29º óbito por Covid-19 no RN reforça o alerta para migração da pandemia e riscos aos mais vulneráveis

O óbito de uma pessoa em situação de rua em Natal é o 29º caso de morte por Covid-19 confirmado no Rio Grande do Norte. O caso não consta no boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP RN) divulgado hoje, mas foi confirmado pelo secretário adjunto, Petrônio Spinelli, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça, 21 de abril.

“É um caso de Natal com uma característica que nos preocupa demasiadamente, porque esse é um morador de rua. É uma preocupação que nós temos, daremos mais detalhes quando o boletim for divulgado, mas objetivamente mostra aquela preocupação que a gente vem trabalhando da migração da epidemia, da doença para as periferias e para as pessoas mais vulneráveis”, disse Spinelli.

Ontem, o secretário adjunto já havia chamado a atenção para a migração social do coronavírus quando fez um paralelo entre o Rio Grande do Norte e outros estados brasileiros.

“Quando a gente olha para os estados onde o sistema está em colapso ou está perto do colapso tem uma característica que tem possibilidade de chegar no Rio Grande do Norte. Manaus, Ceará, São Paulo são estados onde houve uma mudança do perfil social da epidemia. Então, antes eram muito mais pessoas que viajavam, pessoas que tiveram contato fora do País, fora do estado, agora, nesses estados, a contaminação comunitária e na periferia é que é o forte, isso está levando a mortes gigantescas de pessoas exatamente nas periferias e isso é extremamente preocupante”, disse Spinelli, durante a coletiva de ontem, 20.

 

Durante coletiva de imprensa, secretário adjunto de Saúde do RN, Petrônio Spinelli, chamou a atenção para migração do novo coronavírus (Imagem: Reprodução)
Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *