Acordos esvaziam principais coligações do RN

Esta eleição no Rio Grande do Norte pode trazer novidades importantes na representação parlamentar do Estado.

Um grupo que reunia 11 partidos se dividiu, mas oficialmente não vai migrar para nenhuma das principais candidaturas.

PSL, PV, PSC, PSDC e Patriota fecharam parceria política com o Solidariedade que tem como candidato ao Governo o ex-prefeito de Olho D’água dos Borges Breno Queiroga. A parceria não deixa claro se esses partidos estarão juntos de verdade na majoritária. Estarão formalmente para se unirem na proporcional, mas isso não garante um apoio na prática e a falta de endosso indica isso. Está acertado que estarão todos juntos para deputado federal e o Solidariedade isolado para estadual.

Hoje o jornalista Carlos Santos informou que PMB, PRP, PMN, PTC, PTB e PPS estarão juntos em chapas para federal e estadual sem lançamento de nomes na majoritária. Os candidatos ficarão livres para apoiar os candidatos ao Governo e Senado.

Boa parte dessas chapas serão formadas por vereadores e pessoas expressivas no interior do Estado. São projetos que podem resultar em renovação na representação parlamentar.

São “esteiras” preciosas que deixam de ajudar os nomes tradicionais da política estadual alojados em MDB, DEM, PR, PP e PDT.

Essas alianças deixam os palanques dos principais candidatos ao Governo e Senado formalmente esvaziados. Para ter apoio desses candidatos as negociações serão no varejo.

 

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *