Carlos Eduardo vai pedir voto no eleitorado lulista apoiando Ciro (Foto; autoria não identificada)

Carlos Eduardo é um político em crise de identidade

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) é um político a meu ver vivendo uma crise de identidade. Veja só: ele não é cirista o suficiente para agradar os ciristas nem um aliado de corpo e alma do PT o suficiente para agradar os petistas.

Resultado: ele está isolado, sem militância nas redes sociais e se tornou um “bode na sala” do governismo estadual.

A chave do problema é o apoio declarado ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT) na corrida presidencial mesmo sendo o candidato de Lula ao Senado no RN.

A conta pode fechar para Carlos Eduardo, mas não fecha na base do PT que preferia votar no senador Jean Paul Prates (PT), mas aceita votar no deputado federal Rafael Motta (PSB) como “plano B”.

Motta por sinal esteve no lançamento da pré-candidatura de Lula com direito a fotos com petistas do RN fazendo o “L” e tietagem sob o ex-presidente. Já Carlos ficou no RN lambendo as feridas da treta que arranjou com os prefeitos. Uma semana antes ele esteve em um evento do PDT com a presença de Ciro, mas sem foto oficial com o presidenciável.

O líder nas pesquisas ao Senado está fragilizado na base. A saída é sair desse chove não molha que o deixa indefeso e a porta se abre com uma declaração de voto em Lula.

Comments

comments

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter