Confira quais deputados do RN mudaram de posição em relação ao novo Fundeb

Placar da bancada do RN na votação da emenda do partido Novo

Ontem a Câmara dos Deputados rejeitou emenda do partido Novo que estendia os recursos do Fundo Nacional para a Educação Básica (Fundeb) para instituições filantrópicas (como escolas do Sistema S), comuntárias e confessionais ligadas a igrejas.

A casa decidiu por 470 x 15 manter o texto aprovado no Senado que excluiu a as alterações feitas na primeira votação na Câmara.

Na primeira votação só Natália Bonavides (PT) e Rafael Motta (PSB) votaram contra a permissão da retirada de recursos das escolas públicas para instituições privadas, fato que prejudicaria demais a educação no Rio Grande do Norte.

Quando a proposta chegou ao Senado foi alterada, mantendo o Fundeb 100% para as escolas públicas, com os votos dos três senadores potiguares.

Na segunda votação, três deputados do RN mudaram de posição e foram favoráveis a manutenção do Fundeb 100% direcionado ao ensino público. Foram eles: Benes Leocádio (Republicanos), Walter Alves (MDB) e Carla Dickson (PROS).

General Girão (PSL) e João Maia (PL) mantiveram os votos para incluir instituições privadas no Fundeb, o que geraria um prejuízo calculado em R$ 16 bilhões/ano para o ensino público e prejudicaria escolas do interior do Rio Grande do Norte.

E Beto Rosado (PP)? O deputado mossoroense se ausentou do plenário na hora da votação.

Compartilhe:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *