Vereador explica polêmica sobre verba de gabinete

Encontro casualmente o vereador Lairinho Rosado (PSB) em um restaurante da cidade e puxo conversa sobre a questão da verba de gabinete da Câmara Municipal que está sendo analisada com lupa por técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
O parlamentar explica que não há qualquer irregularidade cometida pelos vereadores na prestação de contas. Ele garante que está tudo documentado e que os gastos com aluguéis de carros, publicidade e alimentação estão dentro da lei. “Isso está na lei e existe em todas os parlamentos do país. Não sei por que estão cobrando apenas em Mossoró?”, questiona.
Talvez um fato dos bastidores que o Blog do Barreto foi informado responda a pergunta de Lairinho. Um dos vereadores da casa teve uma ríspida discussão com os fiscais do TCE que inspecionavam a Câmara. A cisma teria sido provocada por perguntas provocativas como “por que vocês não vão na Prefeitura?”, “por que não investiugam a Assembleia?”…
O documento elaborado pelos fiscais TCE vai servir para o parecer do relator que ainda não foi definido. O conselheiro pode ou não concordar com o documento e mesmo que concorde o pleno é quem vai decidir.
A curiosidade é que existem dois parentes de parlamentares que usam verbas de gabinete e dois ex-deputados estaduais no pleno. Dificilmente os vereadores seriam condenados a ressarcir esses recursos porque abriria um precendente perigoso para os próprios conselheiros.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Vereador explica polêmica sobre verba de gabinete

  • 24 de fevereiro de 2016 em 20:06
    Permalink

    Esta na lei Lairinho mais não devia está. Quem faz as leis?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *