dois anos. Coisas da política.

Compartilhe: