Vivaldo pede que governador saia do Palácio e vá ao interior

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) sugeriu, durante sessão ordinária desta quinta-feira (1), que o governador Robinson Faria (PSD) juntamente com a equipe técnica se instale no interior do Rio Grande do Norte para resolver os problemas causados pela seca.

“O governador é um homem íntegro, que tem vontade de fazer e sugiro que ele, em vez de ficar no Palácio do Governo, se instale em Caicó para priorizar ações de emergência para resolver o problema da população que precisa de água para consumo humano e animal”, destaca Vivaldo.

Vivaldo falou sobre a visita do ministro da Integração, Gilberto Occhi à Assembleia Legislativa e disse que os recursos anunciados por ele, da ordem de R$ 150 milhões, não existem. “Robinson apresentou um projeto ao Governo Federal que exige apenas R$ 61 milhões, e mesmo assim não estão garantidos. Currais Novos, Acari, Carnaúba dos Dantas, entre outros municípios aguardam recursos para a adutora”, disse Vivaldo Costa.

Em aparte, o deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) disse que é preciso que a classe política se una para resolver o problema emergencial de hoje. “Se for esperar pelas águas do Rio São Francisco o povo vai morrer de sede”, disse Getúlio.

O deputado estadual Galeno Torquato (PSD), presidente da Frente Parlamentar da Água, destacou que na região do Alto Oeste as pessoas clamam por água e o que se vê é a falta de compromisso do Governo Federal com o Governo do Estado. “O descompromisso é grande ao ponto de reduzirem de R$ 12 milhões para R$ 8 milhões os recursos destinados ao Rio Grande do Norte para ações emergenciais de combate à seca”, frisou Galeno.

O parlamentar voltou a sugerir que os R$ 12 milhões, que são repassados mensalmente à empresa OAS, como contraprestação pública pela construção e administração da Arena das Dunas, sejam utilizados para obras emergenciais de combate à seca.

O presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), também aparteou o pronunciamento ressaltando que o Rio Grande do Norte chegou ao abismo. “Temos mais de 13 municípios em colapso total de água, sendo abastecidos com carros-pipa. Precisamos de soluções imediatas. São 40 milhões de Nordestinos sofrendo com a falta de água. Precisamos cobrar celeridade do Governo Federal e exigir urgência da chegada de recursos para o Estado. É preciso buscar alternativas e seguir o exemplo de outros países do mundo, como Espanha, Califórnia e Israel que fizeram investimentos vultuosos para dessalinizar a água do mar”, falou Ezequiel.

Concordando com o deputado Vivaldo Costa, Ezequiel Ferreira sugeriu ainda que o governador aproveitasse o momento para deixar a burocracia de lado e fazer a limpeza dos porões dos açudes pelos ceramistas. “É uma forma de aumentar a capacidade de água dos açudes e fomentar a área ceramista, que usa a matéria prima encontrada nesses porões para o setor”, destacou Ezequiel.

Foto: João Gilberto

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *