Rogério Marinho solicitou alvará para construção de condomínio um mês antes de envio de emenda milionária a Monte das Gameleiras

Rogério decidiu construir um mês antes de injeção de R$ 1.5 milhão em Monte das Gameleiras (Foto: Adriano Machado/Crusoé)

A denúncia de que o Ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, teria sido beneficiado pessoalmente por uma emenda do Deputado Federal Beto Rosado (PP), que “turbinou” as ações de sua construtora na cidade de Monte das Gameleiras, ganhou mais um elemento para análise.  De acordo com os dados apresentados com exclusividade pelo Blog Rapadura News, do jornalista Emerson Linhares, o alvará para construção do condomínio de Rogério foi solicitado pouco mais de mês antes do envio de emenda milionária ao município.

Apesar de possuir terrenos em Monte das Gameleiras desde 2005, foi somente em 11 de agosto de 2020 que Rogério deu início aos trabalhos de sua construtora, a Gameleira Vida Empreendimentos Imobiliários, que, dentre as suas atribuições, realizaria loteamento de imóveis próprios.

No dia 05 de novembro de 2020 a empresa solicitou licença ambiental para a construção de um condomínio no terreno de propriedade de Rogério Marinho e pouco mais de um mês depois, no dia 31 de dezembro, o deputado Beto Rosado destinou R$ R$ 1.441.714,00 em emenda, via convênio do município com o Ministério do Turismo, para a construção de um mirante que ficará nas redondezas do empreendimento do Ministro.

No dia 12 de janeiro de 2021 o prefeito de Monte das Gameleiras, Jailton Félix assinou contrato com a Caixa Econômica para a construção do mirante e celebrou o momento com postagem nas redes sociais do município.

Confira a Reportagem completa do Rapadura News clicando AQUI 

Em audiência na Câmara dos Deputados Rogério Marinho negou veementemente que tenha sido beneficiado de qualquer forma pela emenda de Beto Rosado, mas não explicou com detalhes como se deu a estranha coincidência de iniciar um empreendimento apenas um mês antes de uma importante “turbinada” governamental, uma que a construção do mirante nas proximidades do condomínio de alto padrão certamente supervalorizará o preço dos terrenos e aumentará a atração ao polo turístico do Ministro.

Veja o vídeo com a resposta de Rogério ao deputado

Compartilhe:

Natália Bonavides denuncia Styvenson ao Conselho de Ética do Senado

Natália decidiu tomar medidas no parlamento contra falas de Styvenson (Foto: Assessoria)

A deputada Natália Bonavides (PT) informou, através de suas redes sociais, que formalizou hoje (26) uma denúncia ao Conselho de Ética do Senado contra o Senador Styvenson Valentim (PODEMOS).

Ação de Natália vem em reação às declarações de cunho machista do Senador, que relativizou a violência sofrida por uma mulher, que foi agredida por um policial na cidade de Santo Antônio, interior do Rio Grande do Norte no dia 16 de julho.

Em seu Twitter Natália Bonavides afirmou: “Diante de um absurdo como as manifestações machistas do senador, alguma medida precisava ser tomada. Esse tipo de atitude não pode ficar impune. As afirmações feitas por ele são inaceitáveis (…) É um verdadeiro ataque às mulheres e legitima a violência doméstica. Nenhuma mulher merece ser agredida e qualquer manifestação que diga o contrário deve ser enfrentada, ainda mais vinda de um parlamentar”.

O senador Styvenson questionou, durante live em seu Instagram, “o que a mulher teria feito para merecer os dois tapas que levou”. Veja mais sobre isso aqui.

Após a repercussão das declarações de Styvenson nas redes sociais, o Senador voltou à internet para tentar se justificar suas falas e acabou reforçando as declarações sexistas. Veja mais aqui.

Compartilhe:

Jornalista que viralizou com crítica à Sikêra Jr. tem conta no Instagram hackeada por golpista

Jacson Damasceno teve conta hackeada (Foto: reprodução/Blog do Barreto)

Após viralizar nas redes sociais dando uma lição de moral no apresentador Sikêra Jr. que tinha feito um comentário homofóbico ao condenar uma propaganda em homenagem ao Dia do Orgulho LGBTQI+, o jornalista Jacson Damasceno da Band Natal teve a vida revirada da noite para o dia sendo mencionado por diversos políticos e artistas do campo progressistas nas redes sociais.

O reconhecimento pela defesa da causa LGBTQI+ em contraponto a homofobia de Sikêra, chamou a atenção de criminosos que conseguiram hackear a senha do  perfil dele no Instagram e agora usam o espaço para aplicar golpes promovendo falsas campanhas de arrecadação para causas sociais. “Fui hackeado na sexta-feira de manhã quando estava conversando com uma amiga sobre amenidades e ela me pediu um pix para uma doação para ajudar uma pessoa e depois pediu um SMS do comprovante. Como estava ainda meio sonolento acabei mandando e desde a manhã de sexta que não tenho controle do meu Instagram”, relatou ao Blog do Barreto. “Depois começaram as postagens pedindo dinheiro e as pessoas ficaram me perguntando questionando a forma de agir”, completou.

Conta de Jacson está sendo usada para falsas campanhas de arrecadação

Jacson conta que a partir das conversas antigas os golpistas souberam como abordar seus amigos e conseguir doações para falsas campanhas. “Muita gente caiu porque eles estudaram as conversas e abordam como eu trato as pessoas”, frisou.

Questionado se ele desconfia de alguma retaliação por parte de apoiadores de Sikêra, Jacson, por ora, descartou a possibilidade. “Não quero crer que tenha. É uma quadrilha que já existe para isso. Mas por conta dos acontecimentos acabei chamando atenção e os caras devem ter me reconhecido e eu não consigo atingir as pessoas que estão em outros Estados”, lamentou.

Popularidade por reação contra Sikêra virou pano de fundo para golpistas engarem pessoas que seguem Jacson Damasceno

O jornalista relata que ganhou cerca de 40 mil seguidores em 48 horas após o vídeo que viralizou nas redes sociais. No entanto, ele disse que esse engajamento preocupa por estar sendo explorado pelos golpistas. “Como envolveu o pessoal LGBTQI+ que é muito aguerrido eles estão se aproveitando e eu estou de mãos atadas”, lembrou.

Ele disse que a prioridade nesse momento é derrubar a conta pouco importando se depois ele vai recuperar a senha. “O que me incomoda é que as pessoas estão denunciando e o Instagram está demorando a derrubar. Se eu não puder recuperar não tem problema, o que estou pensando é nas pessoas”, garantiu.

A conta de Jacson Damasceno no Instagram tem 67,3 mil seguidores.

Assista a enquadrada que fez Jacson viralizar na Internet:

Compartilhe:

Emenda de Beto Rosado beneficia empreendimento de Rogério Marinho

Rogério e Beto precisam explicar coincidências em destinação de emenda (Foto: Território Livre)

As emendas do deputado federal Beto Rosado (PP) para a pequena cidade de Monte das Gameleiras, no interior do Rio Grande do Norte, continuam a gerar muita polêmica.

Inicialmente, os valores, que chegam a R$ 1,5 milhão, foram apontados como parte do “orçamento paralelo” do Governo Federal, verba supostamente destinada a parlamentares do chamado “centrão” como forma de comprar o apoio à eleição de Arthur Lira, aliado de primeira hora do presidente Jair Bolsonaro, à Presidência da Câmara dos Deputados e Rodrigo Pacheco à presidência do Senado.

Agora, surgem denúncias de que a verba destinada por Beto pode estar relacionada com um esquema de favorecimento pessoal ao Ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

De acordo com informações do podcast Ecos da Política, detalhadas pelo Blog Rapadura News do jornalista Emerson Linhares, a destinação de verbas ao município, que possui singelos dois mil habitantes, teria como objetivo beneficiar a Gameleira Vida Empreendimentos Imobiliários (CNPJ 38.050.255/0001-31), que tem como um dos sócios o Ministro Rogério.

De acordo com a denúncia, a emenda de Beto prevê a construção de um mirante turístico que beneficiaria os empresários do ramo de hotelaria da cidade, em especial Rogério Marinho que atualmente está construindo um condomínio de alto padrão no município, nos arredores do local onde será o mirante.  

Monte das Gameleiras é uma cidade serrana e sua alta estação é durante o período de inverno, quando as pousadas da região recebem turistas. A Gameleira Vida Empreendimentos Imobiliários estaria interessada em faturar exatamente em cima do potencial turístico do Mirante.

Confira a Reportagem completa do Rapadura News clicando AQUI 

Rogério Marinho é questionado por Deputado sobre beneficiamento pessoal em emenda de Beto 

O Ministro de Desenvolvimento Regional Rogério Marinho foi questionado, durante audiência pública na Câmara dos deputados, sobre beneficiamento para seu patrimônio pessoal durante a destinação de emenda do deputado federal Beto Rosado  ao município de Monte das Gameleiras.

De acordo com o deputado Rogério Correa (PT/RN) a emenda de Beto Rosado, que destinou R$ 1,5 milhão município de Monte das Gameleiras, foi realizado com objetivo de valorizar o empreendimento do secretário Rogério Marinho.

Rogério Marinho é dono da Gameleira Vida Empreendimentos Imobiliários, com sede na cidade, onde está construindo um condomínio de alto padrão. Os recursos destinados por Beto devem garantir a construção de um mirante turístico na cidade.

A emenda de Beto vem sendo apontada como parte do que vem sendo chamado de “Tratoraço”, ou “Orçamento paralelo”, um valor supostamente destinado pelo Governo Federal a parlamentares do “centrão” em troca de apoio para garantir a eleição de Arthur Lira (PP/AL) a presidência da Câmara dos Deputados.

Após os questionamentos na Câmara, Rogério Marinho, visivelmente alterado, respondeu as acusações afirmando “Eu desconheço essa acusação que Vossa Senhoria está fazendo. Eu tenho terreno em Monte das Gameleiras desde 2005, nós estamos em 2021. Há 16 anos. Eu já fui deputado federal, secretario de estado e municipal e tenho um nome a zelar. Peço que o senhor tenha respeito ao meu nome”.

Veja o vídeo com a resposta de Rogério aos deputados

Compartilhe:

“Eu acho, com ‘A’ maiúsculo, que Allyson vota em Lawrence”, diz Kelps

Kelps diz não existir problema se prefeito apoiar Lawrence (Foto: reprodução/Blog do Barreto)

Em entrevista ao Foro de Moscow o deputado estadual Kelps Lima (SD) afirmou acreditar que entre ele e o presidente da Câmara Municipal de Mossoró Lawrence Amorim (SD), o prefeito de Mossoró Allyson Bezerra (SD) deverá ficar com a segunda opção na hora de apoiar um nome para deputado federal nas eleições do ano que vem.

“Eu acho, com ‘A’ maiúsculo, que Allyson vota em Lawrence”, disse.

Confira:

Para Kelps não faz diferença por se tratar de serem políticos do mesmo partido e que isso já aconteceu em outros momentos. Ele aproveitou para provocar: “Não vejo essa cobrança com outros políticos como a deputada Isolda que já fez dobradinha com Natália Bonavides ou a ex-prefeita Rosalba que só faz com quem é da família”.

Assista o programa completo:

Compartilhe:

Bancada feminina do Senado manifesta repúdio contra Styvenson

Bancada feminina mostra indignação com Styvenson (Foto: cedida)

Abaixo nota da bancada feminina contra a fala do senador Styvenson Valentim (PODE) que minimizou no último sábado a agressão de um policial a uma mulher que estava com uma criança no braço (saiba mais AQUI e AQUI).

Confira a nota:

NADA justifica o injustificável!

O sentimento de indignação toma conta da Bancada Feminina do Senado Federal neste momento, em que fatos e relatos da prática de violência contra a mulher são retratados nos noticiários nacionais e nos chocam profundamente. Sentimento esse que ganha uma dimensão ainda maior quando a violência é justificada por agentes do Estado ou pessoas públicas que deveriam justamente nos defender e repudiar esse tipo de conduta.

As palavras têm um peso ainda maior por envolver a manifestação de um colega nosso do Senado Federal, o Senador Styvenson Valentim. Nada pode justificar a validação de atos e condutas inadmissíveis que revelam a violência estrutural, cultural e histórica da nossa sociedade.

Todos nós, juntos, precisamos entoar nossa voz e reforçar nossa luta em defesa de todas as mulheres brasileiras e contra qualquer tipo de violência, seja contra quem for.

Por isso, repudiamos qualquer palavra ou ato que venha retroceder na luta que enfrentamos há tanto tempo, dentro e fora do Parlamento.

Nosso maior esforço, enquanto Bancada Feminina do Senado Federal, é pela construção de uma sociedade unida e livre de violência.

Lutemos juntos…

Bancada Feminina do Senado Federal

25 de julho de 2021.

Compartilhe:

Mais de 5 mil são vacinados em Mossoró no final de semana

Foto: Wilson Moreno/Secom/PMM

Mobilizando cinco Unidades Básicas de Saúde, além do ginásio do SESI, a campanha Mossoró Vacina aplicou no fim de semana que passou, dias 24 e 25 de julho, 5.378 doses contra a Covid-19.

Na sexta-feira (23), Mossoró vacinava pessoas com 32 ou mais, sem comorbidades. O fim de semana, porém, começou com a baixa na faixa etária. No sábado (24) pela manhã já estavam sendo vacinadas pessoas com 31 ou mais. Ainda no sábado, no período da tarde, nova redução, agora para 30 anos ou mais, faixa que seguiu no domingo (25).

De acordo com o setor imunizações do Município, departamento ligado a Secretaria Municipal de Saúde, a fase foi concluída com 3.333 doses aplicadas no sábado (24) e 2.045 doses no domingo (25).

Do total das doses aplicadas, 4.273 foram da primeira dose, enquanto 1.080 para segunda dose. Ainda foi registrada a aplicação de 25 doses únicas do imunizante da Janssen.

Esse foi o segundo maior volume de doses aplicadas em um fim de semana, dentro da campanha Mossoró Vacina. O recorde atual é de 5.793 aplicadas, números registrados nos dias 17 e 18 passados.

De acordo com Etevaldo Lima, coordenador de imunizações, o Município utilizou todo o estoque de vacinas do último lote enviado pelo Governo do Estado, na quinta-feira (21), num total de 7.961 doses.

Confira o detalhamento dos números de aplicação da vacina deste fim de semana:

No sábado dia 24/07/2021

Doses aplicadas:

Primeira Dose: 2.765 doses

Segunda Dose: 543 doses

Dose Única: 25 doses

Total de doses aplicadas:

3.333 doses

No domingo dia 25/07/2021

Doses aplicadas:

Primeira Dose: 1.508 doses

Segunda Dose: 537 doses

Total de doses aplicadas:

2.045 doses

Dose Única: 25 doses;

Primeira dose: 4.273 doses;

Segunda dose: 1.080 doses.

Total de doses aplicadas no final de semana 24 e 25 de Julho 2021:

5.378 doses (Números registrados no Portal RN Mais Vacina).

Fonte: Secom/PMM

Compartilhe:

Styvenson admite erro em uso de palavras, ataca imprensa e avisa: “Agora eu vou atrás do policial que está afastado e na casa da mulher”

Styvenson reage à críticas atacando a mídia potiguar (Foto: reprodução/Blog do Barreto)

Após a repercussão negativa das declarações em que tentou minimizar a agressão de um policial a uma mulher vítima de violência doméstica na cidade de Santo Antonio do Salto da Onça (RN) – ver AQUI – o senador Styvenson Valentim (PODE) voltou a gravar um vídeo (ver ao final da matéria) em que se manifestou sobre o caso.

Visivelmente irritado, ele disse que iria procurar ouvir as duas partes para saber o que realmente aconteceu para que o policial batesse na mulher. “Agora eu vou atrás do policial que está afastado e na casa da mulher”, avisou. “Se não aconteceu nada o policial precisa de internação”, disse em outro trecho.

Na live o parlamentar ainda reconhece que errou na escolha das palavras: “Usei a palavra ‘merecer’ de forma equivocada. Isso é indiscutível”. Ele admitiu ter usado palavras ambíguas. “Quando disse ‘tapa bom’ foi porque foi tapa bem dado, que pegou em cheio e o ‘merecer’ foi o que foi que é aconteceu para levar”, explicou.

Ele aproveitou a oportunidade para atacar a imprensa. “Esses blogs que eu não pago, essa imprensa que eu não dou um centavo vem aqui para essa live que faço todos os dias e falo de coisas boas e na hora que Styvenson fala alguma coisa aí transforma”, disparou.

Senador discute com professor mossoroense

Durante a live o senador Styvenson ainda se irritou com o professor mossoroense Tales Augusto, do IFRN, que questionou se ele não estaria tentando encontrar num eventual desacato a justificativa para um ato de violência policial.

Styvenson se irritou:

“Vaza tu daqui que é melhor! O vade mecum discursando direito penal aqui. Eu lá falei que desacato justifica violência. Que houve agressão? Houve. Eu quero saber o que houve para motivar a agressão”.

Em seguida ele disse o que considera passível de punição sem condenar o ato de violência. “Desacato justifica uma prisão, uma condução, uso da algema, o uso proporcional da força e naquele caso eu não sei o que aconteceu”, frisou.

Confira o vídeo com a posição de Styvenson:

Nota do Blog: em vez de consertar a situação o senador reforçou o que se pensou sobre o primeiro vídeo. Ele acha que aquela situação é possível culpar a vítima a depender do que ela tenha dito ao policial.

Compartilhe:

O apagão da ciência

Por Carlos Eduardo*
Para a presidente da Associação Nacional de Pós-Graduandos temos hoje no país um cenário em que se consolida o desmonte progressivo da ciência. Entendo assim que vivenciamos um cenário de completo apagão da ciência, com reflexos altamente nocivos num futuro bem próximo. Isso advém da atuação pífia do governo federal. A nova lei do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) recebeu dois vetos do Presidente da República por influência e a mais absurda ignorância do setor econômico do governo. Tais vetos tirariam até R$ 9 bilhões de fomento à atividade. O canetaço ocorreu durante a sanção presidencial à Lei Complementar 177, que regula o uso dos recursos destinados ao Fundo.
Por isso, mais de 90 entidades científicas, acadêmicas e tecnológicas estão mobilizadas no intuito de reverter esse ato nefando. A petição do grupo, surgida logo em janeiro deste ano, já atingiu mais de 70 mil assinaturas de pessoas sérias, engajadas e verdadeiramente patriotas, que anteveem o desastre que se abaterá sobre nossas instituições ligadas ao exercício do desenvolvimento brasileiro.
Com o veto, o governo federal retirou do texto a proibição de que recursos do Fundo fossem alocados em recursos de contingência. Assim, R$ 4,8 bilhões podem ser desviados para outras finalidades já no próximo ano de 2021. O segundo veto riscou do mapa o artigo que pretendia liberar outros R$ 4,2 bilhões colocados em reserva de contingência ainda em 2020. Desse modo, o orçamento de fomento do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações previsto para este ano é de apenas R$ 2,8 bilhões. O agora depenado FNDCT é uma das principais fontes de recursos orçamentários e financeiros para custear ações do Tesouro Nacional nessa área. Por isso, se tal orçamento for aprovado, o Brasil só poderia pagar bolsistas por apenas 4 meses, segundo o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Nesse prosseguir, laboratórios seriam fechados e o país deixaria de contar com um sistema de cooperação internacional. Na esteira, as universidades federais perderiam cérebros, de acordo com a SBPC.
Uma informação a se pensar: dez anos atrás, o orçamento de fomento à ciência e tecnologia no Brasil era o triplo do que o governo federal propõe agora para o ano de 2021, Pense no atraso!
Ciência e tecnologia. Este é um assunto que me é caríssimo. Como deputado estadual, aprovei projeto de criação do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia, atraindo importantes recursos de órgãos como CNPq, Finep, Sudene e Banco do Nordeste. Assim, em pouco menos de 6 anos, o RN captou aplicações superiores a R$ 20 milhões. Como Prefeito de Natal, lancei o Plano Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação e a lei municipal de reformulação do Fundo de Ciência e Tecnologia. Nossa gestão também lançou o Natal Cidade Inteligente e Humana em parceria com o Instituto Metrópole Digital da UFRN, interligando por uma rede de fibra ótica escolas de educação básica, universidades, escolas técnicas, laboratórios de ensino, hospitais e centros de segurança pública. Também lançamos o Projeto Educonexão, atendendo 71% da rede municipal de ensino com internet banda larga e serviço de tv a cabo para canais educativos e filmes infantis. Nossa rede foi a segunda a ser criada em todo o país.
Em 2017, criamos o Parque Tecnológico de Natal, em parceria com a UFRN, visando atender empresas da área da tecnologia da informação (TI). Dois anos depois já tínhamos 46 negócios em operação, sendo 29 do mercado externo e 17 oriundos de incubações aqui no RN. Em dois anos, triplicamos o número de empresas no Parque, tal o potencial da iniciativa.
Por tudo aqui exposto, convoco nossa bancada política, nossos homens e mulheres da ciência, os dirigentes das universidades públicas e privadas, empresários do setor da alta tecnologia, estudantes, governantes e o povo em geral para combater com veemência esses vetos deletérios e nefastos ao desenvolvimento científico e tecnológico em nosso Brasil. Vamos à luta!
*É ex-Prefeito de Natal.

Este texto não representa necessariamente a mesma opinião do blog. Se não concorda faça um rebatendo que publicaremos como uma segunda opinião sobre o tema. Envie para o barreto269@hotmail.com e bruno.269@gmail.com.

Compartilhe: