Violência no trânsito será debatida em Mossoró

Isolda é a propositora da audiência (Foto: ALRN)

As violências e acidentes no trânsito são responsáveis por cerca de 9% da mortalidade global. É o que aponta dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), fazendo da violência no trânsito uma questão importante de saúde pública no Brasil, como também, no Estado do Rio Grande do Norte. Para debater sobre este tema, em parceria com o Programa Estadual RN Mais Saudável, a deputada estadual Isolda Dantas (PT) realizará a audiência pública “Vida no Trânsito: educação, engenharia e fiscalização no contexto da Região Oeste” nesta sexta (16), a partir das 9h, no Auditório da Faculdade de Enfermagem da UERN em Mossoró.

“Queremos promover um amplo debate e buscar soluções legislativas para a construção de um trânsito melhor, menos violento e mais saudável. É essencial que a população se conscientize e se mobilize na busca de soluções práticas na defesa da vida no trânsito. Não faz sentido que tantas vidas continuem sendo perdidas, precisamos promover uma cultura de saúde no trânsito”, afirma a deputada Isolda.

A audiência irá reunir especialistas do setor do trânsito estadual, representantes de órgãos públicos (Detran, Dnit, Departamento Estadual de Estradas e Rodagens, Polícias Rodoviária e Militar, Secretaria Municipal de Saúde e Trânsito), pesquisadores, além de associações e federações para discutir coletivamente ações regionais de prevenção de acidentes para toda a Região Oeste.

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “Violência no trânsito será debatida em Mossoró

  • 15 de agosto de 2019 em 19:38
    Permalink

    Vai ser um debate proveitoso. Parabéns

    Resposta
  • 16 de agosto de 2019 em 05:56
    Permalink

    Espero que apareça meus colegas médicos para contribuir com o debate . Ou se educa a população ou teremos o Dpvat dobrando de preço todo ano. A irresponsabilidade dos motoqueiros é impressionante, os péssimos motoristas também ajudam .
    Ainda querem culpar a Governadora pela prisão de motos e carros sem documentos.

    Resposta
    • 16 de agosto de 2019 em 11:06
      Permalink

      Plenamente de acordo Dr Lair, a presença da classe médica nesse evento é importante, pois são eles que tem completo acesso aos acidentados quando ocorre esses acidentes violentos. Que os médicos participem, e dando suas opiniões.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *