Blog do Barreto completa cinco anos

Hoje o Blog do Barreto completa cinco anos de existência. Podemos dizer que o resultado é positivo. Primeiro por termos nos consolidado como um das dez páginas especializadas em política mais acessadas do Estado e liderarmos o ranking neste segmento em Mossoró.

Com este post chegamos a 10.326 publicações. A média mensal histórica de (descontando o período de sete meses que ficamos inativos em 2017) é de 303.526/mês sendo que ao longo desses anos tivemos 16.086.878 acessos.

Neste ano de 2020, graças a cobertura aprofundada sobre a pandemia no Rio Grande do Norte, estamos um pouco acima de nossa média histórica com 452 mil acessos mensais entre janeiro e agosto (de acordo com o Similarweb) numa média diária de 15 mil. A tendência é que esses números sigam em alta com o início do processo eleitoral.

Só temos a agradecer a você, leitor pela confiança. A nossa luta será por um jornalismo que separa notícia e opinião mantendo uma linha editorial em defesa dos valores progressistas e de justiça social.

Nosso muito obrigado!

Compartilhe:

Comments

comments

3 opiniões sobre “Blog do Barreto completa cinco anos

  • Pingback: Blog do Barreto completa cinco anos • Blog Potiguar

  • 21 de setembro de 2020 em 10:04
    Permalink

    Parabéns pelo excelente Blog que deixa a população informada na politica,e em diversos assuntos de interesse dos norte-riograndenses.

    Resposta
  • 21 de setembro de 2020 em 10:08
    Permalink

    Parabéns, Bruno Barreto! Além de ser um canal que prima pela excelência da informação; transmitindo na essência, a verdade, independente da ideologia, ou de qualquer fonte partidária, o respeito, a coragem deste blogueiro diante das oligarquicas ou desse momento onde a democracia é atropelada pelo conservadorismo e pelo fundamentalismo anticultural, facista, atrelado ao mercado que retira todos os avanços dos trabalhadores. A existência deste grande formador de opinião é como um bálsamo para a nossa inclusão social e digital. Parabéns!

    Marco Aurélio ( aposentado e escritor)

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *