Zenaide destaca projeto que reserva cotas que protegem mulheres vítimas de violência doméstica

Zenaide defende proposta (foto: Fernando Oliveira)

Uma audiência pública da Comissão Mista de Combate à Violência Contra a Mulher, presidida pela senadora Zenaide Maia (Pros-RN) debateu esta semana o Plano de Equidade de Gênero e Raça do Senado Federal.

A parlamentar parabenizou a Casa pelo Plano e destacou a reserva de 2% das vagas nos contratos de terceirização para mulheres vítimas de violência doméstica: “É exemplo que deve ser seguido por outros órgãos da administração pública”, sugeriu Zenaide. Essa iniciativa do Senado já rendeu à Casa o Prêmio Viva 2018, organizado pela Revista Marie-Claire e pelo Instituto Avon, na categoria Empreendedorismo.

A diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, destacou os cinco eixos temáticos do Plano de Equidade: Comunicação; Educação; Cultura Organizacional; Gestão e Saúde. E explicou que o documento reúne 28 metas para o biênio 2019-2021, como a promoção de uma pesquisa sobre racismo no ambiente de trabalho e a redução de jornada para pais que tenham guarda dos filhos. “O plano de equidade é para todos”, esclareceu Ilana Trombka.

Outras metas do Plano já são realidade, como a ampliação de 12 para 24 meses do período em que a servidora que amamenta fará jus à jornada reduzida de trabalho sem redução de salários; e a campanha contra os assédios moral e sexual.

O Senado também já conseguiu aumentar o percentual de mulheres em cargos de chefia de 12%, em 2016, para 32%, em 2018.

O diretor-geral da Câmara, Sérgio Contreiras, também participou da audiência e apresentou as ações daquela Casa legislativa no sentido de assegurar um ambiente de trabalho mais igualitário. “Avançaremos ainda mais em questões como a presença de mulheres em cargos de chefia, por exemplo, mas a Câmara também está atenta e concorda com a necessidade de ações afirmativas”, afirmou Contreiras.

O Plano de Equidade de Gênero e Raça do Senado Federal pode ser acessado no endereço:

https://www12.senado.leg.br/institucional/procuradoria/procpublicacoes/plano-de-equidade-de-genero-e-raca-2019-2021

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “Zenaide destaca projeto que reserva cotas que protegem mulheres vítimas de violência doméstica

  • 2 de novembro de 2019 em 17:59
    Permalink

    Falar em Zenaide lembrei do capitão Styvenson, que destinou mais de 16 milhoes para o Tarcísio Maia.
    Vamos ver o que o Franco-carioca Jean Paul e Zenaide vão fazer.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *