A autoestima política elevada de Fábio Faria

Fábio Faria está com autoestima política elevada (Foto: Web/autor não identificado)

Filho de um dos governadores mais impopulares da história do Rio Grande do Norte, o ministro Fábio Faria (PSD) declarou à Tribuna do Norte que se disputar algum cargo no Estado será o Senado.

Isso porque o seu pai, o ex-governador Robinson Faria (PSD) pretende ser candidato a deputado federal, congestionando o ambiente político/familiar. Os planos do líder pessedista de substituir o filho na Câmara por enquanto esbarram na lei de ficha limpa porque ele está inelegível por ter sido condenado por crime eleitoral.

Ser deputado estadual é pouco para Fábio. Além de obrigá-lo a morar no Rio Grande do Norte, o que seria entediante para o genro de Sílvio Santos.

Ir para o Governo do Estado está descartado pelo mesmo motivo acima.

Resta o Senado que lhe manteria no circuito Brasília/São Paulo.

A autoestima política de Fábio Faria é elevada. Ele acha que vence uma disputa majoritária mesmo tendo o governo do pai como credencial.

Lembrando que Robinson Faria amargou um vexatório terceiro lugar com 192.037 (11,85%) votos, sendo quarto colocado nos três principais colégios eleitorais (Natal, Mossoró e Parnamirim).

Mas o objetivo real de Fábio é compor como vice de Bolsonaro. Ele tem trabalhado pesado na arte de agradar o presidente.

Compartilhe:

Comments

comments

Uma opinião sobre “A autoestima política elevada de Fábio Faria

  • 19 de abril de 2021 em 14:17
    Permalink

    Bruno !
    O que Robson Faria, e não fez, quer mesmo é se cobrir com o Manto da impunidade, a imunidade parlamentar de deputado federal dá o direito a ele que mesmo cometendo os mais graves crimes não vai pra cadeia .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *