Com um ano e três (quase quatro) meses de mandato, gestão de Rosalba ainda não fez prestação de contas da saúde

rosalba-eleita
Discurso de campanha não se confirma na gestão

Em campanha a transparência e a austeridade nas contas públicas não saem da boca da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), mas após as eleições a coisa muda. Estamos com quase um ano e quatro meses de mandato ela ainda não fez a prestação quadrimestral das contas da saúde.

Nenhuma prestação de contas quadrimestral de 2017 foi feita até hoje. A legislação prevê que a cada quatro meses as prefeituras devem ir à Câmara Municipal apresentar o balanço dos investimentos em saúde.

De repente, pegando a bancada de oposição de surpresa, o secretário Benjamim Bento daqui a pouco, às 9h, na Câmara Municipal para apresentar as contas de 2017 a toque de caixa.

Teremos três quadrimestres com contas apresentadas de uma vez só sem ter as condições de se debater um por vez como estabelece a legislação.

Coincidência ou não, a saúde municipal está na berlinda desde ontem quando a Defensoria Pública da União entrou com uma ação pedindo a suspensão dos gastos com o Mossoró Cidade Junina (ver AQUI).

Sobre o assunto leia mais AQUI e AQUI.

PS: a Prefeitura de Mossoró fez a prestação de contas do primeiro quadrimestre em agosto do ano passado. A própria assessoria de comunicação informou que a audiência envolveria as contas do ano de 2017 sem especificar os quadrimestres dando a entender que seria o ano inteiro. Ver AQUI

Compartilhe: