Partido de Rosalba passa a ter sete vereadores na Câmara Municipal

Rosalba e Beto receberam os novos filiados hoje (Foto: cedida)

O PP da prefeita Rosalba Ciarlini agora tem sete parlamentares na Câmara Municipal de Mossoró.

Além de recém-chegados Alex Moacir (ex-MDB) e Manoel Bezerra (ex-PRTB) se juntam a Francisco Carlos os vereadores Toni Cabelos (ex-PSD), Ricardo de Dodoca (ex-PROS), Zé Peixeiro (ex-PTC) e Flávio Tácito (ex-PC do B).

Também se filiou ao PP a ex-vereadora Arlene Souza.

As fichas foram abonadas pela prefeita de Mossoró e o deputado federal Beto Rosado (PP) na manhã desta quinta-feira.

Com informações do Blog Saulo Vale

Compartilhe:

Vereadores tentam ficar no PSD

Para Raério, movimento tem objetivo apenas de tumultuar (Foto: Edilberto Barros/CMM)

Os vereadores Emílio Ferreira, Maria das Malhas e Toni Cabelos, além do ex-presidente da Câmara Municipal Jório Nogueira, estão se mobilizando para continuar no PSD.

A legenda ficou acéfala em Mossoró entre os anos de 2017 e 2018, mas agora está sob a batuta do vereador Raério Araújo cuja filiação foi registrada ontem no sistema da Justiça Eleitoral. O parlamentar assume o partido na próxima semana e deixou bem claro que o trio de vereadores e o ex-presidente da Câmara Municipal não terão espaço. “Não tem briga não. Eles estão fora e acabou. Eles estão querendo tumultuar. Isso é coisa de política antiga e sebosa. Quem está com a nominata sou eu e eu vou botar o povo novo”, avisou.

Para Raério, a mobilização tem objetivo apenas de tumultuar e espantar os nomes que vão se candidatar pelo PSD. “Eles não querem ficar, mas tumultuar porque sou eu. Eles sabem que estou na oposição. Isso é coisa de outro vereador que botou na cabeça deles que façam zoada. Nosso grupo está formado e se eles não saírem vão ficar fora (da lista de candidatos) e acabou”, avaliou.

De acordo com Raério são 32 candidatos que vão chegar ao partido junto com ele.

 

Compartilhe:

Partido deve passar por debandada em Mossoró

Em 2016, o PSD era o partido mais forte de Mossoró. Tinha o presidente da Câmara Municipal (Jório Nogueira), o prefeito de Mossoró (Francisco José Junior) e o governador do RN (Robinson Faria).

Com essa estruturara elegeu três vereadores que até hoje estão por lá formando a maior bancada na Câmara Municipal.

Em breve o partido será esvaziado na cidade.

Os vereadores são do antigo partido do ex-prefeito apenas por formalidade. Antes da posse em 1º de janeiro de 2017 todos já eram rosalbistas.

Agora o PSD vai para o controle de Tião Couto, outro adversário da prefeita. É questão de tempo Maria das Malhas, Toni Cabelos e Emílio Ferreira deixarem o partido para fazer parte de alguma agremiação da orbita política de Rosalba.

Questão de tempo, repito.

Compartilhe: